quarta-feira, 27 de agosto de 2014

GILMAR MENDES FOI O ÚNICO A QUEBRAR O GALHO DO ARRUDA - VÍDEO !

VOTO VENCIDO, PARTE PARA O ATAQUE AOS DEMAIS MEMBROS DO TSE.


ESSE É O MINISTRO GILMAR MENDES.

É preciso lembrar ao Ministro Gilmar Mendes, que o julgamento de José Roberto Arruda só ocorreu no dia 9 de julho, portanto, após o registro de sua candidatura no TRE, em decorrência de ter sido SUSPENSO por decisão liminar do STJ. O julgamento de Arruda estava marcado para o dia 26 de junho.

Em 24 DE JUNHO, o Ministro NAPOLEÃO NUNES MAIA FILHO, concedeu a referida liminar, que foi CASSADA posteriormente em decisão do então Presidente do STF, Joaquim Barbosa, que determinou que o JULGAMENTO ocorresse. 

Remarcado, o julgamento se deu no dia 09 de Julho. JOSÉ ROBERTO ARRUDA foi CONDENADO em segunda Instância por decisão colegiada e carimbou assim sua condição de FRAUDADOR / CORRUPTO / FICHA SUJA.

Estranhamente o Ministro Gilmar Mendes vem agora falar em TRIBUNAL NAZISTA:

“Todo tribunal tem escrúpulo em mudar jurisprudência. E justifica. Quem tem responsabilidade institucional, justifica. Estou mudando por causa disso. E não faz de conta que, ontem eu estava votando assim, e hoje é assado. Isso é brincadeira de menino. Agora, para esse caso eu voto assim. A gente não cria jurisprudência ad hoc [para o caso específico]. Quem faz isso é tribunal nazista”. - Agência Brasil

Quando do julgamento do Mensalão do PT, parece que sua excelência não pensava dessa maneira, visto que ali, foi defendida a teoria de que "cabe ao RÉU provar sua inocência, e não ao acusador a culpa". Alguém conhece alguma mudança de "jurisprudência' mais escandalosa, pontual e específica ?

Lamentavelmente, o Brasil tem em sua mais alta CORTE de JUSTIÇA (STF) e também no TSE, um Ministro com as contradições de Gilmar Mendes.

ASSISTA AQUI

Nenhum comentário:

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

JOÃO DORIA E ACMN LEVAM UMA MERECIDA CHUVA DE OVOS EM SALVADOR - EM VÍDEO

OS OVOS CHOCARAM E APODRECERAM ASSIM QUE TIVERAM CONTATO COM A CABEÇA DOS DOIS PREFEITOS LEIA A MATÉRIA AQUI

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS