segunda-feira, 11 de maio de 2015

A FALÁCIA DA REDUÇÃO DO NÚMERO DOS MINISTÉRIOS

É curioso verificar que a Folha.com / UOL apresente matéria tão CONTUNDENTE no desmonte da falácia de que reduzir o número de MINISTÉRIOS representaria economia significativa dos gastos do governo federal. A matéria da folha mostra ainda que o gasto com o funcionalismo não é o principal "peso no orçamento".

Vale dar uma olhada nos gráficos apresentados para concluir que a teoria de estado mínimo e de redução de ministérios não passa de atitude de jogar para galera, e que o chamado choque de gestão é mera cortina de fumaça, através dos quais Aécio Neves e Renan Calheiros fingem entender de administração pública.


O que pesa no orçamento - 10/05/2015

Defendida pelo PMDB, redução do número de pastas a 20 não garante mudança relevante nos gastos. Aumento das despesas tem pouca relação com a expansão do quadro de pessoal.

Nenhum comentário:

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

PSDB - UM PARTIDO DE COVARDES E CONIVENTES COM A PREVARICAÇÃO

NÃO SÓ DE CORRUPTOS E ACUSADOS DE CORRUPÇÃO, MUITO MAIS DO QUE ISSO, O PSDB É UM PARTIDO DE POLÍTICOS COVARDES, OPORTUNISTAS (MURISTAS...