segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

FERNANDO HENRIQUE CARDOSO TENTA SE LIVRAR DO "FANTASMA" PEDRO BARUSCO.

ASSALTAVA À PETROBRAS DESDE O PRIMEIRO GOVERNO DE FHC


FERNANDO HENRIQUE tenta negar que, no seu governo, como em governos anteriores, existiram ESQUEMAS de corrupção e desvios de dinheiro na PETROBRAS. 

Vai ser difícil, porém, FHC e outros TUCANOS alcançarem seu objetivo de se desvincular dos CORRUPTOS e CORRUPTORES que hoje ocupam as páginas dos JORNALÕES de forma massacrante.

NO GOVERNO DE FHC uma CPI das EMPREITEIRAS foi ENTERRADA. Foi no governo de FHC que o hoje DELATOR, Paulo Roberto Costa chegou a uma das mais importantes diretorias da PETROBRAS. O apontado como OPERADOR DO ESQUEMA do PMDB, Fernando Baiano, já revelou também que desde 2000 fazia negócios escusos relacionados a empresa.

O DOLEIRO YOUSSEF também já esteve envolvido em GRAVE ESCÂNDALO de Corrupção durante o governo de FHC - BANESTADO  - que não mereceu da MÍDIA, nem ontem nem agora, o mesmo destaque.

É bom lembrar ainda que foi o governo de FHC quem "afrouxou" as exigências para contratações e licitações na PETROBRAS.

Nada disso tira do governo de Lula a responsabilidade por não ter desmontado o referido esquema. Dilma tem a seu favor o fato de que trocou e demitiu diretores que tem o nome envolvido no esquema, algum tempo de pois de assumir o primeiro mandato.

A corrupção deve ser exemplarmente combatida, e os corruptos punidos com o rigor da LEI, e isso em qualquer governo. O que não se admite é essa campanha SUJA, querendo jogar no colo do PT a conta da corrupção no Brasil.

Aliás, em se tratando de corrupção, FHC deveria ficar calado, pois os inúmeros e vergonhosos casos ocorridos e muitas vezes ABAFADOS em seus dois governos, não lhe dão condição de atirar pedra em quem quer que seja.

LEIA AQUI

FHC afirma que seu governo não tem relações com roubos de Barusco

Barusco afirma que recebia propina na Petrobras desde 1997

3 comentários:

Januário disse...

É importante destacar que as novas denúncias do pagamento de propina nos contratos da Petrobras, com destino ao caixa de campanha da Sra. Dilma Rousseff é que dão legitimidade ao processo de impeachment.

José Antônio disse...


Denúncias podem existir e existem aos montes. Para que qualquer ação possa ser empreendida em função das mesmas há, na justiça e na Constituição Federal, a necessidade de comprovação.

BONDeblog S. O. disse...

Se simples denúncia desse legitimidade para impeachment, não haveria um único governante no Brasil e no Mundo mantido no cargo de presidente ou primeiro ministro, prefeito ou governador de estado ou de províncias, Condados, vilarejos...

Só provas de irregularidades, seguidas do devido processo legal, podem tirar um mandatário eleito do cargo.

Aqui no Brasil existe uma minoria que se julga com mais direitos, que se julga melhor, que se considera superior e mais "esclarecida". Essa minoria não se conforma com a derrota nas URNAS, e quer através de um GOLPE destituir DILMA ROUSSEFF.

Sr. Januário (Se é que o senhor existe) conta outra, esse seu comentário destituído de um mínimo de consistência.

Outra coisa. Se fizer outro comentário, apresente um ENDEREÇO VIRTUAL ONDE O SENHOR POSSA SER ENCONTRADO, caso contrário o comentário será DELETADO.

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

JOÃO DORIA E ACMN LEVAM UMA MERECIDA CHUVA DE OVOS EM SALVADOR - EM VÍDEO

OS OVOS CHOCARAM E APODRECERAM ASSIM QUE TIVERAM CONTATO COM A CABEÇA DOS DOIS PREFEITOS LEIA A MATÉRIA AQUI

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS