segunda-feira, 28 de outubro de 2013

ESTÁDIO DO MARACANÃ JÁ TEM SEU ENTORNO PRONTO PARA A COPA DO MUNDO 2014

Entorno do Maracanã já está pronto para a Copa do Mundo
22/10/2013 » Autor: Ricardo Albuquerque/Fotos: Raphael Lima


O entorno do Estádio do Maracanã já está pronto para a Copa do Mundo da Fifa 2014, com nova urbanização que qualificou o espaço externo para o lazer e a prática de esportes. São mais de 50 mil metros quadrados com a infraestrutura de um parque digno do palco da grande final da Copa e das principais partidas de futebol nos Jogos Olímpicos Rio 2016.

O cenário ao redor do estádio foi inteiramente revitalizado, com obras de infraestrutura, novas calçadas, ciclovia, acessibilidade, iluminação e paisagismo. Executado pela Secretaria Municipal de Obras, com investimento de R$ 109,5 milhões, o projeto inclui ainda uma passarela de 530 metros de extensão sobre a via urbana e a linha férrea, ligando a Quinta da Boa Vista ao estádio, com largura variando de 5 metros no vão livre a 9 metros nas rampas. As obras já estão em andamento e seguem até dezembro. No local, já é possível ver os pilares da construção em forma de cálice.

Responsável pela execução do projeto, o engenheiro Mauro Bonelli disse que a prefeitura teve o cuidado de incentivar a caminhada e a prática de outros esportes ao redor do estádio, e o uso do transporte público por parte dos torcedores.

— A passarela é importante para facilitar a locomoção das pessoas, que podem andar a pé e desfrutar do parque, mesmo em dias de jogos. Há 25 pontos cardeais e intermediários, demarcados no chão, que remetem ao eixo central do campo, de modo que se saiba exatamente onde está em relação ao campo. À noite, esses pontos são iluminados – explica.

No total, o projeto conta com 122 palmeiras e 203 árvores nativas no projeto paisagístico. As 13 principais palmeiras, com 12 metros de altura, ganharam destaque em frente à estátua do Bellini e foram batizadas de "palmeiras do Zagallo". A nova iluminação pública, com 266 luminárias em LED e 59 projetores de vapor metálico, também valorizou o ambiente e aumentou a sensação de segurança dos moradores e frequentadores do local.

Para a advogada e moradora da Tijuca Ana Brígida de Jesus, 25 anos, a rigidez das calçadas e da pista de ciclismo, além da iluminação, foram as alterações que mais chamaram atenção:

— Não tem como negar que está esplêndido. Quem caminha todo dia aqui, como eu, sabe o quanto o solo era desnivelado, e agora é de uma perfeição que dá gosto de caminhar, correr e até pular. Sem falar que dá até para caminhar à noite porque a iluminação melhorou muito.

As calçadas do entorno do Maracanã ganharam uma atenção especial dos técnicos da Secretaria Municipal de Obras. Foram aplicadas armações de laje, em ferro, sob o concreto dos passeios, o que garantiu um nivelamento adequado à prática da corrida e à caminhada.



Na área prevista para carga e descarga, o pavimento é capaz de suportar 45 toneladas, podendo receber grandes carretas. Já as novas calçadas ao redor do estádio suportam 16 toneladas, atendendo ao grande público previsto para os eventos esportivos. O piso das travessias e das rampas de acesso é em concreto colorido imitando pedra portuguesa.

O estudante de turismo e skatista Caio Calazans, 30, elogiou o calçamento diferenciado que favorece a prática de skate:


— A cor do piso da ciclovia é ótima até para os pedestres diferenciarem o que é para eles e o que é para os ciclistas. No meu caso, prefiro andar de skate fora da pista de ciclovia, que não é adequada ao meu esporte. O que não falta é espaço para umas boas manobras.

A ciclovia que circula o estádio é a primeira do Rio a ser pavimentada com asfalto albino de pigmento vermelho. O programa "Rio, Capital da Bicicleta", da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, instalou 60 novos bicicletários com 120 vagas no entorno do Maracanã, garantindo um modo sustentável, seguro e correto para estacionar a bicicleta.



Outra característica do projeto é a acessibilidade. Todo o entorno foi adaptado a pessoas com mobilidade reduzida. O casal Renan e Glaucia de Souza, ambos com 28 anos, levam diariamente a cachorrinha poodle e o bebê de três meses para passear. Os acessos bem demarcados permitem que a família desfrute da área de lazer sem preocupação.


— Sem dúvida a travessia ficou mais acessível com esse piso, além de as áreas de embarque e desembarque para pessoas com deficiência estarem sinalizadas, e que acabam sendo usadas por nós por causa do carrinho de bebê — disse ele.


A área urbanizada abrange as avenidas Radial Oeste, Maracanã e as ruas Eurico Rabelo e Professor Manuel de Abreu, além de um trecho da Rua Visconde de Niterói. Haverá também uma área de suporte para os megaeventos esportivos, ligados aos Jogos Olímpicos de 2016, onde poderão ser instaladas tendas de apoio.

Nenhum comentário:

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

JOÃO DORIA E ACMN LEVAM UMA MERECIDA CHUVA DE OVOS EM SALVADOR - EM VÍDEO

OS OVOS CHOCARAM E APODRECERAM ASSIM QUE TIVERAM CONTATO COM A CABEÇA DOS DOIS PREFEITOS LEIA A MATÉRIA AQUI

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS