sábado, 23 de agosto de 2014

MARINA SILVA TERCEIRIZA RESPOSTA SOBRE AVIÃO ILEGALMENTE USADO POR EDUARDO CAMPOS

E BETO ALBUQUERQUE INSISTE EM FAZER INSINUAÇÕES IRRESPONSÁVEIS SOBRE 
"O QUE DERRUBOU O AVIÃO"

Com seu 'discursinho' de bom mocismo tipo: "José Serra não vai nos faltar", ou: "Os 40 MINISTÉRIOS, vamos reduzir para economizar", a candidata MARINA SILVA - REDE - fez campanha hoje em Pernambuco. 

Não disse nada (ao menos que a grande imprensa tenha registrado) de proveitoso para enriquecer a campanha eleitoral e o debate. Marina tem sido de uma mesmice impressionante, embora se auto-proclame, o novo na política.

O pior, porém, ficou para o final do evento de campanha, na parte destinada a uma entrevista ao AR LIVRE, mas, com microfones e caixas de som controladas por militantes. Um repórter OUSOU tocar no assunto AVIÃO DE USINEIROS/EMPRESÁRIOS IRREGULARMENTE UTILIZADO POR EDUARDO CAMPOS E MARINA SILVA NA ATUAL CAMPANHA. Como se sabe, a aeronave que caiu e que tragicamente matou Campos, estava irregular sob todos os aspectos.

Diante de uma platéia furiosa que desferiu impropérios ao repórter, e o acusou de ser 'PETISTA' ??, Marina Silva fugiu da RAIA e se negou a dar resposta, passando o microfone para BETO ALBUQUERQUE, seu agora VICE, que também não respondeu a pergunta, mas, aproveitou o momento para reforçar as "DÚVIDAS" sobre o que motivou a queda do AVIÃO.

ALBUQUERQUE prefere partir para o CAMPO das obscuras TEORIAS DE CONSPIRAÇÃO, deixando no AR a possibilidade de que o AVIÃO tenha sido SABOTADO.

A QUESTÃO "parece" simples. 

O AVIÃO, por estar IRREGULARMENTE CEDIDO, jamais deveria ter sido utilizado. Se não fosse utilizado, NÃO CAIRIA naquela fatídica manhã de QUARTA-FEIRA, quando devido ao mau tempo ele não pode pousar, precisou arremeter, perdeu visibilidade e estabilidade, e caiu, sem estar pegando fogo, como mostram as esclarecedoras imagens de uma câmera de segurança, que registrou o momento da queda.
=======================================================================

POLÍCIA FEDERAL INVESTIGA SÓCIO DE EDUARDO CAMPOS

SÃO PAULO - A Polícia Federal investiga se o sócio do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, Aldo Guedes Álvaro, é o verdadeiro dono do jato Cessna Citation 560 XLS, prefixo PR-AFA, que caiu no dia 13, em Santos (SP), matando o candidato à Presidência do PSB e mais seis pessoas.

Homem de confiança de Campos, Guedes era seu sócio na Fazenda Esperança, área de 210 hectares, e na Agropecuária Nossa Senhora de Nazaré, em Brejão (PE). Ele também é casado com uma prima da família.

Nenhum comentário:

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

JOÃO DORIA E ACMN LEVAM UMA MERECIDA CHUVA DE OVOS EM SALVADOR - EM VÍDEO

OS OVOS CHOCARAM E APODRECERAM ASSIM QUE TIVERAM CONTATO COM A CABEÇA DOS DOIS PREFEITOS LEIA A MATÉRIA AQUI

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS