domingo, 3 de agosto de 2014

BASTIDORES DO TRÁFICO DE DROGAS EM MINAS GERAIS - PRIMO DE AÉCIO NEVES SERÁ JULGADO POR INTERMEDIAR COMPRA DE LIBERDADE PARA TRAFICANTES

NADA PROVADO, MAS TAMBÉM NADA ESCLARECIDO ! HÁ UMA FORTE DÚVIDA NO 'AR', E MUITAS OUTRAS QUANDO SE BAIXA O TREM DE POUSO, E ATERRISSA NA CLANDESTINIDADE.


PRIMO DE AÉCIO TERIA CONFESSADO EM DEPOIMENTO, PARTICIPAÇÃO EM ESQUEMA PARA LIBERAR TRAFICANTES DE DROGAS NA REGIÃO DE CLÁUDIO - MINAS GERAIS


Empresário confessou propina

O empresário de Claúdio, no Centro-Oeste mineiro, Tancredo Tolentino, 52 anos, conhecido como Quedo, confessou em depoimento à Polícia Federal ter repassado recursos para o desembargador Hélcio Valentim, acusado de envolvimento em um esquema de venda de sentença para a libertação de traficantes. Em depoimento ao delegado federal Antônio Benício de Castro Cabral, no dia da Operação Jus Postulandi, Quedo disse ter recebido do advogado e vereador Walquir Avelar um envelope de papel pardo com R$ 45 mil. Ele disse que entregou R$ 40 mil ao desembargador em uma fazenda em Carmo da Mata, pouco antes da concessão do habeas corpus que liberou os traficantes do Mato Grosso presos em Minas Gerais Braz Correa de Souza e Jesus Jerônimo Silva. O restante do dinheiro – R$ 5 mil – foi a parte dela na negociação.

Quedo, amigo de Walquir há cerca de 10 anos e do desembargador há quatro, afirma que foi procurado pelo advogado para interceder a favor da libertação dos traficantes por causa de uma palestra dada por Valentim no Triângulo Mineiro. Segundo o depoimento de Quedo, nessa palestra o desembargador teria dito que em casos de processo penal ele não admite excesso de prazo. Em todos os habeas corpus concedidos por ele e investigados pela PF, contudo, Valentim alegou que os presos estavam detidos além do prazo permitido pela legislação sem julgamento da causa. Ele informou à PF ter intercedido junto a Valentim a favor dos clientes de Walquir “quatro ou cinco vezes no decorrer deste ano”. Ele também revelou que uma negociação para a libertação de dois traficantes – os irmãos Thiago e Ricardo Bucalon – não prosperou, pois os dois não teriam obtido o dinheiro para pagar pela sentença.

“O interrogado (Quedo) confirma que pediu vários favores ao desembargador Valentim e que ao obter sucesso lhe dava certa quantia em dinheiro apenas como forma de agradecimento’, diz um trecho do depoimento de Quedo. Durante o depoimento, ele confessou ter repetido o mesmo esquema usado para libertar os traficantes Braz Correa de Souza e Jesus Jerônimo Silva, para beneficiar Leandro Zarur Maia: teria dado R$ 40 mil ao desembargador, dinheiro repassado a ele por Walquir (Quedo ficou com R$ 5 mil). Ele contou que repassava ao desembargador cópia dos processos e pedia instruções sobre como redigir os pedidos de soltura, dados que eram entregues a Walquir. 

========================================================================

30/06/2011

Parente de Aécio Neves é preso em operação da PF em Minas Gerais

setembro 5, 2011
Desembargador envolvido em esquema de habeas corpus investigado pela Polícia Federal
http://www.sindojusmg.org.br/site/?p=9557

DECISÕES NO VAREJO - 

4 comentários:

H.P. disse...

A HISTÓRIA SE REPETE. PODERÁ SER, supostamente, OUTRO MASSACRE ENTRE QUADRILHAS?

"O MASSACRE DO DIA DE SÃO VALENTIM,
é o nome que ficou conhecido o assassinato de sete pessoas nos Estados Unidos da América, causado por um conflito entre duas poderosas quadrilhas do SUDESTE - Chicago, Illinois. As quadrilhas eram a Gangue do Lado Sul, liderada pelo ítalo-americano-senador Al Capone e a Gangue do Lado Norte, cujo chefão era o polaco-irlandês-governador Bugs Moran. Membros da Egan's Rats psdb também foram suspeitos de terem participado do massacre, do lado de Capone...".

José Antônio disse...


Estranho.

Até o jornal Estado de Minas,, que sempre foi censurado pelos irmãos Naves... digo, irmãos Neves, já publica notícias negativas para o Aécim?

O que estará acontecendo para o Aecim ser deixado no meio do caminho, abandonado pelos seus "amigos"?

José Antônio disse...


Acho que a notícia é de 2011.

Não achei nada no "Estado de Minas".

Alguém tem o link para o EM?

BONDeblog S. O. disse...

José

A notícia é do ESTADO DE MINAS, de quando o fato ocorreu (2011), reproduzida em por vários outros sites, e relembrada agora por conta do uso do Aeroporto clandestino e do próximo julgamento do familiar de Aécio, um dos que ficava com as chaves do portão do AEROPORTO DE CLÁUDIO.

Quanta muamba será que passou por ali ?

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

JOÃO DORIA E ACMN LEVAM UMA MERECIDA CHUVA DE OVOS EM SALVADOR - EM VÍDEO

OS OVOS CHOCARAM E APODRECERAM ASSIM QUE TIVERAM CONTATO COM A CABEÇA DOS DOIS PREFEITOS LEIA A MATÉRIA AQUI

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS