terça-feira, 26 de agosto de 2014

PESQUISA IBOPE APONTA EX-MARINA SILVA ULTRAPASSANDO AÉCIO NEVES EM DEZ PONTOS

INSTITUTO DIZ AINDA QUE ELA VENCERIA DILMA NO SEGUNDO TURNO


Os números da PESQUISA IBOPE segundo o Jornal do Brasil

A primeira pesquisa Ibope após a morte de Eduardo Campos, e divulgada nesta terça-feira pela GloboNews, confirmou o crescimento de Marina Silva, como o JB tinha divulgado nesta segunda-feira. A candidata do PSB à Presidência tem 29% dos votos e se isolou na segunda colocação, cinco pontos porcentuais atrás da presidente Dilma Rousseff (PT), que ainda lidera sozinha, com 34%. Aécio Neves (PSDB) está com 19%, em terceiro lugar. No entanto, a pesquisa estimulada mostra que em um eventual segundo turno, Marina seria a vencedora.

Pastor Everaldo (PSC) tem 1% das intenções de voto estimuladas, o mesmo porcentual de Luciana Genro (PSOL). Os outros candidatos não chegaram individualmente a 1%, mas juntos somam 1%. 

Os votos brancos e nulos chegam a 7%. Não sabem em quem votar, 8%. A margem de erro da pesquisa é de 2 pontos porcentuais, para mais ou para menos. 

Segundo turno
Na simulação de segundo turno, Marina seria eleita com 45%, contra 36% de Dilma. Votos brancos e nulos chegariam a 9%; não sabem, 11%.

Contra Aécio, Dilma ainda seria reeleita: 41% a 35%. Nesse cenário, há mais indecisos e eleitores que anulariam: 12% em cada grupo.

Pesquisa espontânea
Na pesquisa espontânea, quando se pergunta ao eleitor a intenção de voto, Dilma segue na liderança, com 27%. Marina chega a 18%, e Aécio tem 12%. O número de eleitores indecisos nessa modalidade despencou de 43% para 28%, em relação à pesquisa anterior do Ibope, de 6 de agosto.

Rejeição
Dos três primeiros colocados, Marina tem a menor rejeição. Apenas 10% dizem que não votariam nela de jeito nenhum, contra 36% que não votariam em Dilma, e 18% que rejeitam Aécio. Destacam-se ainda a rejeição ao Pastor Everaldo (14%) e a Zé Maria (PSTU), que tem 11%. Os demais candidatos têm menos de 10% de rejeição.

Avaliação do governo
A avaliação do governo Dilma permanece estável em relação à última pesquisa. Os que acham a gestão petista ótima ou boa oscilaram dois pontos para cima, de 32% para 34%. Já os que consideram o governo ruim ou péssimo passaram de 31% para 29%. A taxa de regular foi de 35% para 36%. E outros 2% não souberam responder.

O Ibope fez 2.506 entrevistas, entre os dias 23 e 25 de agosto, em 175 municípios de todas as regiões do Brasil. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral.

Esta é a segunda pesquisa eleitoral após a morte de Eduardo Campos, que concorria ao Planalto pelo PSB.

Na levantamento divulgado pelo Datafolha na semana passada, Marina e Neves amargavam um empate técnico: ela com 21% das intenções de voto e ele com 20%.

Dilma largava na frente com 36% das intenções de voto. No entanto, em um eventual segundo turno com Marina, a atual presidente ficaria com 43% das intenções de voto e a candidata do PSB, com 47% - o que configura um empate técnico, segundo o Datafolha.

3 comentários:

Vincent van Blogh disse...


A segunda pesquisa após o acidente que vitimou o candidato do PSB, Eduardo Campos, ainda está marcada pelo forte envolvimento emocional que a tragédia causou em praticamente todo o mundo.

Neste caso, Marina é tributária da intenção de votos de muita gente que ainda a desconhece, bem como ao seu programa de governo.

De uma coisa, entretanto, podemos dizer: Marina, ao contrário de todos os seus adversários tucanos, tem se preparado para estabelecer algum contacto com setores da sociedade. Isso permite que, ainda que um pouco confusamente, e ainda com muita incoerência, Marina se apresente com um programa que pode chamar de seu.

Seus adversários tucanos passaram 12 anos no bem bom, à sombra de denúncias da imprensa, reais ou fictícias, esta sempre disposta a escandalizar fatos normais quando cometidos por petistas e sempre disposta a silenciar escândalos enormes quando cometidos por tucanos.

Assim, não é de estranhar que a verdadeira dimensão do tucano, Aécio Neves, esteja virando pó. Aliás, como muito bem planejado por seu "amigo", José Serra desde os idos de 2010.

As pesquisas divulgadas, hoje, mostram uma progressiva, ininterrupta, embora lenta, recuperação nos índices de aprovação de Dilma.

Os resultados do primeiro turno, na minha opinião não devem variar muito significativamente, até outubro, a não ser, talvez, uma maior liquefação do candidato tucano que pode chegar aos níveis de Eduardo Campos, antes de seu acidente fatal e de uma pequena melhora de Dilma, como consequência de sua taxa de aprovação crescente.

Quanto ao segundo turno, aí as coisas mudam de figura.

A vantagem de Marina sobre Dilma no segundo turno, no meu entender, carece de sustância.

Até o segundo turno, o programa de Marina, até então desconhecido, será bastante destrinchado. Existem inúmeras contradições e será muito difícil para Marina explicá-las.

Eduardo Giannetti, assessor de Marina, já ando anunciando medidas polêmicas, tais como Ensino Superior pago, fora as declarações da equipe de Marina sobre a independência do Banco Central.

Além disso, Marina possui vários adversários muito fortes entre as forças conservadoras: o agro negócio; o tiozinho com um rei na barriga, habituado a ofender e deslegitimar qualquer ação, por mais inócua que seja, quando cometido por aqueles dos quais discorda.

Se a tendência da mídia será a de subestimar o episódio do jatinho irregular, há pittbulls, como o tiozinho, com rei na barriga, que farão tudo para mantê-lo vivo no noticiário. Ao fazê-lo, entretanto, o tiozinho contribuirá, ainda que involuntariamente, para manter também no noticiário, por reação, o episódio dos aécioportos.

Ao contrário de Lula que, quanto mais apanhava da mídia, mais crescia, Marina não tem essa característica.

Por outro lado, Dilma ainda possui uma arma poderosa que poderá ajudá-la ainda antes do primeiro turno: o tempo de TV para mostrar tudo o que fez em seu governo, além da presença do cabo eleitoral mais importante do país.

Se, Aécio não despencar profundamente daqui para a frente, as chances de um segundo turno, Dilma x Marina são reais.

Mas até lá, essa vantagem de Marina sobre Dilma deve se evaporar.

Teremos uma nova eleição com tempos iguais de TV para ambas as candidatas, além dos debates nos quais as duas se apresentarão frente a frente.

Neste quesito, acho que Dilma leva vantagem sobre Marina.

Em resumo, as intenções de voto no primeiro turno, alcançadas por Marina, não surpreendem. Já no segundo turno, muita água ainda vai rolar.

BONDeblog S. O. disse...

Vincent

Boa noite.

Marina Silva tem de fato mais o que oferecer do que Aécio Neves.

Entretanto, conforme dito por você em outras palavras, ela agora passa de PEDRA para a condição de VIDRAÇA.

ELA VAI "APANHAR" MUITO, e suas incoerência serão destacadas.

Muita água ainda vai passar debaixo da ponte até a eleição. Não duvido nem de que Aécio consiga uma reação.

João Paulo Ferreira de Assis disse...

Depois de um tempo sem comentar aqui, volto a fazê-lo. Preocupa-me muito essa ingratidão do povo, em querer eleger a Marina. Acho que temos muito o que conversar para conscientizar as pessoas. Se a militância não agir, esta eleição pode ser perdida. Hoje viajei com um taxista, parente do prefeito anterior da minha cidade. Fui contando para ele as contradições da Marina, e posso dizer que eu o convenci, pelo menos a repensar sobre a Dilma. Expliquei os projetos de extensão ferroviária. Falei para ele que só três países construíram ferrovias de mais de quatro mil km de extensão (Estados Unidos, 1869, Canadá, 1885 e Rússia, 1906), e que o quarto país poderá ser o Brasil, se a Dilma for reeleita. Falei para ele das linhas e torres de transmissão quase tão altas quanto a Torre Eiffel, em Paris. Disse que o Itaú financia a Marina, e que se ela for eleita, a família Setúbal vai cobrar a conta. É assim que se faz. Sugiro a conversa no pé do ouvido, sem testemunhas, pois uma terceira pessoa poderia atrapalhar.

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

JOÃO DORIA E ACMN LEVAM UMA MERECIDA CHUVA DE OVOS EM SALVADOR - EM VÍDEO

OS OVOS CHOCARAM E APODRECERAM ASSIM QUE TIVERAM CONTATO COM A CABEÇA DOS DOIS PREFEITOS LEIA A MATÉRIA AQUI

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS