sexta-feira, 10 de outubro de 2014

ARMÍNIO FRAGA DECEPCIONA ABUTRES DO BRASIL E DO EXTERIOR AO PERDER DEBATE COM GUIDO MANTEGA

PARA FINANCIAL TIMES, FUTURO MINISTRO DA FAZENDA, CASO AÉCIO NEVES FOSSE ELEITO PRESIDENTE, DECEPCIONOU E PERDEU DEBATE PARA GUIDO MANTEGA 


A QUESTÃO É SIMPLES, OS NÚMEROS E OS INDICADORES DA ECONOMIA SÃO FAVORÁVEIS AO PT QUANDO CONFRONTADOS COM OS DO PSDB.

Guido Mantega, na Globo News - Programa com a jornalista Míriam Leitão - apenas fez mostrar a realidade, deixando Armínio Fraga com o discurso vazio de que é preciso "mudar", mas sem ter como se apresentar um agente dessa mudança.

A história de Armínio Fraga e sua passagem pelo governo TUCANO de FHC é uma vergonha sob a ótica de conduta da economia. INFLAÇÃO ALTA, JUROS NAS ALTURAS, CRESCIMENTO PÍFIO, DESEMPREGO, ARROCHO SALARIAL, MASSACRE SOBRE OS APOSENTADOS...

Não tem defesa, não tem argumento para sustentar a política econômica NEOLIBERAL que só favorece os RENTISTAS e ESPECULADORES. A matéria do FT serve ainda para deixar evidente como os segmentos da especulação e da agiotagem INTERNACIONAL estão de olho no Brasil, torcendo para que o PSDB vença a eleição com Aécio.


'Financial Times': Em confronto com Mantega, Armínio Fraga decepciona
Jornal do Brasil

Em artigo publicado no Financial Times nesta sexta-feira (10), a jornalista Samantha Pearson destaca que, no confronto entre o economista Armínio Fraga, apontado pelo tucano Aécio Neves como seu futuro ministro da Fazenda, caso seja eleito, e o atual ministro da Fazenda, Guido Mantega, Fraga decepcionou.


A jornalista destaca que Mantega "certamente tem algumas explicações a dar", já que a economia deve crescer "míseros 0,2% este ano" e que a inflação acumulada nos últimos 12 meses ficou em 6,75 por cento - acima do limite superior da faixa de tolerância do país e muito acima da meta oficial de 4,5 por cento. Segundo o texto, até o momento, Mantega e o PT culparam a crise financeira mundial e que, "em suma, Mantega deveria ter sido um alvo fácil." 

De acordo com o FT, "Fraga teve certamente os argumentos certos, contudo, Mantega "falou como um político confiante, baseando-se (embora um pouco falho) em narrativas populistas e coerentes", enquanto "em grande parte Fraga respondeu com o pragmatismo frio e detalhes técnicos de um banqueiro central."

>>  Para Armínio Fraga, crise econômica mundial acabou. FMI pensa diferente

O artigo destaca o comentário do jornalista brasileiro Sérgio Augusto no Twitter: "Eu tinha esquecido o quão ruim Armínio Fraga está em entrevistas e debates. Ele vem como tudo o que ele não é: inseguro e falso." 

Ainda segundo o FT, após oito anos de Mantega como ministro da Fazenda, os investidores e empresários podem receber um pouco de pragmatismo frio. "No entanto, não são essas pessoas que Fraga tem que convencer - a grande maioria teria escolhido Fraga sobre Mantega de qualquer maneira. Em vez disso, Fraga e o PSDB precisam encontrar uma maneira de obter a mensagem econômica através da média brasileira e desconstruir a crença comum de que o que é bom para os mercados é ruim para as pessoas e vice-versa."

O texto conclui afirmando que, "afinal, este não é apenas um debate econômico cordial: é guerra - a batalha final pelo controle sobre o segundo maior mercado emergente do mundo e as vidas de mais de 200 milhões de pessoas."

2 comentários:

Jbmartins-Contra o Golpe disse...

No Brasil hoje não é torcida de futebol, onde o resulta passa no proximo jogo, o que esta em jogo é a vida e empregos de 202 milhões de Brasileiros.

Dilma tem que denunciar exatamente o que está acontecendo – bombardeio midiático contra si e blindagem midiática de Aécio. Nem mais, nem menos. Afinal, graças às mentiras da mídia e a uma miríade de fatores laterais, o país vive uma situação-limite.

O risco de entregar o país aos banqueiros, à mídia e aos seus despachantes tucanos, em 2014 é o mais alto desde que o PT chegou ao poder. Se Aécio vencer, terá início uma era de perseguições políticas, saque ao patrimônio público, fim das investigações de corrupção contra o governo, entrega da soberania brasileira aos países ricos, sobretudo aos EUA.

Dilma, Lula e o PT não têm que reagir à mídia

José Antônio disse...


O Golpe tem várias facetas. Estamos assistindo a mais uma entre elas.

É o golpe, sub-reptício, propiciado pela mentira, pela distorção dos fatos, pela criação de factoides, pelo dedo indicador para leves deslizes dos outros, elevados a grandes escândalos, enquanto grandes maracutaias "dos amigos" e "dos amigos dos amigos" são sistematicamente escondidas.

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

JOÃO DORIA E ACMN LEVAM UMA MERECIDA CHUVA DE OVOS EM SALVADOR - EM VÍDEO

OS OVOS CHOCARAM E APODRECERAM ASSIM QUE TIVERAM CONTATO COM A CABEÇA DOS DOIS PREFEITOS LEIA A MATÉRIA AQUI

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS