terça-feira, 25 de novembro de 2014

LICENÇA PARA MATAR JOVENS NEGROS - NOS ESTADOS UNIDOS !


EUA / MISSOURI — O policial Darren Wilson, que matou com um tiro de pistola o jovem negro Michael Brown, de 18, na cidade de Ferguson, no Estado do Missouri - EUA - está livre de responder pelo crime que desencadeou uma violenta ONDA DE PROTESTOS e trouxe de volta de forma mais intensa a questão do RACISMO nos EUA, desde agosto último, quando o fato ocorreu. 

A decisão foi tomada na noite desta segunda-feira, e foi anunciada pelo Júri reunido no tribunal da cidade de Clayton, situada a 13 quilômetros ao sul de Ferguson e que tem ao contrário do local onde o assassinato ocorreu, uma proporção demográfica maior de brancos, e permitiu que o juri fosse composto por sete homens (um negro) e cinco mulheres (duas negras).

A decisão já desencadeou uma série de protestos e apesar dos apelos de OBAMA por moderação, inclusive da polícia de Ferguson, NÃO PARECE QUE SERÃO NADA PACÍFICOS.

Em Nova York, um policial matou menino negro de 12 anos que estava sentado num balanço de praça pública. A criança estava com uma réplica de pistola. O caso não será ao menos investigado e as autoridades já declararam que tudo não passou de um lamentável "acidente".

Por certo que os responsáveis pelo menino e quem lhe forneceu a "arma de brinquedo" também deveriam ser responsabilizados, mas, considerar que esse tipo de ação policial é correta, revela o quanto de VIOLÊNCIA e autoritarismo, a polícia de Nova York carrega. Se o menino fosse branco, e não latino, muito provavelmente o desfecho seria outro.

Leia mais AQUI 

3 comentários:

Anônimo disse...

Aos 27 anos, Gustavo Nunes Garcia, filho do jornalista Alexandre Garcia, da TV Globo, foi encontrado morto na madrugada do último domingo (23), em Brasília.

O rapaz morava com a mãe na Asa Norte da capital federal e a causa de sua morte ainda não foi divulgada. O enterro e o velório foram realizados na cidade.

A Polícia Civil do Distrito Federal vai investigar o ocorrido e já abriu inquérito. As informações são da revista "Veja Brasília".

José Antônio disse...


Nem com um presidente negra essa chaga é cicatrizada nos EUA.

Aqui, também, as coisas funcionam de forma parecida. Só que a bagunça policial é maior.

Eu diria que a diferença principal é que lá a polícia é mais controlada pela sociedade. E, se a sociedade é racista, a polícia também é.

Aqui, a sociedade está pouco se lixando e a polícia acaba sendo um órgão sem controle de ninguém. Como nossa sociedade é, também, racista, nossa polícia também é, apenas por reflexo.

José Antônio disse...

Digo: "Presidente negro".

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

JOÃO DORIA E ACMN LEVAM UMA MERECIDA CHUVA DE OVOS EM SALVADOR - EM VÍDEO

OS OVOS CHOCARAM E APODRECERAM ASSIM QUE TIVERAM CONTATO COM A CABEÇA DOS DOIS PREFEITOS LEIA A MATÉRIA AQUI

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS