terça-feira, 24 de novembro de 2015

JUIZ SÉRGIO MORO - "INJUSTO" E SEM CONEXÃO COM OS FATOS !

A má vontade do JUIZ SÉRGIO MORO para com o governo do PT é algo gritante. O juiz afirma, conforme matéria do ESTADÃO, que não vê iniciativas ou esforços do governo federal no combate à corrupção.

Equipar, contratar recursos humanos  e dar independência à Polícia Federal, foram iniciativas do governo do PT. O juiz Sérgio Moro não viu isso ?

Dar autonomia ao MINISTÉRIO PÚBLICO, com o PGR sendo indicado pelos membros do MP, foi decisão do PT. O juiz Sérgio Moro não viu isso ?

A criação de PORTAIS, como o TRANSPARÊNCIA, que permite uma FISCALIZAÇÃO CONSTANTE das medidas e dos "NEGÓCIOS" do governo, foi iniciativa / decisão do PT. O juiz Sérgio Moro não viu isso ?

Uma extensa gama de medidas e LEIS, foram propostas, formalizadas e colocadas em prática desde o governo LULA. A presidente DILMA, dando resposta ao chamado "clamor das ruas" não se omitiu, conforme trecho da matéria da BBC que reproduzimos.

Da BBC Brasil em São Paulo
18 março 2015


O governo da presidente Dilma Rousseff apresentou nesta quarta-feira um pacote de medidas anticorrupção que será levado ao Congresso, em resposta a protestos populares.

As propostas incluem:
Um projeto de lei para criminalizar o caixa-dois (arrecadação não declarada de dinheiro em campanhas);
Apresentar uma emenda constitucional para confiscar bens adquiridos de forma ilícita;
Apresentar projeto de lei para que os mesmos critérios da Lei da Ficha Limpa sejam adotados para a nomeação de cargos de confiança no âmbito federal;
Acelerar a tramitação de projeto de lei que criminaliza o patrimônio injustificado e enriquecimento ilícito de agentes públicos;
Acelerar a tramitação de um projeto de lei que prevê a alienação antecipada de bens apreendidos após atos de corrupção, para evitar que sejam usados irregularmente por agentes públicos. Estes bens alienados seriam vendidos e o dinheiro ficaria depositado em juízo.

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, a quem coube anunciar as medidas, disse que também será criado um grupo de trabalho para buscar propostas visando acelerar processos criminais ligados à corrupção.

Após o anúncio, a presidente Dilma assinou decreto regulamentando a chamada Lei Anticorrupção - promovida pelo governo no calor dos protestos de 2013 para responsabilizar empresas pela prática de atos contra a administração pública. A medida foi aprovada, mas há um ano e meio aguardava a regulamentação, para definir como a lei será aplicada.

Dilma afirmou que a lei "não visa apenas a repressão a desvios, mas incentivar o setor privado a adotar medidas de transparência, integridade e prevenção (de atos ilícitos)".

"É uma verdadeira lei da empresa limpa", afirmou.

A maior parte das propostas estava contida nas promessas de campanha de Dilma Rousseff.


Talvez o juiz Sérgio Moro não tenha entendido ainda que, estando numa DEMOCRACIA, não pode o GOVERNO tomar decisões em certos níveis, sem que o LEGISLATIVO, e até o JUDICIÁRIO aprovem. 

Saiba ainda o excelentíssimo juiz, de que muitas FERRAMENTAS das quais se utiliza na operação LAVA JATO, foi o PT quem colocou em sua "oficina".
23/11/15 20:02
Fuso horário de verão de Brasília

Um comentário:

Trezentos de Esparta disse...


Para certas coisas, o juiz Moro atua com uma certa moro sidade...

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

JOÃO DORIA E ACMN LEVAM UMA MERECIDA CHUVA DE OVOS EM SALVADOR - EM VÍDEO

OS OVOS CHOCARAM E APODRECERAM ASSIM QUE TIVERAM CONTATO COM A CABEÇA DOS DOIS PREFEITOS LEIA A MATÉRIA AQUI

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS