domingo, 19 de junho de 2016

CAI MOTIVO DE IMPEACHMENT - PLANO SAFRA NÃO TEM ATO DE DILMA ROUSSEFF


A COMISSÃO DO GOLPE, ou Comissão do Impeachment, por ter em parte um caráter de apuração dos fatos sob a ótica da técnica e dos documentos, tem contribuído para PROVAR que a presidente Dilma Rousseff não cometeu crime de responsabilidade. 

Testemunhas, tem, dia após dia, derrubado a real existência de atos alegados como motivos para afastar a presidente. Como agora, o BANCO DO BRASIL, já sob o comando de um nomeado pelo governo golpista, informa via ofício, que "
não há atos praticados diretamente pela presidente afastada, Dilma Rousseff, nas liberações de pagamentos para o Plano Safra. 

Todo mundo sabe, entretanto, que isso em nada vai mudar o VOTO favorável à consumação do impeachment, da grande maioria de senadores, que ali estão não para julgar em conformidade com as provas, e sim, para atuar em jogo de CARTAS MARCADAS, num movimento golpista. e anti-democrático.

Apesar do HORROR que é o governo do interino TEMER, parte significativa de senadores do PMDB, PSDB e demais partidos, tem ligações com esse HORROR, E VOTARÁ PARA MANTÊ-LO.

O resultado ainda não está definido, mas, o que já sabíamos, que a presidente não cometeu crime de responsabilidade, está materialmente comprovado. 

Assim, se for mesmo DERRUBADA, será por conta dessa farsa golpista, que deseja dar o poder a quem não tem voto, aos que não se conformam em ter perdido a eleição, aos que querem uma boquinha dada por Temer, e aos que desejam enterrar de vez a operação LAVA JATO.
********************************************************************************
Banco do Brasil diz ao Senado que pedaladas do Plano Safra não têm ato de Dilma

Em ofício enviado à comissão do impeachment no Senado, o Banco do Brasil informa que não há atos praticados diretamente pela presidente afastada, Dilma Rousseff, nas liberações de pagamentos para o Plano Safra. 

Segundo o comunicado do banco, os pagamentos do plano são liberados por meio de portarias assinadas pelo ministro da Fazenda.

A informação fortalece argumento da defesa da presidente, segundo o qual ela não poderia ser condenada pelas chamadas pedaladas fiscais do Plano Safra por não ser responsável direta pela gestão do plano.

Fonte: UOL
18/06/16 21:29
Fuso horário de Brasília

Nenhum comentário:

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

PSDB - UM PARTIDO DE COVARDES E CONIVENTES COM A PREVARICAÇÃO

NÃO SÓ DE CORRUPTOS E ACUSADOS DE CORRUPÇÃO, MUITO MAIS DO QUE ISSO, O PSDB É UM PARTIDO DE POLÍTICOS COVARDES, OPORTUNISTAS (MURISTAS...

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS