terça-feira, 6 de maio de 2014

AÉCIO NEVEX O PENXADOR - FRASEX



Foto-montagem de ilustração/caricatura tirada da Internet sem indicação de autoria - Frases de nossa autoria - Qualquer semelhança com personagem da vida real é coincidência.

7 comentários:

Jbmartins-Contra o Golpe disse...

Tem muito rolo para desenrolar
http://www.pragmatismopolitico.com.br/2013/03/andrea-falca-ex-esposa-aecio-neves.html

LRM disse...

Diga-me, Sr. Bond, que no governo FHC a Petrobrás era a 12o maior empresa do mundo. Hoje está em 120o lugar. Quem produziu esse desastre?

Diga-me, Sr. Bond, a quem pertence a Petrobrás na realidade hoje? Ao povo brasileiro é que não é.

Usar o terrorismo de uma suposta privatização da Petrobrás, visando ganhar votos, é uma prática de guerrilha virtual. O próprio FHC sempre foi contra a privatização da petroleira. Um erro crasso. A privatização fez bem a todas as estatais que passaram por isso. Estão aí a Vale, Embraer, CSN, Usiminas, Telebrás e tantas outras para provar.

BONDeblog S. O. disse...

Senhora Lucia

Boa tarde

Esse seu RANKING me parece sem fundamento. Mas, sem querer lhe contestar de forma preventiva, peço que apresente a fonte e onde essa informação foi publicada.

A Petrobras pertence sim ao povo brasileiro. Ela atua hoje, com foco no BRASIL e seu desenvolvimento - a questão do conteúdo nacional obrigatório é um exemplo disso - e não só com foco na lucratividade dos seus acionistas.

Aliás, eu já publiquei aqui, com fatos comprovando, que o valor da PETROBRAS não caiu coisa nenhuma.

FHC sempre foi favorável a privatização da PETROBRAS, o PSDB é favorável, negam por medo de perder votos. Eu não inventei que com FHC colocaram um X no nome da empresa, e que o monopólio foi quebrado.

Foi uma prática dos TUCANOS, colocar no osso as empresas públicas, para depois vender por preço VIL.

José Antônio disse...


Bond, o caso Malhães, como previsto, sofre uma reviravolta:

Caso Malhães: caseiro contraria polícia e diz que não confessou participação no crime

"Pires negou ter confessado participação no crime como alega a polícia, e que sua abordagem pelos policiais na delegacia foi feita sem a presença de um advogado no dia da prisão. O caseiro, que diz ser analfabeto, ainda contou à comissão que reconheceu o irmão por uma tatuagem. E que durante o período em que os assaltantes ficaram na casa fizeram uma ligação para uma pessoa ir buscá-los."

http://oglobo.globo.com/pais/caso-malhaes-caseiro-contraria-policia-diz-que-nao-confessou-participacao-no-crime-12393179

Nós sempre estranhamos a "apuração" tão rápida do caso, associando-o a um crime comum.

Ao contrário de RA que, já "sabia desde o início" de que o motivo do crime havia sido roubo, nós nunca engolimos esta história.

Que se continue investigando. Um crime desta envergadura não pode se contentar com uma declaração simplista de um delegado.


José Antônio disse...


Excelente artigo de Mauro Santayana, outro que está ajudando a desfazer mitos propositalmente espalhados via Internet, inclusive por comentadores aqui deste blog, e que só servem para provocar confusão, uma vez que desprovidos de fundamentos:

A PERENIDADE DO MAL E A BATALHA DOS JUSTOS

"(Jornal do Brasil) - O mundo comemorou na semana passada o Dia do Holocausto judeu. Em nome de um mito - a escolha de Jesus por uma multidão, no lugar de Barrabás, às vistas de um Pilatos de mãos recém lavadas, para percorrer as estações da Paixão, até seu definitivo encontro com o Pai, no alto do Gólgota - os hebreus foram discriminados, roubados, torturados e assassinados por quase dois mil anos, até encarar, em lugares como Auschwitz-Birkenau, Maydanek, Sobibor, Bergen-Belsen, Dachau, Terezin, Babi Yar, Treblinka, o ponto culminante de seu calvário.

Jesus era judeu – e seis milhões deles foram exterminados na Europa - mas poderia ser cigano, um povo que vaga, quase que desde a mesma época, pelo mundo, e que perdeu, nos mesmos campos de extermínio erguidos pelos nazistas da Divisão da Caveira, quase dois milhões de homens, mulheres e crianças. Muitas como vítimas de experiências médicas, como as do Dr. Joseph Mengele (foto), que injetava tinta nos olhos de meninos e meninas em Auschwitz e dissecava gêmeos com poucos dias de vida, logo depois de chegados ao campo.

Jesus era judeu, mas poderia ter sido um dos 30 milhões de russos, que morreram na Segunda Guerra Mundial, muitos deles executados e enterrados em valas comuns logo que os assassinos dos Einzatzgruppen chegavam, precedidos das tropas da Wermacht, para cumprir sua tarefa de matar comunistas - o que incluía a maioria da população soviética - quem soubesse ler e escrever, os judeus, os ciganos, e os vira-latas, para que o Exército Vermelho não os adestrassem para entrar debaixo dos Panzers alemães, com minas antitanque amarradas na barriga.

O virulento retorno do anticomunismo; a tentativa solerte de comparar o comunismo ao nazismo, quando foram os comunistas que derrotaram os nazistas, na Batalha de Stalingrado, no cerco de Leningrado, até o covil do diabo, na Batalha de Berlim, levando Hitler e outros dirigentes nazistas ao suicídio; o aumento do número de internautas que propugnam, livremente, o assassinato de suspeitos, a institucionalização da tortura, e a quebra do Estado de Direito, com o fim do voto e a instauração de nova ditadura; tudo isso mostra que os demônios do conservadorismo e da ignorância continuam unidos, em tenebroso pacto, e conspiram para arrebatar corações férteis para o ódio e o preconceito. Como nas vésperas da chegada de Hitler ao poder, que levou ao sadismo ensandecido dos campos de extermínio.

O Dia do Holocausto Judeu, que nos lembra também outros holocaustos perpetrados pelos nazistas, como o dos aleijados e doentes mentais, o dos padres e pastores, o dos comunistas e socialistas, o dos homossexuais, o das Testemunhas de Jeová, serve para manter viva em nossa memória a noite que se abateu sobre a Europa há 75 anos, há não mais que alguns instantes, portanto, em termos históricos. E a necessidade de estar sempre atentos ao mal e a combatê-lo, cortando sua cabeça, que renasce, como as da Hidra, todas as vezes que ela insistir em se erguer, passando por entre as gretas que nos separam do inferno, para se insinuar em nosso mundo.
"

http://www.maurosantayana.com/2014/05/a-perenidade-do-mal-e-batalha-dos-justos.html

José Antônio disse...


Jânio de Freitas denuncia, hoje, na Folha, projeto que escancara as portas para a corrupção.

Trata-se de projeto que pretende legalizar as apostas de jogos de futebol, por Internet, e que é patrocinado pelo Deputado Tucano, Otávio Leite, do Rio de Janeiro:

Outro campo de corrupção

http://www1.folha.uol.com.br/colunas/janiodefreitas/2014/05/1449906-outro-campo-de-corrupcao.shtml


BONDeblog S. O. disse...

José

Como escrevi, ladrão comum não asfixia vítima com travesseiro. Ladrão comum não rouba disco rígido DE COMPUTADOR.

E FIZ UMA OBSERVAÇÃO quando divulguei a notícia da prisão do caseiro.

A Polícia já prendeu um dos autores do crime ( é preciso saber em que condições se deu a confissão), resta saber quem mando cometer o crime.

Eu, você e a torcida dos 48 clubes de futebol do Brasil, nas séries A B C D, sabemos que, esse não foi um crime comum.

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

JOÃO DORIA E ACMN LEVAM UMA MERECIDA CHUVA DE OVOS EM SALVADOR - EM VÍDEO

OS OVOS CHOCARAM E APODRECERAM ASSIM QUE TIVERAM CONTATO COM A CABEÇA DOS DOIS PREFEITOS LEIA A MATÉRIA AQUI

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS