domingo, 6 de julho de 2014

ANALFABETISMO É UMA VERGONHA NACIONAL...NA ALEMANHA

DESAFIO DE NAÇÃO DESENVOLVIDA - 7,5 milhões de adultos não sabem ler nem escrever


Um sistema educacional excludente, que ignora os portadores de necessidades especiais ou as crianças que passam por período de grande problema, inclusive com separação entre os pais, e acabam faltando às aulas ou tendo o aproveitamento comprometido, deságua em milhões delas não se alfabetizando no tempo previsto. Estas crianças acabam ficando para trás, sem que o sistema educacional alemão lhes dê em tempo apropriado possibilidade de recuperação. 

Dificuldades econômicas afetam também as famílias da Alemanha, que nem sempre podem recorrer às aulas de um professor/explicador particular. O ALARMANTE resultado disso é que a Alemanha, uma nação tida como desenvolvida, possui aproximadamente 7,5 MILHÕES de ADULTOS ANALFABETOS.

Essa massa humana acaba, curiosamente, encontrando emprego de forma muito mais fácil do que outros com ALTO GRAU DE INSTRUÇÃO. É que a RICA NAÇÃO DA EUROPA, tem necessidade de gente com BAIXA QUALIFICAÇÃO para preencher vagas de trabalho em empregos de baixa complexidade. Do outro lado, para quem se QUALIFICA, faltam empregos.

Post com base em informações de O Globo - Matéria de 06/07/2014 - Pág. 42
Alemanha enfrenta a praga invisível do analfabetismo
Autoria: Graça Magalhães - Correspondente

=======================================================================
É para refletir.

Segundo o Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) de 2012, o Brasil tem 13,2 milhões de analfabetos com 15 anos ou mais. Nossa população é de aproximadamente 200 milhões de habitantes.

A Alemanha tem uma população estimada em 82 MILHÕES de habitantes e 7,5 MILHÕES deles são analfabetos.

9 comentários:

LRM disse...

DESAFIO DE NAÇÃO DESENVOLVIDA - 7,5 milhões de adultos não sabem ler nem escrever
ˆˆˆˆˆˆˆˆˆˆˆˆˆˆˆ
Décadas serão necessárias para reverter os estragos sociais causados pelo comunismo na antiga Alemanha oriental. Some-se a tudo isso os imigrantes analfabetos dos Bálcãs e da Äfrica.

Esse número já foi maior quando o Lula visitava aquele país. :)

José Antônio disse...


O comentário acima demonstra uma enorme ignorância do processo histórico sofrido pela Alemanha no pós guerra.

A atribuição do surpreendente alto índice de analfabetismo na Alemanha atual à antiga Alemanha Oriental é uma demonstração de ignorância histórica e/ou desonestidade intelectual.

Ou tudo junto e misturado.

A rasteira "piadinha", ao final, demonstra, ainda, que a autora se locomove no mesmo nível da "gracinha" por ela elaborada.

Certas pessoas, caladas, podem dar a impressão de serem mais inteligentes. Deveriam pensar duas vezes antes de revelar ao mundo sua indigência mental.

LRM disse...

O comentarista José Antônio escreveu, escreveu e escreeou, mas não disse nada , como de hábito.

Claro, na opinião dele a Alemanha deve ser um paiseco, sem estrutura, governo e agora sem educação. Só falta dizer que o PIB deles é pior do que o nosso também. A saúde por lá deve ser um horror também pois eles não dispõem dos grandes médicos de Cuba.

Bom mesmo é o brasilzão da Dilma, que já conseguiu fazer até uma Copa do mundo mas cujo trem-bala vai ficar para a posteridade, quem sabe lá para o ano 2135.

Bem que a Alemanha podia ajudar mandando pra cá seus trenzinhos da Banhoff.

BONDeblog S. O. disse...

Senhora Lucia

Sua negativa em abordar os temas de forma a realizar um debate/conversa que possa resultar em algo proveitoso é impressionante.

A unificação da Alemanha está prestes a completar 25 anos. Tempo suficiente para que esse problema fosse reduzido, mas, como a matéria mostra, não sei se a senhora se deu ao trabalho de ler antes de comentar, o sistema educacional de lá, é excludente, é perverso com quem tem algum tipo de problema. E isso não tem nada com a antiga RDA.

A matéria tem a única intenção de mostrar como o analfabetismo é um problema grave em todo o mundo, apenas isso.

H.P. disse...

A PALAVRA DO PAPA FRANCISCO.

Fala, o PAPA FRANCISCO, sobre a politica de exclusão social(capitalismo) levada a efeito pelos liberais e neo-liberais de DIREITA, tal qual aqui é defendida, a exclusão social, pelo PSDB/DEM/PPS.

PAPA FRANCISCO disse:

"O papa Francisco criticou o sistema econômico desumano que causa níveis de desemprego entre jovens, atingindo “50% na Espanha, 60% na Andaluzia”, classificando-o como exemplo da cultura de exclusão.

Ele comentou sobre o desemprego, que considera grave, e acrescentou, como publicou o diário La Stampa, que o mundo está “em um sistema econômico onde o centro é o dinheiro, não a pessoa humana”.

- Papa Francisco prega contra "ditadura da economia" e defende reforma financeira

Para o papa, “esse sistema exclui para se manter”, exemplificando com crianças, idosos e jovens. Sobre crianças, disse que o número de nascimentos não é elevado - na Itália, menos de dois por casal, na Espanha, ainda menos”.

Quanto aos idosos, lembrou que são excluídos, "também com a eutanásia oculta - os medicamentos só dão até um certo ponto”.

A propósito dos jovens, disse acreditar que, na Itália, “o desemprego está próximo de 40%, na Espanha, 50%, e em Andaluzia, 60%”.

Para o papa, há uma geração de pessoas que não estuda nem trabalha, e "esta cultura de exclusão é gravíssima. Não apenas na Europa, mas na Europa sente-se com força”.

LRM disse...

Sr. Bond,
o senhor também nãp deve ter lido o que eu escrevi. A imigração dos Bálcãs e África contribui para agravar o problema.

BONDeblog S. O. disse...

E daí ?

A Alemanha precisa desses imigrantes. São eles que fazem o serviço pesado, insalubre e mal remunerado.

Fácil citar imigrantes como estorvo. Argumento puramente preconceituoso, e que não minimiza em nada o grave problema de quase 18% da população da Alemanha ser analfabeta, e a maioria deles, são cidadãos nascidos na Alemanha.

LRM disse...

Já estive 2 vezes na Alemanha e não vi nada disso. Pelo contrário, ali até as faxineiras falam inglês, e fluente.

Anônimo disse...

Time de futebol do Brasil? To nem lixando.Mas sofrer calado? Tem mais que zuar quem se importa.Dizer que somos piores em tudo, inclusive futebol e tornar isso politico? Isso e babaquice.Tirando a roubalheira que existe em qualquer lugar do mundo mas aqui e sempre mas noticiado, varios comercios setores da industria lucraram com essa copa.
Apesar de tudo o Brasil ficou um pouco melhor.Problemas todos lugares tem ate a Alemanha que tos exaltam hoje como exemplo de belo pais.Vejam:

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

JOÃO DORIA E ACMN LEVAM UMA MERECIDA CHUVA DE OVOS EM SALVADOR - EM VÍDEO

OS OVOS CHOCARAM E APODRECERAM ASSIM QUE TIVERAM CONTATO COM A CABEÇA DOS DOIS PREFEITOS LEIA A MATÉRIA AQUI

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS