sexta-feira, 9 de setembro de 2016

BRASIL SEM RUMO - SOB UM GOVERNO ILEGÍTIMO, COVARDE, E SUSPEITO DE CORRUPÇÃO !

AQUELE QUE OCUPA À PRESIDÊNCIA, TEM MEDO DO POVO, E MUDA DE POSIÇÃO AO SABOR DE QUALQUER PRESSÃO.

Somadas as possíveis penas a que estão sujeitos nos processos a que respondem alguns caso venham a ser condenados, ou numa projeção pelas acusações de supostos crimes e desvios que são imputados a todos eles, esse grupo aí pegaria mais de 200 anos de cadeia.

Um presidente que não se sente merecedor de ostentar a faixa presidencial para comparecer ao desfile de 07 de setembro, revela, como se AUTO-AVALIA ILEGÍTIMO.


Um presidente que se refugia em carro fechado, que falta às cerimônias das Olimpíadas para fugir de vaias, mostra que está acovardado, inseguro, despreparado para exercer o cargo que buscou ocupar VIA GOLPE de ESTADO parlamentar.

Um governo que diz uma coisa de dia e outra de noite, que cede às pressões que recebe, ainda que essas pressões sejam meros comentários de jornalistas, não passa confiança, e deixa exposto que, se chegou ao poder com a "MISSÃO" de servir ao CAPITAL SELVAGEM e de favorecer os ricos e poderosos senhores do LATIFÚNDIO, PRIVATISTAS, ENTREGUISTAS e da FIESP, não tem um programa, nem mesmo um esboço de projeto de como entregar o que prometeu para aqueles que lhe ajudaram a derrubar a presidente DILMA ROUSSEFF.

É um governo que vive de RECUOS e DESMENTIDOS, um governo em que os MINISTROS dão declarações à imprensa, defendendo as propostas e objetivos do governo, e quando o que dizem é mal recebido ou não é digerido pela imprensa e pela opinião pública, o presidente corre para desmentir e DESAUTORIZAR o seu ministro.

A fragilidade e instabilidade de Michel Temer está na forma como ele chegou ao poder, é um problema de RAIZ. 

Não pode o BRASIL e o MUNDO ter confiança em um VICE que trai da forma mais repulsiva a sua então PRESIDENTE. É um governo ainda mais CHANTAGEADO do que o de Dilma Rousseff, por essa base MOVEDIÇA do chamado CENTRÃO. É um governo que sabe que seu maior "ALIADO", o PSDB, trama lhe cassar o mandato no TSE, e vai de fato, lhe atrapalhar o quanto puder, já de olho em 2018.


Campeão de falar "abobrinhas", o ministro da SAÚDE, - Ricardo Barros - já falou em reduzir o SUS, e que as mulheres trabalham menos que os homens.

E aí, o que se vê, é a jornalista Míriam Leitão criticando a mudança no FGTS, e o governo recuando do que pretendia fazer. É o GLOBO esculhambando o presidente por ter adiado a REFORMA DA PREVIDÊNCIA, e o governo recuando, de uma decisão que já havia sido modificada por conta de pressão, e decidindo atender o prazo IMPOSTO pelo jornal da família Marinho. Um infindável número de recuos ocorreram em outras questões, como no aumento do tempo de serviço que seria exigido dos militares. OS GENERAIS DISSERAM NÃO, e o governou não falou mais no assunto. Até na área econômica, já ocorreram recuos na questão da negociação das dívidas do ESTADOS e no chamado TETO DE DESPESAS. O governo foi derrotado pela sua base aliada a agora oposição de PT e partidos de esquerda.

A REFORMA trabalhista proposta por TEMER é uma verdadeira PONTE PARA O TRABALHO ESCRAVO. 

O Ministro do trabalho - Ronaldo Nogueira - deu entrevista ontem, apresentando alguns pontos do projeto. Afirmou que uma das ideias é a jornada de trabalho ser ampliada para 48 horas semanais, podendo o turno diário ser de 12 horas, e não mais de 08 horas. Nos jornais impressos isso está ESTAMPADO no dia de hoje, mas, nos jornais ONLINE, já está noticiado que o presidente Temer DESAUTORIZOU seu ministro do trabalho, e este já se auto-desmentiu. 

A BRONCA FOI POR TELEFONE. 

_Desminta isso, diga que nada vai mudar ! _TERIA MANDADO UM IRRITADO PRESIDENTE.

Como acreditar num governo desses, que TRAMA MALDADES e retirada de DIREITOS, que investe contra os BRASILEIROS mais POBRES e mais IDOSOS, e tenta ESCONDER seus PLANOS MACABROS, antes, por conta da expectativa de IMPEACHMENT, e agora por causa das eleições de OUTUBRO ?

Aliás, como confiar num governo, que tem no seu núcleo, GEDDEL VIEIRA, MOREIRA FRANCO E ELISEU PADILHA, e na sua ÓRBITA, exercendo nefasta influência, EDUARDO CUNHA, JOSÉ SARNEY, ROMERO JUCÁ, HENRIQUE EDUARDO ALVES e RENAN CALHEIROS ?

OUTRO RECUO

Também na questão dos PROTESTOS contra seu governo, Temer teve que recuar.

De início debocharam do número de manifestantes, enquanto os governos estaduais que lhe apoiam deixaram a polícia agir com violência e forte repressão.

Agora já consideram o número de manifestantes nas ruas "expressivo" e prometem que a Polícia vai segurar o CACETETE.

Nesse caso o recuo foi pela evidência de mais de 100 mil pessoas na Avenida Paulista, das VAIAS no MARACANÃ e no DIA DA INDEPENDÊNCIA, e porque a imprensa INTERNACIONAL noticiou e criticou a repressão, lembrando os sombrios anos do golpe militar.


2 comentários:

Trezentos de Esparta disse...

Governo volta atrás e garante que não pretende revogar a Lei Áurea assinada pela Princesa Isabel.

A medida chegou a ser considerada indispensável ante a necessidade imperiosa do governo respeitar seus compromissos com o setor financeiro, ora em grave crise de abstinência.

Consultado pela reportagem, o Presidente Fora Temer afirmou que o governo possui outros meios para arrecadar os recursos e que esta medida somente se justificaria caso todas as demais alternativas vierem a se mostar impraticáveis.

Ante o recuo demonstrado pelo governo, setores influentes, que ainda apoiam o Sr. Fora Temer, ameaçaram apresentar projeto de lei que permita o aumento da taxação dos exorbitantes lucros recebidos, à guisa de salários, pelos trabalhadores que recebem até 6 salários mínimos.

Para esses setores, a manutenção desses privilégios por parte desses trabalhadores inviabiliza o grande projeto de criação de empregos que vinha sendo alinhavado com os deputados pertencentes ao bloco Centrão.

Em vista das ameaças explícitas, o Presidente Fora Temer admitiu estar aberto a negociações.

João Paulo Ferreira de Assis disse...

Tudo isso é recuo estratégico para impor a medida mais tarde. Agora que a selecinha do 7 a 1 voltou a ganhar, o perigo é maior ainda. Explico: vão comprar o hexacampeonato em 2018, e enquanto o povo estiver nas ruas festejando o hexa, Temer ou outro qualquer da mesma laia, vai impor a jornada de trabalho de 12 horas, piorada. Posso citar dois exemplos de recuos estratégicos, ambos daqui de Minas Gerais:

1 - Em 1987, o Prefeito Onésimo Ferreira Condé, de Ressaquinha MG, hoje aliado de Temer e de Eduardo Cunha, Geddel e outros bichos quis conceder os serviços de abastecimento de água e saneamento à COPASA. A Câmara aprovou em 1° turno. A grita do povo fez com que o projeto fosse arquivado. Dez anos depois, Onésimo de novo era prefeito, e impôs a medida.

2 - O Estatuto do Magistério de Minas Gerais, tinha o artigo 152, que permitia ao professor afastar-se da docência depois de 25 anos. Eu os completei no dia 03 de novembro de 2011. Tão logo soube que o Anastasia enviara projeto para extinguir esse nosso direito, apresentei os papéis, com uma exposição de motivos e laudos médicos. Corri contra o tempo, antes que o projeto fosse sancionado. Anastasia recuou e mandou arquivar o projeto. Meu afastamento foi publicado no Minas Gerais, órgão oficial do Estado, em 06 de outubro de 2012. Pois bem, no apagar das luzes de 2014, o governador Alberto Pinto Coelho acabou com o direito, sem ninguém perceber.

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

JOÃO DORIA E ACMN LEVAM UMA MERECIDA CHUVA DE OVOS EM SALVADOR - EM VÍDEO

OS OVOS CHOCARAM E APODRECERAM ASSIM QUE TIVERAM CONTATO COM A CABEÇA DOS DOIS PREFEITOS LEIA A MATÉRIA AQUI

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS