sábado, 16 de abril de 2016

A REGRA É CLARA - EDUARDO CUNHA ESTÁ IMPEDIDO DE PARTICIPAR DA VOTAÇÃO DO IMPEACHMENT

MAS, COMO ELE NÃO RESPEITA NADA MESMO...



O deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ) entrou com uma ação nesta sexta-feira para que o Supremo Tribunal Federal (STF) determine que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), se abstenha de votar no processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

O deputado do PSOL em seu pedido ao STF, afirma que o voto de Eduardo Cunha fere o regimento da Câmara, que só prevê votação do presidente em casos de "apurações secretas ou para desempatar votações abertas", possibilidade inexistente na presente votação que se dará por proporcionalidade.

O caso está com o ministro Celso de Mello que vai relatar e decidir, provavelmente pela URGÊNCIA, de forma monocrática.

Com informação do Site MSN

NOTA: O ministro celso de mello indeferiu o pedido do deputado Jean Wyllys e eduardo cunha pode votar pelo impeachment que ele inventou, alimentou e tenta enfiar goela abaixo do Brasil. 

Nenhum comentário:

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

PSDB - UM PARTIDO DE COVARDES E CONIVENTES COM A PREVARICAÇÃO

NÃO SÓ DE CORRUPTOS E ACUSADOS DE CORRUPÇÃO, MUITO MAIS DO QUE ISSO, O PSDB É UM PARTIDO DE POLÍTICOS COVARDES, OPORTUNISTAS (MURISTAS...