quinta-feira, 21 de agosto de 2014

CASOS DE EBOLA NO RIO DE JANEIRO NÃO SÃO CONFIRMADOS

AUTORIDADES DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO E DO MINISTÉRIO DA SAÚDE DIZEM QUE NÃO EXISTEM CASOS NEM MESMO SUSPEITOS.


BOATOS NAS REDES SOCIAIS SÃO ATITUDES IRRESPONSÁVEIS

Circulam nas REDES SOCIAIS boatos sem qualquer fundamento de que dois casos de EBOLA foram confirmados na Cidade do Rio de Janeiro. Segundo os boateiros, um caso foi diagnosticado na UPA de Marechal Hermes e outro em Botafogo. Não é verdade. 

Ainda que muito grave, a questão do VÍRUS EBOLA continua restrita à região de parte da África. As autoridades sanitárias do Brasil já possuem um esquema de atendimento de pessoas possivelmente infectadas que venham ou retornem ao Brasil, procedentes do continente africano. 

VEJA O QUE DIZ O MINISTÉRIO DA SAÚDE

EBOLA: Saúde afirma que boatos sobre casos no Brasil não são verdadeiros

LOC/REPÓRTER: Não existem pessoas infectadas por Ebola no Brasil e o risco de transmissão para o país continua baixo. De acordo com o diretor de vigilância de doenças transmissíveis do Ministério da Saúde, Cláudio Maierovitch, os boatos que circulam atualmente nas redes sociais e por meio do aplicativo Whatsapp sobre possíveis casos de Ebola não são verdadeiros.

TEC/SONORA: diretor de vigilância de doenças transmissíveis do Ministério da Saúde - Cláudio Maierovitch

" Como a ocorrência de Ebola na África é um fato diferente, que assusta muita gente, e tem sido objeto de muita notícia em todos os meios de comunicação, muitos boatos têm surgido também. Boatos sobre casos no Brasil, sobre suspeitos, até mesmo sobre óbitos. Isso não procede. Até o momento o Brasil está absolutamente livre do Ebola."

LOC/REPÓRTER: O diretor de vigilância de doenças transmissíveis, Cláudio Maierovitch, explica também que só são considerados casos suspeitos de Ebola pessoas com sintomas da doença que vieram dos países acometidos pelo vírus .

TEC/SONORA: diretor de vigilância de doenças transmissíveis do Ministério da Saúde - Cláudio Maierovitch

" Só são considerados suspeitos de ter a doença pessoas que vem de um dos três países onde há epidemia : Serra Leoa. Guiné ou Libéria. Nenhum outro país africano neste momento é considerado de risco para a transmissão da doença. Então pessoas que vem desses três países e apenas deles, e que manifestam febre, são considerados suspeitos e serão examinados e entrevistados pelo serviços de saúde brasileiros que estão preparados para essa situação. " 

LOC/REPÓRTER: Caso sejam identificados casos suspeitos de Ebola nas cidades brasileiras que possuem aeroportos internacionais, as unidades do serviço de SAMU já estão preparadas para encaminhar esses indivíduos aos hospitais de referência. Para saber mais, acesse www.saude.gov.br

Reportagem , Débora Rocha

Nenhum comentário:

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

JOÃO DORIA E ACMN LEVAM UMA MERECIDA CHUVA DE OVOS EM SALVADOR - EM VÍDEO

OS OVOS CHOCARAM E APODRECERAM ASSIM QUE TIVERAM CONTATO COM A CABEÇA DOS DOIS PREFEITOS LEIA A MATÉRIA AQUI

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS