quinta-feira, 23 de outubro de 2014

PESQUISAS IBOPE E DATAFOLHA - DILMA ROUSSEFF AMPLIA VANTAGEM SOBRE AÉCIO NEVES

IBOPE: DILMA 49% X 41% AÉCIO (VOTOS TOTAIS)
DATAFOLHA: DILMA 53% X 47% AÉCIO (VOTOS VÁLIDOS)


Pesquisa Datafolha finalizada nesta quinta-feira (23) mostra a presidente Dilma Rousseff (PT) pela primeira vez à frente do senador Aécio Neves (PSDB) no segundo turno da eleição presidencial.

Conforme o instituto, Dilma tem 53% das intenções de votos válidos, enquanto Aécio tem 47%. A margem de erro do levantamento é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. A diferença entre eles, portanto, está além dos limites máximos da margem.

Nas quatro pesquisas anteriores do Datafolha neste segundo turno, a situação sempre foi de empate técnico. Nas duas primeiras, com o tucano numericamente à frente (ambas por 51% a 49%). Nas duas últimas, com a petista numericamente à frente (nos dois casos, por 52% a 48%).

Em votos totais, Dilma alcança 48%, Aécio atinge 42%. Brancos e nulos somam 5%. Outros 5% dizem não saber em quem votar.

A nova pesquisa Datafolha também investigou a avaliação do governo Dilma. Segundo o levantamento, 44% julgam a administração petista "boa ou ótima", ante 42% do levantamento anterior.

Trata-se do melhor patamar desde junho de 2013. No mês das grandes manifestações de rua, a aprovação de Dilma despencou de 57% para 30%.

A pesquisa mostra ainda que 41% dos eleitores afirmam que não votam em Aécio "de jeito nenhum". Em duas semanas, a rejeição dele subiu 7 pontos (era de 34% em 9 de outubro). Já a taxa de rejeição de Dilma está em 37% —6 pontos a menos do que o registrado há duas semanas (43%).

Por encomenda da Folha e da TV Globo, o Datafolha ouviu 9.910 pessoas na quarta (22) e nesta quinta (23). O nível de confiança do levantamento é 95% (significa que em 100 pesquisas com esta mesma metodologia, os resultados estarão dentro da margem de erro em 95 ocasiões). O registro no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) é BR-1162/2014.





Votos totais:

Se forem incluídos os votos brancos e nulos e dos eleitores que se declaram indecisos, os votos totais da pesquisa estimulada são:

- Dilma Rousseff (PT): 49%
- Aécio Neves (PSDB): 41%
- Branco/nulo: 7%
- Não sabe/não respondeu: 3%

O Ibope ouviu 3.010 eleitores em 203 municípios entre os dias 20 e 22 de outubro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-01168/2014.

Rejeição

O Ibope perguntou, independentemente da intenção de voto, em qual candidato o eleitor não votaria de jeito nenhum. Veja os números:
Aécio - 42%
Dilma - 36%

Expectativa de vitória

O Ibope também perguntou aos entrevistados quem eles acham que será o próximo presidente da República, independentemente da intenção de voto. Para 51%, Dilma sairá vitoriosa; 38% acreditam que Aécio ganhará; 10% não sabem ou não responderam.

4 comentários:

José Antônio disse...

Não acreditemos! Não acreditemos!

Continuemos mobilizados, pois os institutos perderam credibilidade no primeiro turno.

A luta continua!

José Antônio disse...


O que podemos afirmar, sem medo de errar é que existe uma luta acirrada entre os dois institutos.

As diferenças apontada por eles estão dentro da margem de erro.

Isso significa que o Datafolha pode ter dado 2% a mais ou 2% a menos para Dilma e Aécio e que o IBOPE pode ter dado 2% a mais ou a menos para ambos os candidatos.

A confiabilidade das pesquisas é de 95%. Em outras palavra, se ambos os institutos fizerem 100 pesquisas semelhantes, em 95 a diferença entre eles estará dentro da margem de erro.

Já o resultado das eleições só saberemos ao final da noite do dia 26.

Sequer poderemos confiar nas pesquisas de boca de urna de qualquer dos institutos.

Assim, mãos à obra para que não sejamos surpreendidos com resultados inesperados no domingo.

José Antônio disse...


Bond, eu acho que a gente não deve tripudiar sobre os adversários.

Aécio Neves, por exemplo, não tem apenas aspectos positivos. Há também aspectos em que ele merece elogios.

Acho Aécio Neves, por exemplo, um homem de muito bom gosto no que se refere às características exteriores de suas namoradas (com uma ou outra exceção, é claro).

Sugiro um post em que os melhores momentos de Aécio Neves neste quesito seja divulgado.

Para não atrapalhar o candidato, neste momento tão crítico, o post poderia ser publicado após o final das eleições.

José Antônio disse...


Corrigindo:

"Aécio Neves, por exemplo, não tem apenas aspectos negativos."

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

JOÃO DORIA E ACMN LEVAM UMA MERECIDA CHUVA DE OVOS EM SALVADOR - EM VÍDEO

OS OVOS CHOCARAM E APODRECERAM ASSIM QUE TIVERAM CONTATO COM A CABEÇA DOS DOIS PREFEITOS LEIA A MATÉRIA AQUI

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS