quinta-feira, 23 de junho de 2016

OPERAÇÃO TURBULÊNCIA - EMPRESÁRIO PAULO MORATO (LIGADO A EDUARDO CAMPOS) É ACHADO MORTO EM MOTEL DE OLINDA

DOAÇÕES NÃO DECLARADAS, FRUTO DE ESQUEMAS DE LAVAGEM DE DINHEIRO, VOLTAM A ASSOMBRAR O NOME DO FALECIDO EX-GOVERNADOR DE PERNAMBUCO - EDUARDO CAMPOS 

Muita feia a coisa para os lados do PSB de Pernambuco, e para a memória do ex-governador e candidato à presidência da República em 2014, EDUARDO CAMPOS, que morreu em um acidente aéreo.

A Polícia Federal prendeu várias pessoas no bojo da Operação Turbulência. Os donos do avião que se acidentou matando Eduardo Campos estão entre elas. A forma como esse avião era PAGO na Campanha, nunca foi devidamente esclarecida.

Há fortíssimas suspeitas de que esquema de lavagem de dinheiro abasteceu campanhas do ex-governador Eduardo Campos (PSB)

Agora surge a notícia, ainda com poucos detalhes, que o empresário Paulo Cesar de Barros Morato, citado como proprietário de uma empresa fantasma de locação e terraplenagem chamada Câmara & Vasconcelos, foi encontrado morto em um MOTEL da cidade de Olinda. 


Ele estava foragido, com ORDEM DE PRISÃO decretada e sendo caçado pela Polícia Federal.

A OAS, investigada na Operação Lava Jato, teria repassado DINHEIRO para a empresa de MORATO, para pagamento de serviços nas Obras do canal do Rio São Francisco, que de fato nunca foram realizadas. O dinheiro teria abastecido, VIA CAIXA 2, a campanha de Eduardo Campos em 2010 e em 2014.
22/06/16 23:28
Fuso horário de Brasília

Nenhum comentário: