sábado, 16 de julho de 2016

MÍRIAM LEITÃO - "PRÓ-GOLPISTAS E AGORA OTIMISTA"


JORNALISTA DE O GLOBO SE VALE DA OPINIÃO DE "homem do mercado", PARA DIZER QUE DILMA NÃO PODE VOLTAR.

Conhecida por seu "AR SORUMBÁTICO", e pregoeira do CAOS ECONÔMICO do Brasil, a jornalista Míriam Leitão em apoio ao governo GOLPISTA e PROVISÓRIO de Michel Temer, cumpre nesse momento o papel de divulgar BOAS NOTÍCIAS, de PROMETER UM FUTURO BREVE DE PROSPERIDADE, e dar VOZ a todos que defendam o IMPEACHMENT de DILMA ROUSSEFF, sob a CAPA de que isso é BOM PARA A ECONOMIA DO BRASIL. Ela faz isso, no jornal impresso e na TV fechada, e não abre espaço para opiniões contrárias. Como se sabe, o salário é ALTO, e não é bom contraria o PATRÃO.

Assim, nessa nova linha NEO-OTIMISTA, DONA MÍRIAM, em sua coluna de hoje - 16/07/2016 - nem de longe parece aquela ANALISTA PREOCUPADA e INDIGNADA com a CORRUPÇÃO, e se valeu da opinião do senhor William Castro Alves ??, economista da Valor Gestora de Recursos ?? para dar, O QUE NO FUNDO NÓS SABEMOS, é o seu próprio RECADO. 

REPRODUZINDO TRECHO DA COLUNA

"William Castro Alves explica que a mudança de governo deu mais segurança aos investidores, que enxergam menos interferências públicas nas decisões das estatais e também na Aneel, que fica mais forte para desempenhar seu papel de órgão regulador. As chuvas recuperaram um pouco os reservatórios de água e diminuíram custos. A melhora do PIB no futuro irá elevar o consumo de energia.

— O setor siderúrgico também teve um ganho forte na bolsa. Basicamente, o mercado está dando novos preços a ativos que afundaram no auge da recessão. Também é importante frisar que isso tudo acontece porque ninguém espera a volta da presidente Dilma ao poder. O cenário básico é de aprovação do impeachment no Senado — explicou.

FRANCAMENTE 

Eu não conheço e nem quero conhecer esse seu "WILLIAN CASTRO", mas, eu 
espero a volta da presidente Dilma ao poder, ainda que isso fosse de fato ruim para a economia, com o que não concordo. 

Simplesmente seu WILLIAN, a minha posição é para que a DEMOCRACIA seja VALORIZADA, o VOTO RESPEITADO e a CONSTITUIÇÃO BRASILEIRA NÃO SEJA DEFINITIVAMENTE VIOLENTADA.

Nada justifica um GOLPE como esse que o Brasil está presenciando.

Um comentário:

Trezentos de Esparta disse...

Alguém precisa dizer aos comentaristas econômicos que um país não é feito apenas de 'investidores".

A "segurança aos investidores" não pode e não deve ser obtida em detrimento da segurança, entre outros, de trabalhadores.