quinta-feira, 6 de novembro de 2014

ELIANE CANTANHÊDE É DEMITIDA DA FOLHA DE SÃO PAULO ! "FOI BOM ENQUANTO DUROU" !

JORNALISTA SIMPATIZANTE DOS TUCANOS, ELIANE SEMPRE SE DESTACOU POR ATACAR O PT, LULA E DILMA. 


A própria jornalista anunciou a demissão em seu TWITTER:

"Amigos do Twitter, aviso geral: amanhã eu não escrevo mais a coluna na Folha. Foi bom enquanto durou."

O Grupo Folha fez outras demissões de jornalistas durante a semana. Cantanhede vai se somar a um grupo que já beira a casa de 25 profissionais que estão saindo sob a alegação de contenção de gastos e mudanças. Entre os demitidos estão os repórteres Flávia Marreiro, ex-correspondente do jornal em Caracas, Eduardo Ohata, de "Esportes"; Ana Krepp, de "Cotidiano"; Lívia Scatena, de "Gastronomia"; Euclides Santos Mendes, Editor do "Painel do Leitor"; Samy Charanek, pauteiro de "Cotidiano"; Gislaine Gutierre, "Ilustrada"; e Thiago Guimarães, coordenador adjunto da Agência Folha.

Curiosamente o último artigo escrito por Eliane para a Folha de São paulo falava sobre o desemprego.

3 comentários:

José Antônio disse...


Eliane Cantanhede não terá dificuldades em encontrar uma vaga na Veja, IstoÉ, Época, Estadão, Globo...

Mas a verdade é que o público leitor da Folha, e dos demais participantes do GAFE, minguou muito pela falta de credibilidade que esses "baluartes da imprensa livre" passaram a ostentar.

Não sei como foi o processo de demissão: justa causa, incompetência, falta de grana do jornal com menos leitores e menos anunciantes ou outra causa qualquer.

De qualquer forma, EC era um símbolo da Folha. Isso significa que o clima na redação não deve esta muito agradável. Se EC que era um símbolo do Jornal foi demitida, outros também poderão vir a ser. É o que sempre ocorre em qualquer empresa quando quadros veteranos são mandados para casa.

A aguardar por novas repercussões no jornal, principalmente aquelas partindo da Ombudsman.

JORGE NETO disse...

Escrevendo do ponto de vista liberal, a demissão foi absolutamente normal.Uma empresa vive para lucros.depois de certo tempo, analisam-se os resultados e corta-se o desnecessário. Nenhuma empresa faz caridade ou é balcão de empregos. Não interessa, se foi amiguinho do patrão e fazia o que ele gostava e pensava. Não existe gratidão em negócios,óbvio !
Se antes os "outros" eram o foco e falavam-se deles e eram simples números que compunham as estatísticas e danem-se se vão para as esquinas, agora é a sua vez !
Faz parte do jogo e nem vem falar em punhalada pelas costas.Não interessa, a empresa tem que sobreviver e o trabalho já foi feito !!
TCHAU !!!!

Anônimo disse...

quem sabe foi demitida porque votou na DILMA

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

JOÃO DORIA E ACMN LEVAM UMA MERECIDA CHUVA DE OVOS EM SALVADOR - EM VÍDEO

OS OVOS CHOCARAM E APODRECERAM ASSIM QUE TIVERAM CONTATO COM A CABEÇA DOS DOIS PREFEITOS LEIA A MATÉRIA AQUI

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS