domingo, 25 de outubro de 2015

EDUARDO PAES NÃO PODE MAIS INDICAR PEDRO PAULO PARA PREFEITO DO RIO DE JANEIRO

ESCÂNDALO DE AGRESSÃO À SUA ENTÃO MULHER EM 2010, ACABA COM AS PRETENSÕES POLÍTICAS DO SECRETÁRIO EXTRAORDINÁRIO DA PREFEITURA DO RIO



Clique para ampliar

AGRESSÃO TERIA SIDO "ABAFADA" E INQUÉRITO "ESQUECIDO" NA GAVETA, MAS...ALGUÉM DISPAROU O "FOGO AMIGO", LEMBROU E...COLOCOU O GRAVÍSSIMO FATO NA ORDEM DO DIA.

Vamos ver se o caso vai ter agora o encaminhamento devido. Resta saber o motivo de, após cinco anos, nada ter sido feito. A apuração não passou dos procedimentos iniciais na DELEGACIA DA MULHER, onde a QUEIXA de agressão foi registrada, e a então esposa de PEDRO PAULO encaminhada para CORPO DELITO, ficando constatada a agressão, inclusive com perda de dente.  PROVAS E DOCUMENTOS POR CERTO ESTÃO TODOS PRESERVADOS para serem devidamente encaminhados.

Não adianta agora dizer que não houve a agressão, e registrar documento em CARTÓRIO para que fique o dito pelo não dito. Para desmentir a agressão, a ex-esposa do SUPER SECRETÁRIO de Paes, terá que dizer quem lhe espancou, ou terá que assumir ter prestado uma queixa FALSA, além de FORJADO os sinais de que foi agredida, o que seria o mesmo que admitir ter ela cometido um CRIME.

É preciso ainda saber, quem foi a autoridade, ou no PLURAL, as autoridades, que podem ter INTERFERIDO para que o caso não virasse INQUÉRITO, e o SECRETÁRIO fosse enquadrado, possivelmente, na LEI MARIA DA PENHA. Ficam muito MAL nessa história, o antigo governador do Rio, o atual, o PREFEITO, o secretário de SEGURANÇA, o chefe da Polícia Civil e a autoridade policial que, em algum momento não cumpriu com a sua obrigação de apurar. Todos devem uma explicação ou NEGATIVA à sociedade.

Se houve de fato essa PRESSÃO e OMISSÃO, estão, ou deveriam estar, TODOS COMPLICADOS.

Quanto ao senhor PEDRO PAULO...

LEIA + AQUI

Pedro Paulo, candidato de Paes a sua sucessão agrediu sua ex-esposa.


Crime teria ocorrido em 2010. Em documento atual, vítima diz que inventou denúncia

3 comentários:

Trezentos de Esparta disse...

Curioso o comportamento da imprensa (principalmente as organizações Globo) em relação a Eduardo Paes.

Destoa flagrantemente da cobertura que a mesma imprensa dá ao Governo Federal.

Enquanto toda e qualquer ação promovida pelo Governo Federal é recheada de críticas azedas, nenhuma crítica é dirigida ao atual Prefeito do Rio de Janeiro.

As obras para a Olimpíada são acompanhadas com otimismo e até mesmo com uma certa euforia. Nenhuma suspeita, mesmo tênue, de qualquer malfeito na execução das obras, pelas mesmas empreiteiras implicadas na Lava Jato.

De fato, paralisar as obras que visam garantir a execução das Olimpíadas no Rio, por suspeitas de atos de improbidade administrativa, significaria um desastre internacional para o Brasil, e cujo preço seria pago, principalmente, pela população carioca.

Mas o mesmo ocorre em relação à inúmeras outras obras tocadas pela Administração Federal e que se encontram paralisadas. Quem perde com essas paralisações é a população brasileira. Aqui a lógica parece ser outra. Quanto mais a população se sente prejudicada pelos atrasos e pelos prejuízos das paralisações, mas esta poderá direcionar a sua ira contra os bodes expiatórios do Governo Federal.

Mas, afinal, por que Eduardo Paes goza de tanta blindagem da parte da imprensa?

A resposta parece evidente. Além de ser fabricado um eventual contraponto às administrações supostamente incompetentes do PT, trata-se também de garantir que os lucros advindos das receitas de publicidade provenientes da realização dos jogos olímpicos não sofram revezes. Mais do que impedir que o preço seja pago pela população carioca, o objetivo maior é impedir que parte do preço seja pago pelas organizações Globo.

Veremos em 2016, uma grande festa por ocasião da Olimpíada. Festa que será devidamente amplificada por intermédio da imprensa. Festa na qual estarão presentes os Marinhos, Eduardo Paes, Cesar e Rodrigo Maia, Os tucanos Aécio, Serra, Alckmin, FHC, Álvaro Dias. Festa na qual Dilma e Lula sequer estarão entre os convidados. Nem mesmo na cozinha preparando os drinques.

Observa-se, hoje, em relação a Eduardo Paes, o mesmo tipo de "romance" que "O Globo" já manteve com Carlos Lacerda. Romance este que, quando acabou, terminou muito mal para Lacerda.

Trezentos de Esparta disse...


Um adendo ao comentário acima.

Leio agora no Globo artigo que parece indicar que o romance mantido com o Prefeito Eduardo Paes passa por momento de turbulência. Por enquanto pode apenas ser uma pequenas rusga normal entre casais.

Os custos para o Globo, caso a rusga prospere, são muito elevados e não nos autorizam a apostar em futuras reportagens que possam vir a torpedear o oba-oba com as obras preparatórias para os jogos olímpicos. O mais provável é uma acomodação entre as partes.

http://oglobo.globo.com/rio/paes-inaugura-piscinao-na-tijuca-faz-campanha-eleitoral-17874130

Aguardemos o desenrolar.

Maurício Suzuki disse...

Quem tem interesse na saída de Pedro Paulo é a Universal que beneficiará o Crivella e prejudicará a Globo, por isso reportagens tendenciosas na Record.


EM DESTAQUE - LEIA AGORA

JOÃO DORIA E ACMN LEVAM UMA MERECIDA CHUVA DE OVOS EM SALVADOR - EM VÍDEO

OS OVOS CHOCARAM E APODRECERAM ASSIM QUE TIVERAM CONTATO COM A CABEÇA DOS DOIS PREFEITOS LEIA A MATÉRIA AQUI

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS