terça-feira, 11 de novembro de 2014

O BRASIL DO PRESENTE E DO FUTURO - POBREZA CONTINUA EM QUEDA

PARTE DA POPULAÇÃO POBRE DO PAÍS CONTINUOU MELHORANDO DE VIDA E TENDO MAIS ACESSO A DIREITOS, BENS E SERVIÇOS.


Quando a análise sobre miséria / pobreza é feita com base em vários indicadores além da RENDA, constata-se que o Brasil continuou avançando e BEM na melhora de vida da sua população mais vulnerável e pobre. 


Cálculos feitos pelo MDS (Ministério do Desenvolvimento Social) baseados em micro-dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios de 2013, usando uma metodologia elaborada por pesquisadores do Banco Mundial. focou na pobreza chamada "multidimensional"– para além do critério renda. Essa forma de análise combina o nível de renda com outros componentes e trabalha com quatro classes de categorias de pobreza: crônica, transitória, situação de vulnerabilidade e melhor situação.

Os dados que comprovam a melhora são:

O grau mais grave de pobreza (pobreza crônica), continuou caindo no ano passado – de 1,4% para 1,1% da população. 

A melhora, entre os 5% mais pobres da população, de 15 dos 17 componentes não monetários, que são agrupados em seis temas: frequência escolar entre crianças, anos de escolaridade, acesso a saneamento básico e água de qualidade, acesso a eletricidade, condições do domicílio e acesso a bens como celular, eletrodomésticos e computadores.

Os pesquisadores consideram que essas variáveis são, além da renda, fundamentais para a evolução socioeconômica de uma família.

Com base no referido trabalho de análise / pesquisa, pode-se concluir que o objetivo de combater a MISÉRIA extrema e reduzir a pobreza, continua sendo perseguido e que bons resultados estão sendo alcançados. Houve queda na RENDA, mas avanços em outros indicadores. Uma pena, que por questões eleitorais e pela campanha sistemática que parte da imprensa promove contra o governo, destacando apenas o que de ruim acontece, uma matéria dessa importância seja relegada ao final da página de um único site de notícias na Internet.

LEIA TUDO AQUI
http://www1.folha.uol.com.br/poder/2014/11/1544682-indicadores-apontam-melhoria-na-vida-dos-mais-pobres-apesar-do-aumento-de-miseraveis.shtml

Um comentário:

Anônimo disse...

Em que mundo esse blogueiro vive? A pobreza extrema cresceu no Brasil, e são dados do IBGE.

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

JOÃO DORIA E ACMN LEVAM UMA MERECIDA CHUVA DE OVOS EM SALVADOR - EM VÍDEO

OS OVOS CHOCARAM E APODRECERAM ASSIM QUE TIVERAM CONTATO COM A CABEÇA DOS DOIS PREFEITOS LEIA A MATÉRIA AQUI

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS