segunda-feira, 12 de outubro de 2015

GRAMPO A JATO - ALBERTO YOUSSEFF FOI MESMO "GRAVADO" NA CELA DA POLÍCIA FEDERAL DO PARANÁ !!??

VAZAMENTO DAS CONVERSAS PODE ARRASAR COM INVESTIGAÇÃO E INVESTIGADORES

CREDIBILIDADE DE PROMOTORES, DELEGADOS E JUIZ, MORRO ABAIXO

Segundo o site - MARCELO AULER O REPÓRTER - a perícia técnica do Departamento da Polícia Federal recuperou mais de cem horas de GRAVAÇÕES feitas VIA GRAMPO, dentro da cela do doleiro Alberto Youssef, entre março e abril de 2014, mês em que o equipamento de ESCUTA ILEGAL foi encontrado  no forro do teto. 

Se o fato for realmente confirmado - Já circula a informação de que a ESCUTA ILEGAL aconteceu - são imprevisíveis as consequências que podem vir daí, e desabar sobre a 
 Operação Lava Jato.

2 comentários:

Trezentos de Esparta disse...


Sim! A gravação ilegal ocorreu, conforme relatado pelo Agente Federal Dalmey Fernando Werlang, encarregado, por ordens superiores, da instalação do grampo clandestino.

Quando o grampo foi descoberto por Yousseff, seus responsáveis alegaram que este era antigo e já estava lá desde a época de Fernandinho Beira Mar.

A farsa foi desmontada durante depoimento de Dalmey à CPI da Petrobras no último dia 02 de julho. O depoimento prestado por Dalmey pode ser visto no vídeo abaixo:

https://www.youtube.com/watch?v=OrkqAhb4UlI

Em seu depoimento Dalmey afirmava entregar periodicamente aos seus superiores um pen-drive com o conteúdo das escutas e que nenhuma cópia ficava com ele que sequer as ouvia.

No mesmo dia, o delegado José Alberto de Freitas Iegas, ex-diretor de Inteligência da Polícia Federal, confirmou o grampo efetuado, sem autorização judicial, a pedido do superintendente da PF, Rosalvo Ferreira Franco e dos delegados Márcio Anselmo e Igor Romário de Paula, que estão à frente da Lava-Jato.

http://oglobo.globo.com/brasil/delegado-agente-confirmam-que-pf-fez-escuta-ilegal-na-cela-de-youssef-16636098

Em 08 de agosto, Walney e o delegado Mário Renato Castanheira Fanton foram acusados de serem "dissidentes" por terem o objetivo de melar a operação Lava Jato.

"Eles são acusados de se associarem “para ofender a honra dos colegas”, apontando grampos ilegais na cela do doleiro Alberto Youssef – peça central da Lava Jato, e cujo fato teria poder de anular provas da investigação – e vícios na sindicância aberta para conduzir o caso".

http://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/mpf-denuncia-por-calunia-policiais-federais-dissidentes-na-lava-jato/

O Delegado Fanton, havia sido chamado de Brasília à Curitiba para investigar a existência de dossiês visando desestabilizar a Operação. Nada tendo encontrado que corroborasse essa tese, Fanton preparou relatório aos seus superiores em Brasília.

Em 28 de setembro, Danilo Pereira Júnior, juiz da 12ª Vara Federal de Curitiba, rejeitou a denúncia contra Fanton e Dalmey, conforme publicado por Marcelo Auler.

http://www.marceloauler.com.br/calunia-na-pf-pr-juiz-rejeita-denuncia-e-critica-mpf/

Agora, misteriosamente, o áudio aparece.







BONDeblog S. O. disse...

Prezado TREZENTOS

Bom dia.

Seu comentário - excelente texto e narrativa - acrescidos de fotos e vídeo - eu vou transformar em um POST.

Eu queria ter um repórter assim.

Um abraço

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

PSDB - UM PARTIDO DE COVARDES E CONIVENTES COM A PREVARICAÇÃO

NÃO SÓ DE CORRUPTOS E ACUSADOS DE CORRUPÇÃO, MUITO MAIS DO QUE ISSO, O PSDB É UM PARTIDO DE POLÍTICOS COVARDES, OPORTUNISTAS (MURISTAS...