quinta-feira, 11 de setembro de 2014

DOLEIRO YOUSSEFF NÃO VAI PARTICIPAR DE DELAÇÃO "PREMIADA E VAZADA"

ADVOGADO QUE DEFENDE ALBERTO YOUSSEFF ATACA REVISTA VEJA, E CRITICA INSTITUIÇÕES, POR FALTA DE SEGURANÇA PARA QUEM SE PROPÕE COLABORAR COM A JUSTIÇA.

O advogado de defesa do doleiro Alberto Youssef, em entrevista ao Jornal O Estado de São paulo foi taxativo ao dizer que seu cliente não irá fazer delação premiada. Segundo a matéria do Jornal, (Link abaixo), o defensor de Yousseff, Antônio Figueiredo Basto, afirmou que tem orientado o cliente a se manter em silêncio. 

E afirmou que: "Não vejo motivo para ele colaborar, não tem que fazer provas contra ele. Não tem que ajudar ninguém, tem que ajudar só ele mesmo". 

Ainda segundo o advogado, o VAZAMENTO DE TRECHOS de uma suposta DELAÇÃO por parte de Paulo Roberto Costa no processo da Lava Jato demonstra falta de capacidade do Estado para garantir a segurança dos colaboradores. 

"O vazamento só prejudicou as investigações. Foi absolutamente inócuo e genérico. Além do que mostrou a falta de total respeito pela pessoa do colaborador. Demonstra que não há segurança nenhuma para se fazer colaboração processual no Brasil porque, a partir do momento em que você se dispõe a colaborar e é tratado como um humilhado por uma revista e a informação não é preservada, demonstra que as autoridades não estão preparadas para garantir ao colaborador a segurança dele e de sua família. E que isso na verdade é tudo um teatro de horrores".

Nenhum comentário:

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

JOÃO DORIA E ACMN LEVAM UMA MERECIDA CHUVA DE OVOS EM SALVADOR - EM VÍDEO

OS OVOS CHOCARAM E APODRECERAM ASSIM QUE TIVERAM CONTATO COM A CABEÇA DOS DOIS PREFEITOS LEIA A MATÉRIA AQUI

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS