quarta-feira, 16 de abril de 2014

NESTOR CERVERÓ FRUSTRA OPOSIÇÃO E PIG AO PRESTAR DEPOIMENTO TÉCNICO E SEM NENHUM FATO NOVO

A OPOSIÇÃO E A IMPRENSA TORCIAM POR REVELAÇÕES BOMBÁSTICAS E ATAQUES POR PARTE DO EX-DIRETOR DA PETROBRAS NESTOR CERVERÓ...


...MAS, da mesma forma que Graça Foster ontem, Cerveró estava tranquilo, prestou esclarecimentos de forma equilibrada, de forma técnica, defendeu seu ponto de vista e posição quanto à compra da REFINARIA DE PASADENA ter sido quando realizada, um bom negócio, que sofreu revés com as condições da volatilidade do mercado de petróleo e do Plano de investimentos da EMPRESA.

Nestor Cerveró não atacou Dilma, nem Graça Foster, não mostrou mágoa, e ainda encontrou espaço para defender Gabrielli e LULA.

A OPOSIÇÃO sai frustrada do depoimento, eles queriam uma BOMBA, não tiveram nem um "estalinho"

CERVERÓ E GRAÇA FOSTER DISSERAM BASICAMENTE A MESMA COISA, embora a MÍDIA tente criar um ambiente de contradição. 

Ex-diretor da Petrobras diz que compra da refinaria foi um bom negócio

10 comentários:

José Antônio disse...

"Liberdade para defender a ditadura?

Por Renato Janine Ribeiro

"Dois ou três episódios recentes tematizam a pergunta: liberdade para quem diverge de nós? liberdade para quem defende a ditadura? Amigos discutem. Vou analisar esta questão sem me perder nos fatos, porque estes só respondem se os casos se enquadram ou não na regra geral, e é esta que precisamos definir.

A liberdade de expressão é suprema na democracia. Tanto o é, que está se emancipando da liberdade de imprensa. Esta última é exercida por organizações de mídia. A de expressão começava com o maluco inglês falando num caixote do Hyde Park e hoje está nas redes sociais.

A liberdade, dizia a líder marxista Rosa Luxemburg, é sempre a liberdade de quem pensa diferente de nós. Não pode haver liberdade só para o "nosso" lado. A liberdade incomoda. A democracia não é um regime da unanimidade. É o regime no qual os leitores convencidos de que o PT é um partido de ladrões veem gente votar nele, e os que acusam o PSDB de indiferença aos dramas sociais sentem igual frustração... Dependendo de nosso grupo social, uma dessas convicções pode predominar, a ponto de só convivermos com gente que pensa como nós. Mas a divergência existe e é essencial.

Todavia, a liberdade de expressão inclui o direito de incitar ao crime? Não. Incitar a cometer um crime é crime. Não há liberdade de expressão para pregar "mate policiais". Então, por que seria livre pedir a repressão aos negros, a desigualdade entre homens e mulheres, a cassação de direitos de quem não é criminoso, a tortura, prisão e assassinato de quem não concorda conosco? Defender a ditadura é pregar que se cometam crimes contra muitas pessoas; mais que isso: é defender que se cometa, contra a sociedade inteira, o megacrime que é privá-la do direito de escolher. É pregar crimes de altas proporções. Tanto assim que no Brasil é ilegal o racismo, nos EUA se punem crimes de ódio (como a homofobia) e na Alemanha, a pregação do nazismo.

Essa linha divisória deve ser nítida. Devem ficar claros os temas cuja prédica a democracia tipifica como crimes. Deve se evitar o julgamento por inferência ("se disse isso, significa que também disse aquilo...). Mas não esqueçamos, aqui, os dois princípios em choque. Um é a liberdade de expressão. O outro é o direito de cada um a não ser vítima de crime. A liberdade de falar e agir cessa onde fere o direito do outro à integridade física e pessoal. Por isso defender a tortura e mesmo a desigualdade dos gêneros pode constituir crime.

Não entro no detalhe dos casos recentes, como o do professor de Direito da USP. Entrar neles é checar se os fatos precisos se ajustam ou não aos princípios éticos que validamos. O que quero é esclarecer estes últimos. Por exemplo, se alguém acredita que a democracia deve admitir até os discursos contra a democracia (posição oposta à minha), ele avaliará de outra forma o caso do professor. Mas a diferença dirá respeito aos princípios, não aos fatos. E cada país legislará do seu modo sobre os crimes de pregação de ódio. Com nosso histórico de racismo e ditadura, esses dois temas exigem, de nossa parte, uma ação mais firme do que em países que não viveram tais experiências de desumanidade.
"

...

Renato Janine Ribeiro é professor titular de ética e filosofia política na Universidade de São Paulo.

José Antônio disse...

O artigo acima foi publicado em 'Valor Econômico'.

Como a íntegra não se encontra disponível, copiei o dito artigo de:

http://esquerdopata.blogspot.com.br/2014/04/liberdade-para-defender-ditadura.html

José Antônio disse...

Do Brasil Econômico

Filho de Lula ri de história sobre fazendas e Friboi

Fábio Luís, acusado de ser dono de grandes áreas de terra e supostas mansões e aviões, quer punição a boateiros

Gilberto Nascimento

"Fabio Luís Lula da Silva, o Lulinha, filho do ex-presidente Lula, foi alvo de piadas e brincadeiras de blogueiros presentes à entrevista com o seu pai na terça-feira, em São Paulo. Ele foi questionado por não estar, naquele momento, cuidando de suas fazendas ou administrando os negócios da Friboi. Lulinha riu. O filho do ex-presidente é alvo de boatos na internet de que seria dono de grandes áreas de terra e supostas mansões e aviões, além de empresas. Uma das áreas mostradas é, na verdade, da Escola Superior de Agricultura (Elsalq), de Piracicaba. Agora, ele até trata a questão com bom humor. Mas Lulinha, que acompanhou a entrevista com o pai no Instituto Lula, pediu a abertura de um inquérito no 78º. DP, na capital paulista, para a identificação dos responsáveis por esses comentários.

Seis internautas já foram chamados a depor. Apenas um, Daniel Graziano, ainda não compareceu. Daniel é gerente administrativo e financeiro do Instituto Fernando Henrique Cardoso (iFHC), ligado ao ex-presidente tucano. É filho de Xico Graziano, coordenador da área de internet do pré-candidato do PSDB à presidência, Aécio Neves. Procurado no iFHC, ele não retornou. Os outros intimados - Roger Lapan, Adrito Dutra Maciel, Silvio Neves, Paulo Cesar Andrade Prado e Sueli Vicente Ortega - disseram acreditar que os comentários sobre compra de fazendas e aviões fossem verdadeiros e não teriam “pensado na hora de fazer as postagens”. O advogado de Lulinha, Cristiano Zanin Martins, diz aguardar o resultado das investigações para definir se entrará ou não com processo contra as pessoas que “macularam a imagem” de seu cliente.

Filho pop

Lulinha mora no Paraíso, na capital paulista, numa área de classe média. No seu prédio, nenhum morador conversa com ele. Por outro lado, diz ser abordado o tempo todo pelos porteiros, faxineiros, garçons e frentistas que querem bater papo e perguntar sobre seu pai.
"

José Antônio disse...


Link para a reportagem acima:

http://brasileconomico.ig.com.br/brasil/mosaico-politico/2014-04-11/filho-de-lula-ri-de-historia-sobre-fazendas-e-friboi.html

BONDeblog S. O. disse...

É José !

E ainda tem quem apareça aqui para escrever que vai atirar BOMBAS NO CONGRESSO e que a MÍDIA sofre com a nossa atuação.

LRM disse...

Decolagem autorizada:

http://www.psdb.org.br/aecio-e-aplaudido-por-empresarios-e-estudantes-em-palestra-sobre-gestao-em-porto-alegre/

H.P. disse...

ESSA É A DIREITA "HUMORÍSTICA". CADÊ O PT? CADÊ A JUSTIÇA?

MERCADO LIVRE. VENDIA NEGROS, ou continua vendendo?, agora VENDE ADESIVOS "FORA DILMA"

COM RELAÇÃO AO ADESIVO - FORA DILMA, PT COMO É QUE FICA ISSO?

VENDA DE NEGROS(é só uma piada né?)
MERCADO LIVRE - NEGRO AFRICANO LEGITIMO, ÚNICO DONO, BOM ESTADO DE SAÚDE.
Preço a combinar
Negro Negroso. Bom para serviços domésticos, Braçais, Pedreiro e etc.
Dai escrevem sobre isso:
@MariaRitaaaah, do site Blogueiras Negras:

"...Só que o negro em questão(tem a foto dele lá - nosso) existe e se revoltou nas redes sociais ao ver seu nome estampado no Mercado Livre. Quando se dirigia à delegacia para registrar queixa, o rapaz recebeu a visita do autor do anúncio, que pediu desculpas e disse que tudo não passava de uma grande brincadeira.
E o Mercado Livre, apesar de não ser responsável pela autoria das piadas, também não faz grandes esforços para combater esse recorrente tipo de "venda". Se você tentar inserir um número de telefone ou endereço de email no comentário de algum anúncio, imediatamente será impedido pela inteligência do sistema. Essas mesmas dificuldades você não encontrará se tentar vender um ser humano. Pelo contrário, teu anúncio ficará tempo suficiente para divertir muita gente.
Reparem na imagem acima quantas pessoas curtiram a piada no Facebook: cinco mil. Nenhuma delas é racista. Todas são apenas incorretamente bem humoradas.
*************

MERCADO LIVRE - VENDA DE ADESIVOS CAMPANHA FORA DILMA:

-Fora Dilma 10 Adesivos R$ 48,00 Frete Gratis
Produto novo
Goiás
- Adesivo Fora Dilma Para Capacetes E Motos Frete Grátis R$ 400
Produto novo
3 vendidos
São Paulo

BONDeblog S. O. disse...

h. pires

SE ESSE ADESIVO VEM DE GOIÁS, É COISA DE CACHOEIRA E SEU SÓCIO MARCONI.

H.P. disse...

Ao amigo Sr. Bond, basta investigar e irá dar, como sempre, nos mesmos endereços dos mesmos "suspeitos de sempre".
Forte abraço.

Marcos Santos disse...

Ler esse post agora me soa muito comédia. Colocar na seringa para defender canalhas dá nisso.

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

JOÃO DORIA E ACMN LEVAM UMA MERECIDA CHUVA DE OVOS EM SALVADOR - EM VÍDEO

OS OVOS CHOCARAM E APODRECERAM ASSIM QUE TIVERAM CONTATO COM A CABEÇA DOS DOIS PREFEITOS LEIA A MATÉRIA AQUI

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS