domingo, 24 de julho de 2016

JUIZ SERGIO MORO "APANHA" DE ADVOGADOS DE LULA


TENDENCIOSO E MIDIÁTICO, O JUIZ DA REPÚBLICA DO PARANÁ NÃO ESTÁ ACOSTUMADO A SER CONFRONTADO DE FORMA ALTIVA E CORAJOSA.

PRÉ-JULGA, SE EXCEDE, ABUSA DA AUTORIDADE

Os advogados do ex-presidente LULA partiram para a ofensiva contra o que consideram a parcialidade e desmandos do Juiz Sergio Moro. Cobraram a DECLARAÇÃO DE IMPEDIMENTO para o juiz continuar a julgar os processos envolvendo Lula, diante do que consideram FLAGRANTES SITUAÇÕES ANTERIORES de manifestação por parte de Moro, de sua posição pré-concebida de a qualquer custo condenar o ex-presidente.

Os advogados de Lula alegaram que Moro não poderia julgar o caso por ter escrito um artigo acadêmico em 2004, no qual se manifestou a favor da importância da opinião pública nas investigações contra políticos. Além disso, a defesa afirmou que o juiz participou de eventos políticos e que teria declarado, em um jantar com advogados do Paraná, que Lula “seria condenado até o fim do corrente ano”. - Fonte Agência Brasil


O juiz negou que tivesse participado de eventos políticos, mas, não negou a afirmação de que declarou a advogados que "Lula será preso até o final do ano". 
O juiz decidiu ontem que vai continuar na condução dos processos que envolvem o ex-presidente Lula, negando assim o pedido da defesa de Lula para se declarar impedido para julgar as causas.

Em razão disso, e de outras afirmações de MORO, os advogados de Lula liberaram a seguinte NOTA:

O juiz Sérgio Moro, ao se recusar em se declarar impedido, comete atentado contra a Constituição e aos tratados internacionais, que garantem julgamentos por juiz imparciais.

“A defesa apresentada por Moro, todavia, apenas deixou ainda mais evidente sua parcialidade em relação a Lula, pois a peça: (a) acusa; (b) nega, de forma inconsistente, as arbitrariedades praticadas; (c) faz indevidos juízos de valor; e, ainda, (d) distorce e ignora fatos relevantes”, destacou a defesa.

Sobre o grampo realizado no escritório de advocacia, Roberto Teixeira declarou que o juiz usa sua função para atacá-lo.

“É ridículo o argumento usado por Moro para me atribuir – sem a existência sequer de uma acusação formal do Ministério Público – a prática de ato criminoso. [...]Moro, ao que parece, pretende, em verdade, incriminar os advogados que se opõem às arbitrariedades por ele praticadas na condução da Operação Lava Jato e que são encobertas por alguns setores da imprensa em troca da notícia fácil”. 

Leia +

Para advogado de Lula, Moro tornou-se um 'juiz acusador'

23/07/16 09:25
Fuso horário de Brasília

3 comentários:

João Paulo Ferreira de Assis disse...

Por favor olhe o link do blog da cidadania pois aparece um janela no lugar do blog, que me parece vírus. Tentei acessá-lo a partir daqui.

João Paulo Ferreira de Assis.

BONDeblog S. O. disse...

Senhor João Paulo, bom dia.

O ataque aos blogs chamados progressistas, ou dos que se colocam na oposição ao governo golpista de TEMER e combatem a DITADURA da DESINFORMAÇÃO imposta pela MÍDIA brasileira (em grande parte) são comuns, constantes e violentos. Por diversas vezes tive que retirar LINKS desses sites e blogs, pois com eles em nossa página, o nosso sistema de defesa indicava que havia problemas.

Vou verificar o seu Alerta.

BONDeblog S. O. disse...

NENHUM PROBLEMA

Acesso normal.

Um abraço

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

PSDB - UM PARTIDO DE COVARDES E CONIVENTES COM A PREVARICAÇÃO

NÃO SÓ DE CORRUPTOS E ACUSADOS DE CORRUPÇÃO, MUITO MAIS DO QUE ISSO, O PSDB É UM PARTIDO DE POLÍTICOS COVARDES, OPORTUNISTAS (MURISTAS...