sexta-feira, 21 de agosto de 2015

TRANSPOSIÇÃO DAS ÁGUAS DO RIO SÃO FRANCISCO - MAIS ÁGUA E MENOS SOFRIMENTO PARA O NORDESTINO

O SONHO DE DOM PEDRO II E DE MILHÕES DE BRASILEIROS VIRA REALIDADE


DOM PEDRO SONHOU; GETÚLIO PENSOU; ITAMAR TENTOU; LULA COMEÇOU E DILMA FEZ.


A transposição do rio São Francisco é um projeto de deslocamento de parte das águas do rio São Francisco, no Brasil, nomeado pelo governo brasileiro como "Projeto de Integração do Rio São Francisco com Bacias Hidrográficas do Nordeste Setentrional".

O projeto é um empreendimento do Governo Federal, sob responsabilidade do Ministério da Integração Nacional – MIN. A obra prevê a construção de mais de 700 quilômetros de canais de concreto em dois grandes eixos (norte e leste) ao longo do território de quatro Estados (Pernambuco, Paraíba, Ceará e Rio Grande do Norte) para o desvio das águas do rio. Ao longo do caminho, o projeto prevê a construção de nove estações de bombeamento de água. Mais tarde aventou a possibilidade do chamado eixo sul, abrangendo a Bahia e Sergipe e eixo oeste, no Piauí.

Orçado atualmente em R$ 8,5 bilhões, o projeto, teoricamente, irrigará a região nordeste e semiárida do Brasil. O principal argumento da polêmica dá-se sobretudo pela destinação do uso da água: os críticos do projeto alegam que a água será retirada de regiões onde a demanda por água para uso humano e dessedentação animal é maior que a demanda na região de destino e que a finalidade última da transposição é disponibilizar água para a agroindústria e a carcinicultura — contudo, apesar da controvérsia, tais finalidades são elencadas como positivas no Relatório de Impacto Ambiental (RIMA) em razão da consequente geração de emprego e renda.[4] Iniciada em 2007, a conclusão da transposição estava originalmente planejada para 2012, mas atrasos mudaram a data prevista para 2016.




Sexta-feira, 21 de agosto de 2015


Nesta sexta-feira (21), a presidenta Dilma Rousseff inicia sua agenda de trabalho às 8h40 recebendo o ministro Edinho Silva, da Secretaria de Comunicação Social, no Palácio da Alvorada. Logo em seguida, às 9h, Dilma embarca para Pernambuco, onde entregará, em Cabrobó, ao meio-dia, a Estação de Bombeamento EBI-1 e de 45 Km de Canal do Eixo Norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco (Pisf).

Após esta cerimônia, Dilma segue para a capital do estado, Recife, para realizar, às 16h, reunião empresarial na sede da Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (Fiepe). Às 18h, ainda em Recife, a presidenta realiza mais uma edição do Dialoga Brasil.

Às 20h25, Dilma encerra sua agenda em Pernambuco, quando retorna para Brasília.

2 comentários:

Trezentos de Esparta disse...


Imaginem o quadro com Aécio Presidente.

Ou a obra seria interrompida ou, caso resolvesse levá-la adiante, seria inaugurado oportunisticamente por ele.

E todas as demais obras do PAC.

Agora, vocês sabiam que FHC poderia ter feito esta obra, mas desistiu antes de começá-la?

BONDeblog S. O. disse...

TREZENTOS

O Aécio por certo construiria um AERÓDROMO no Velho Chico, visto que, o negócio dele é viajar.

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

PSDB - UM PARTIDO DE COVARDES E CONIVENTES COM A PREVARICAÇÃO

NÃO SÓ DE CORRUPTOS E ACUSADOS DE CORRUPÇÃO, MUITO MAIS DO QUE ISSO, O PSDB É UM PARTIDO DE POLÍTICOS COVARDES, OPORTUNISTAS (MURISTAS...