sexta-feira, 15 de agosto de 2014

MISSOURI EM CHAMAS - POLÍCIA BRANCA MATA JOVEM NEGRO E DESPERTA A "CHAGA" RACIAL NOS ESTADOS UNIDOS


POPULAÇÃO NEGRA PROTESTA DE FORMA VIOLENTA SENDO REPRIMIDA PELA POLÍCIA BRANCA COM VIOLÊNCIA AINDA MAIOR


A polícia de Ferguson, no estado de Missouri, liberou finalmente nesta sexta-feira o nome do policial que atirou e matou Michael Brown de 18 anos. Trata-se do agente Darren Wilson, que segundo as autoridades da Cidade, está na corporação há seis anos e não tem nenhuma anotação funcional que o desabone.

A morte do jovem negro, que estava desarmado, e foi confundido com um assaltante de uma loja de conveniências, está sendo considerada pelos familiares e amigos como EXECUÇÃO, e motivou por cinco dias seguidos violentos protestos por parte da população local, que é de aproximadamente 14 mil negros entre os 21 mil habitantes da cidade.

Quase uma centena de pessoas foram presas pela Polícia, que é acusada de agir com extrema brutalidade contra os negros. O Presidente Barack Obama 'pediu' que a violência cessasse, em especial a dos policiais brancos de Ferguson. Alguns oficias negros do Estado do Missouri, estão tentando atuar como negociadores, e espera-se que, com a identificação do autor do disparo e avanço das investigações a revolta chegue ao fim. No dia de hoje, porém, policiais foram apedrejados e carros da polícia atacados.

A verdade é que a chaga do RACISMO e a pobreza entre os negros americanos continua sendo um desafio. Barack Obama chegará ao fim de seus oito anos de governo sem ter conseguido praticamente nenhuma melhora nesse quadro sombrio.

2 comentários:

José Antônio disse...


Enfim, Bond,

acho que mais este episódio deveria servir de lição ao Obama que fez questão de se apresentar como um candidato do establishment branco.

Praticamente não cumpriu nada do que prometeu, chegando em alguns casos, tais como, por exemplo, na vigilância dos cidadãos do mundo, inclusive os norte-americanos, a ser pior do que poderíamos esperar de seus adversários republicanos.

Obama mostra que não tem controle do país que governa. Uma polícia que comete um ato de racismo explícito, tendo um Presidente negro, se mostra ostensivamente anti-instituições democráticas. O intuito de desmoralizar Obama, apresentado como um fraco, parece claro.


H.P. disse...

AQUI SERIA TRATADA COMO "LIBERDADE DE EXPRESSÃO". E LÁ?

"..A Organização racista Ku Klux Klan anunciou que realizará um ato para recolher fundos para o policial que matou um jovem negro no sábado passado em Ferguson, no Missouri, episódio que provocou uma onda de distúrbios na cidade e está sendo investigado.

A coleta de dinheiro, anunciado pelo grupo New Empire Knights em seu site vai ocorrer em 23 e 24 de agosto na cidade de Sullivan, no Missouri. O texto pede que os voluntários façam doações a partir de US$ 10 para o "policial que fez seu trabalho contra o criminoso negro".

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

JOÃO DORIA E ACMN LEVAM UMA MERECIDA CHUVA DE OVOS EM SALVADOR - EM VÍDEO

OS OVOS CHOCARAM E APODRECERAM ASSIM QUE TIVERAM CONTATO COM A CABEÇA DOS DOIS PREFEITOS LEIA A MATÉRIA AQUI

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS