sexta-feira, 25 de julho de 2014

O "PADRASTO DA AVIAÇÃO" - ESSE CONSTRÓI AEROPORTOS EM TERRAS DA PRÓPRIA FAMÍLIA



IMAGEM CAPTURADA

18 comentários:

Anônimo disse...

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Brasileirinho 2014

LRM disse...

O caso já foi superado. Logo estará esquecido.

MAs o que não foi esquecido foi o coice que o Brasil levou da diplomacia israelense. Uma vergonha, porém bem feito. Existe país mais omisso nos direitos humanos do que o Brasil? O Brasil se calou frente aos massacres na Venezuela, no Sudão, na Síria, no Egito e até na Ucrânia. Mas foi se meter com Israel. E ainda levou uma enxovalhada quando falou no clichê da desproporcionalidade. Desproporcional foi a goledaa de 7 x 1 da Alemanha.

Quá quá quá quá quá quá quá......

LRM disse...

Para presidente da Comissão de Relações Exteriores do Senado, medida contra Israel é eleitoreira

Ricardo Ferraço diz que é 'algo diferente de tudo' assistido no governo de Dilma Rousseff

BRASÍLIA - O presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional do Senado, Ricardo Ferraço (PMDB-ES), chamou de eleitoreiras as últimas ações do governo brasileiro ante o conflito Israel x Palestina. Segundo ele, durante toda a gestão da presidente Dilma Rousseff praticamente nada foi feito em defesa dos direitos humanos.

- Estou surpreso com essa posição. É algo diferente de tudo o que temos assistido ao longo do governo Dilma. Até aqui, a marca foi a omissão. É um posicionamento eleitoral para tentar recuperar o protagonismo perdido. Ficar ao lado do mais fraco sensibiliza a opinião pública - afirmou Ferraço.

Ele lembrou que o Brasil ficou cerca de um ano sem representação da Organização dos Estados Americanos (OEA). Somente esta semana foi nomeado um diplomata para o cargo, o embaixador Sérgio Danese. Ele destacou os casos de violência e violação aos direitos humanos na América do Sul, referindo-se veladamente à Venezuela.

- Eu diria que a marca não foi apenas a omissão, mas também a conivência na violação aos direitos humanos na região. O governo Dilma não se incomoda com a falta de democracia no Mercosul. Age, literalmente, com dois pesos e duas medidas. Em linguagem popular, trata-se de um factoide - disparou o senador.

(Por Eliane Oliveira)

José Antônio disse...


Acho que quando o assunto é Direitos Humanos dona Lucia deveria ficar bem caladinha. Miudinha, miudinha...

Ela sabe muito bem porquê.

José Antônio disse...


O post aqui é sobre outro assunto, mas já que D. Lucia o desvirtuou...

Israel rejeita proposta de cessar-fogo apresentada pelos EUA

http://www1.folha.uol.com.br/mundo/2014/07/1491193-israel-rejeita-proposta-de-cessar-fogo-apresentada-pelos-eua.shtml

Certamente a proposta dos EUA também era eleitoreira.

José Antônio disse...


O Haaretz jornal israelense, "petralha", republica artigo, datado de 2006, do historiador, "petralha", inglês de origem judaica, Tony Judt:

The country that wouldn't grow up

Ou em tradução livre, o país que não cresceria, referindo-se ao Estado de Israel.

Curiosamente, neste artigo, Tony Judt aponta no Estado de Israel aquilo que seu embaixador disse do Brasil. "Um anão diplomático", um país que apesar da idade ainda é imaturo, comportando-se como um adolescente: consumido por uma frágil consciência da sua singularidade; certo de que "ninguém o compreende" e "todos lhe são contrários"; com uma auto estima ferida, rápido para se sentir ofendido e rápido para agredir de volta. Como muitos adolescentes está convencido de que pode fazer o que bem entende, que suas ações não trazem consequências e achando-se imortal.

"Seen from the outside, Israel still comports itself like an adolescent: consumed by a brittle confidence in its own uniqueness; certain that no one "understands" it and everyone is "against" it; full of wounded self-esteem, quick to take offense and quick to give it. Like many adolescents Israel is convinced - and makes a point of aggressively and repeatedly asserting - that it can do as it wishes, that its actions carry no consequences and that it is immortal."

Certamente, essas declarações do petista, judeu e inglês, Tony Judt, escritas em 2006, também deveriam ser de caráter eleitoreiro.

O artigo inteiro, por ser eleitoreiro, eu não vou publicar, pois ainda não podemos fazer propaganda eleitoral, mas pode ser encontrado no site do jornal petista HAARETZ em:

http://www.haaretz.com/general/the-country-that-wouldn-t-grow-up-1.186721

Ah, sim... D. Lucia... pelo menos, está em inglês e não em hebraico.

Sorry.

BONDeblog S. O. disse...

BOM DIA

Aqui no Blog, quem decide se um assunto está superado é o blogueiro. No momento, quem decide sou eu (Moderador) e "CO-PILOTO", devidamente autorizado para isso.

José Antônio disse...


Xiii.... não será por falta de aeroportos que o avião do Aécio deixará de pousar.

Como ele construiu ou reformou tantos, ele terá muitas escolhas.

Parece que apareceu um aeroporto fantasma. Desta vez, em Itabira...

Quem diz é:

http://www.contextolivre.com.br/2014/07/outro-aeroporto-de-aecio.html

LRM disse...

Sr. José Antônio,
que tal o artigo publicado hoje no O Globo, jornal da "elite branca antipetista", pelo professor Jacob Dolinger.

Foi um primor que mostrou a baixa estatura da nossa diplomacia. Disse, dentre outras coisas:

(...)E tem o governo brasileiro uma equipe jurídica sofisticada que poderia adverti-lo de que condenar Israel por sua defesa contra o terrorismo pode perfeitamente constituir cumplicidade com os terroristas e as atrocidades que praticam?(...)

(...)Quanto mais o Estado de Israel progride em alta tecnologia, no avanço de sua medicina, de sua ciência; quanto mais Israel comparece para ajudar populações vitimadas por desastres naturais; quanto mais Israel contribui para minorar o sofrimento de certas populações africanas via todo tipo de assistência, quanto mais os judeus concentrados em Israel lutam por uma paz séria e duradoura com seus vizinhos — apresentando propostas irrecusáveis — sempre ignoradas pelos árabes, que por sua vez nunca oferecem contrapropostas; quanto mais Israel se revela um pais com o mais alto nível de democracia; quanto mais a Suprema Corte israelense atende a reclamações de palestinos; enfim, quanto mais Israel se destaca no plano intelectual, moral e jurídico, mais é vitimado pela hipocrisia das potências democráticas que, em vez de apoiar o Estado Judeu, lançam-se contra ele com mentiras,
cinismo e má-fé.(...)

http://oglobo.globo.com/opiniao/a-proposito-do-anao-diplomatico-13388204




José Antônio disse...

A Folha continua puxando pelo fio da meada dos aeroportos tucanos em MG.

Governo de Aécio fez só 2 aeroportos novos em MG

GABRIELA TERENZI
RICARDO GALLO
DE SÃO PAULO
26/07/2014 02h00

"Dos 14 novos aeroportos previstos para Minas Gerais pelo programa ProAero, lançado no governo Aécio Neves (2003-2010), apenas dois saíram do papel: o Regional da Zona da Mata e o da cidade de Cláudio, onde a família do senador possui uma fazenda.

Nas cidades de Itabira, Sete Lagoas, Ouro Preto, Brumadinho, Lagoa da Prata, Barão de Cocais, Monte Santo de Minas, Mantena, Andrelândia, Chapada Gaúcha, Buenópolis e Volta Grande, as obras inicialmente idealizadas não foram executadas.

A construção do Aeroporto Regional da Zona da Mata teve início em 2005 e foi concluída em 2011. A companhia Azul opera voos comerciais no local para duas cidades.

A obra em Cláudio foi concluída em 2010, mas o empreendimento ainda não tem autorização da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) para operar com o público. Empresários da cidade dizem que a demanda por uso de aviões particulares é reduzida.

Desde o governo Aécio, 29 aeroportos receberam investimentos de Minas Gerais. Em 26 deles, o dinheiro foi aplicado em obras de ampliação e adequação. Um novo aeroporto em Itajubá entrou na lista no ano passado, mas as obras ainda não começaram.

A assessoria de imprensa do governo de Minas informou que em 2010 houve reformulação do ProAero, com "revisão de prioridades do setor".

"Os investimentos serão realizados de acordo com a disponibilidade financeira do Estado", disse a assessoria.

Sobre o documento inicial do ProAero, que previa outros 12 novos aeroportos, o governo disse que se tratava de uma "modelagem concebida em 2006 e que, portanto, era suscetível de atualização em razão de novas realidades".

Para o governo, não é correta a avaliação de que o aeroporto de Cláudio seja considerado "novo", já que havia antes uma pista de pouso de terra batida no local.

A pista mencionada foi construída em 1983, quando o avô de Aécio, Tancredo Neves, era governador de Minas e um tio-avô do senador, Múcio Tolentino, era prefeito de Cláudio. A nova pista de pouso, porém, não fica no mesmo lugar que a antiga pista
.

De acordo com parecer da Secretaria de Meio Ambiente de 2009, a nova pista foi implantada "a montante (sul) da atual, sendo que dista aproximadamente 70 m a oeste, e a leste, intercepta a atual pista".

A assessoria de Aécio disse que cabe ao governo mineiro responder sobre o assunto.
"

José Antônio disse...


D. Lucia, eu trouxe a palavra de um historiador "petralha", judeu internacionalmente reconhecido e a senhora me traz um... quem é mesmo?

Nem "petralha" ele é, D. Lucia

José Antônio disse...


D. Lucia, a senhora não conseguiu reparar que o que esse senhor, quem é mesmo? disse só comprova as palavras do Tony Judt?

"E tem o governo brasileiro uma equipe jurídica sofisticada que poderia adverti-lo de que condenar Israel por sua defesa contra o terrorismo pode perfeitamente constituir cumplicidade com os terroristas e as atrocidades que praticam?"

Hoje em dia, é Israel (embora não apenas) quem pratica o Terrorismo de Estado.

A defesa contra o terrorismo, não pode ser feita pela prática do terrorismo contra populações civis.

D. Lucia, a senhora sabe, pois não faz muito tempo a senhora mesmo defendeu aqui, que o Governo de Israel, se não tivesse sido dissuadido em tempo pelos EUA, estaria "jogando foguetes" sobre o Irã.

Contra o Irã pode?

E se o Irã reagisse contra Israel da mesma forma que este está reagindo em Gaza?

Evidentemente que o Irã não tem a mesma superioridade militar sobre Israel que este tem sobre Gaza... Mas tenho a certeza, de que se isso tivesse ocorrido, Israel estaria, hoje, recorrendo à ONU contra o "ataque desproporcional" recebido pelo Irã.

Igualzinho como disse o Tony Judt.

José Antônio disse...


Do blog "Tijolaço":

http://tijolaco.com.br/blog/?p=19429

"Sou contra o Bolsa Aeroporto. O Aécio não deveria dar aeroportos aos parentes, e sim ensiná-los a voar."

Acho que é por aí, mesmo. rsrsrs...



José Antônio disse...


E o blog "O Cafezinho" do Miguel do Rosário mostra, em um esforço de reportagem como, mesmo com um avião, não conseguiu aterrissar no aeroporto de Cláudio:

http://www.ocafezinho.com/2014/07/26/internauta-invade-aecioporto/

Pela reportagem, parece que o filme do Aécio em Claudio queimou.

José Antônio disse...


Fiz uma criteriosa análise das fotos publicadas do Aeroporto Internacional de Cláudio.

Uma delas, a que mais chamou a minha atenção é aquela na qual podemos observar o aeroporto, cercado por um alambrado, e cujos portões se encontram trancados por um cadeado, o qual está em poder de familiares do candidato Aécio Neves.

Minhas conclusões:

O programa, "Bolsa Aeroporto", implementado durante a gestão do então Governador, Aécio Neves, peca principalmente por "não prover, aos contemplados, uma porta de saída". Nem que, por segurança, seja uma porta de emergência.





José Antônio disse...


Corrigindo:

É claro, que me refiro às chaves do cadeado que estão em poder de familiares de Aécio e não ao cadeado propriamente dito.


José Antônio disse...


Para D. Lucia:

Representante judaico diz ser 'infeliz' resposta 'jocosa' de Israel ao Brasil

26/07/2014 02h00

"Claudio Lottenberg, presidente da Conib (Confederação Israelita do Brasil), telefonou ontem para Aloizio Mercadante, ministro da Casa Civil, para lamentar a resposta "jocosa" da chancelaria de Israel à nota que condena "o uso desproporcional da força" no confronto com a Palestina. "O porta-voz foi muito infeliz. O Brasil tem o direito de expor seu ponto de vista, e Israel, o de não gostar", afirma o representante da comunidade judaica no país.

FOGO CRUZADO 2

Lottenberg diz que é brasileiro e ficou indignado com o fato de o porta-voz ter qualificado a nossa diplomacia de anã e ter dito que "desproporcional" é o 7 a 1 para a Alemanha na Copa. "Não é assim que se constroem relações entre pessoas e países."

FOGO CRUZADO 3

O presidente da Conib, que reúne proeminentes empresários de origem judaica no Brasil, havia procurado Mercadante na quinta para tratar da decisão do governo de convocar o embaixador brasileiro em Tel Aviv. "É um sinal muito forte e ficamos preocupados, pois o governo sempre teve posição equilibrada em relação ao Oriente Médio."
"

http://www1.folha.uol.com.br/colunas/monicabergamo/2014/07/1491423-representante-judaico-diz-ser-infeliz-resposta-jocosa-de-israel-ao-brasil.shtml


José Antônio disse...

GAZA NÃO É AQUI

"Dois promotores de Justiça -um judeu e uma palestina- esperam reunir 300 pessoas amanhã, no parque Ibirapuera, às 9h, em uma caminhada pela paz. Roberto Livianu e Laila Shukair pedem que todos usem camisetas brancas pelo fim do conflito entre Israel e Palestina. O lema: "Pouco importa quem tem razão. O que importa é a paz. Somos todos cidadãos do mundo"."

http://www1.folha.uol.com.br/colunas/monicabergamo/2014/07/1491423-representante-judaico-diz-ser-infeliz-resposta-jocosa-de-israel-ao-brasil.shtml

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

JOÃO DORIA E ACMN LEVAM UMA MERECIDA CHUVA DE OVOS EM SALVADOR - EM VÍDEO

OS OVOS CHOCARAM E APODRECERAM ASSIM QUE TIVERAM CONTATO COM A CABEÇA DOS DOIS PREFEITOS LEIA A MATÉRIA AQUI

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS