sexta-feira, 3 de junho de 2016

SECRETÁRIA DE MICHEL TEMER É ACUSADA DE INTEGRAR ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA - OPERAÇÃO VOUCHER


PRESTES A SER EFETIVADA NA SECRETARIA DAS MULHERES, FÁTIMA PELAES (PMDB-AP) É INVESTIGADA EM INQUÉRITO QUE APURA DESVIO DE R$ 4 MILHÕES. EM MANIFESTAÇÕES FEITAS ANTES DE ASSUMIR DE FATO A SECRETARIA, ELA JÁ SE POSICIONOU CONTRA O ABORTO ATE EM CASOS DE ESTUPRO, MAS...VOLTOU ATRÁS. CHAMA A ATENÇÃO ELA DIZER QUE " FOI CURADA" POR SE TORNAR EVANGÉLICA. RESTA SABER SE A INVESTIGADA ENTENDE QUE, ATEUS OU SEGUIDORES DE OUTRAS RELIGIÕES, SÃO "DOENTES".

No relatório da Procuradoria-Geral da República estão detalhes da suspeita de envolvimento da talvez Secretária das Mulheres no esquema desmantelado pela Operação Voucher, em 2011.

Fátima Pelaes aparece no escândalo ligado a uma ONG fantasma que havia celebrado convênio com o Ministério do Turismo dois anos antes. Em 2013 
um inquérito foi aberto pelo Supremo Tribunal Federal, pois à época a INVESTIGADA era Deputada.

As investigações estão em andamento e sob a responsabilidade da Justiça Federal do AMAPÁ. Os sigilos fiscal, bancário e telefônico de Fátima Pelaes foram quebrados.

  Nos autos a PGR se manifesta da seguinte forma:  

"Toda essa articulação criminosa contou com a participação da deputada federal Fátima Pelaes, que constantemente se reunia com servidores do Ministério do Turismo para agilizar a liberação das verbas do convênio".

"A deputada Fátima Pelaes indicou uma ONG fantasma chamada Ibrasi para receber R$ 4 milhões de suas emendas para promover o turismo no Amapá. Quatro depoimentos a apontaram como beneficiária de parte do dinheiro".

"É razoável supor que o objeto inicial da celebração do convênio era o desvio e a apropriação dos R$ 4 milhões". 

"A parlamentar [Pelaes] teria ainda escolhido as pessoas que ministrariam os cursos oferecidos no âmbito do convênio, que aparentemente sequer foram realizados". 

"Tais pessoas teriam sido selecionadas para que, caso fosse apurada a não realização dos cursos, pudessem falsamente testemunhar afirmando terem efetivamente trabalhado".

  CONTRADITÓRIO  

A acusada e investigada nega ter cometido os crimes, e 
por enquanto goza do benefício da presunção de inocência, mas...

...Sua nomeação mostra a dificuldade que o presidente provisório tem em encontrar nomes de "NOTÁVEIS" para ocupar cargos em ministérios e secretarias.

Uma coisa é o ocupante de cargo ser acusado e processado após ter sido nomeado. Outra coisa, é chegar ao governo, já sob uma chuva de PROCESSOS INSTAURADOS e SUSPEITAS GRAVES.

Assim é o ministério golpista de Michel Temer. 

Nada de notáveis, e muito de "ANOTÁVEIS CRIMINALMENTE".

Nenhum comentário:

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

PSDB - UM PARTIDO DE COVARDES E CONIVENTES COM A PREVARICAÇÃO

NÃO SÓ DE CORRUPTOS E ACUSADOS DE CORRUPÇÃO, MUITO MAIS DO QUE ISSO, O PSDB É UM PARTIDO DE POLÍTICOS COVARDES, OPORTUNISTAS (MURISTAS...