quinta-feira, 10 de julho de 2014

O GLOBO E SUA CAPA CANALHA - PARECE ATÉ JORNAL "ARGENTINO"

A CAPA DAS CAPAS DA CANALHICE
CAPA DO JORNAL O GLOBO - DIA 09/07/2014

SE ALGUÉM TINHA ALGUMA DÚVIDA DO QUANTO A IMPRENSA BRASILEIRA É CAPAZ DE PRODUZIR MATERIAL COM CONTEÚDO BAIXO E DE VIÉS CANALHA, BASTA DAR UMA OLHADA NESSA CAPA DO JORNAL O GLOBO.

Eis aí a mais contundente prova do tipo de jornalismo rasteiro, apelativo, "MARROM", como diriam os antigos. A GLOBO, e O GLOBO agora vão DEFENESTRAR a SELEÇÃO, o técnico, a comissão, os jogadores, a CBF. Eles não vão fazer uma crítica, não vão fazer uma contestação. Eles já estão praticando a DESMORALIZAÇÃO, o ARRASO, o LINCHAMENTO.

SUGARAM o quanto puderam, pois, desde os tempos de RICARDO TEIXEIRA a emissora tem acesso privilegiado para entrevistas e ENTRADAS na concentração. Possuem exclusividade e MONOPÓLIO, GANHAM MUITO DINHEIRO com a COPA, com a SELEÇÃO, com o FUTEBOL BRASILEIRO. 

NO INÍCIO, baixaram o PORRETE, depois, mudaram de opinião, diante das vitórias e do clima da população em relação à COPA DO MUNDO. Agora vão de novo voltar para o campo da desqualificação.

A GLOBO DÁ AZAR, o ÔBA ÔBA da GLOBO e seus globais dá AZAR, tira a CONCENTRAÇÃO. Coincidentemente, O FUTEBOL do Brasil nunca mais foi o mesmo, desde que a GLOBO assumiu o controle, ditando horários e calendários. A primeira mudança que o FUTEBOL brasileiro precisa fazer é TIRAR o MANDO DE CAMPO da GLOBO, é colocar essa MORCEGADA no seu devido lugar, e dar a ela apenas o mesmo direito que dá as demais emissoras.

20 comentários:

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
José Antônio disse...


De onde saem certos paspalhões que se acham muito engraçados?

---

De fato, Bond, nossa imprensa é uma grande vergonha. Quem sabe estejam começando um processo de autocrítica.

Já não seria sem tempo.

Vergonha!

LRM disse...

"A GLOBO DÁ AZAR, o ÔBA ÔBA da GLOBO e seus globais dá AZAR, "
************
Quem deve dar muita sorte é PT. 12 anos no poder e a seleção perdeu todas as copas. :)

LRM disse...

A grande vergonha é mesmo a malangragem do Brasileiro, tão bem representada pelos petistas.

Jogadores da Alemanha passaram uma descompostura nos jogadores brasileiros que simulavam faltas inexistentes. Até o Ronaldo confirmou isso. Tal farsa na Europa é de uma gravidade desconcertante.

Foi a vitória da tática, da disciplina e da ética sobre a malandragem e esperteza tupiniquim. Espero que o Brasil mude de vez, e não estou falando da seleção, não.

Anônimo disse...

Vi muitas pessoas criticando esta capa.

Eles pegaram muito pesado, estão sendo covardes. Podiam criticar mas sem usar estes termos sobrepostos em letras enormes.

Mas, sr. bonde, o que se pode esperar de um jornal que sempre apoiou a ditadura militar de 64, e esteve ao longo da sua vida sempre em posição contrária os interesses do povo brasileiro

O.P.L.

José Antônio disse...


"Espero que o Brasil mude de vez, e não estou falando da seleção, não."

Já seria um grande avanço se D. Lucia deixasse de se considerar estrangeira em seu país e, portanto, livre dos "vícios tupiniquins", começando a mudança por ela mesma.

Por falar nisso, que pecado cometeram os tupiniquins para serem associados a todas as malandragens trazidas para o território brasileiro pelos conquistadores estrangeiros?

Não sei se ainda existem remanescentes vivos dos tupiniquins. Se existem, seria hora de reivindicar que o nome de sua comunidade deixasse de ser sinônimo de tudo quanto é falcatrua cometida pelas classes dominantes do país que de tupiniquins não possuem nada.

José Antônio disse...


Ainda há resquícios de vida inteligente no "O Globo":

"O que precisamos pensar dessa experiência? O futebol não é o Brasil, é uma das características culturais e lúdicas do brasileiro, assim como o Carnaval; não temos necessidade masoquista de fazer de uma derrota, uma Nação derrotada; a perda, e principalmente uma perda desse tipo é preciso não transformá-la em Depressão Coletiva e sim tirar proveito dos erros. Claro que queríamos ganhar, ainda mais em nosso território; claro que esse desejo parecia obscurecer uma visão realista que não tínhamos nem temos uma Seleção melhor do mundo; nossos jogos foram um tanto medíocres para um futebol hexacampeão; nossos jogadores, a maioria, ainda sem experiência de Copa são pessoas ainda em crescimento, salvo alguns como os Fredes da vida; Neymar, o mito Neymar, foi uma maneira de nos iludir e também de colocar nesse rapaz uma responsabilidade de Super Homem, mesmo craque como é nada poderia fazer; dizer que a situação do país, precária e em crise prejudicou, não sabemos. O que sabemos é que os jogadores se obrigavam alegrar uma população sofrida, ainda que temporariamente, em função do clima depressivo e da falta de esperança com os Poderes Públicos, problema muito maior e decisivo do que Futebol. Não, isso não, os jogadores, o Felipão, não podem ser bodes expiatórios da nossa derrota. A nossa derrota estava cantada, mesmo tendo ganho a Copa das Confederações. A nossa derrota é a cara do Futebol Brasileiro: medíocre, corrupto, mal administrado pelas Confederações e endividado até o pescoço. Nosso futebol não tem sido o melhor do mundo, precisamos acreditar nisso. Uma Copa não se ganha com mídia, euforia desastrada, desejo legítimo de ser campeão; uma Copa se ganha com maturidade, consistência e desenvolvimento de um Futebol Moderno.
Prezados leitores, não vaiem os nossos jogadores e técnico, incentivem e denunciem “os mistérios” das nossas Confederações; façam como fazem os Corintianos, que mesmo o time perdendo, cantam, dão força, mas não rasgam a bandeira do time nem a bandeira da Nação.
Perdemos? Perdemos, sem ser necessário transformar a perda numa atitude de ruína. Estamos ferido sim, feridos em nosso brilho e brio, pois perder é tolerável, mas perder de sete a um é temporariamente insuportável.
"

Carlos de Almeida Vieira - psicanalista e psiquiatra.

A Experiência de um Naufrágio

http://oglobo.globo.com/pais/moreno/posts/2014/07/09/a-experiencia-de-um-naufragio-542065.asp

LRM disse...

"Por falar nisso, que pecado cometeram os tupiniquins para serem associados a todas as malandragens trazidas para o território brasileiro pelos conquistadores estrangeiros?"
***************
Os Tupiniquins eu não sei, mas as malandragens foram criadas em solo pátrio brasileiro e naõ foram trazidas por ninguém de fora, não. Temos patente disso.

LRM disse...

"não temos necessidade masoquista de fazer de uma derrota, uma Nação derrotada; a perda, e principalmente uma perda desse tipo é preciso não transformá-la em Depressão Coletiva e sim tirar proveito dos erros."
*************
Esse psiquiatra está errado. Na vitória nos fazemos de nação vitoriosa. Sempre foi assim. O PT, por exemplo, estava sedento por isso. Sonhava em tirar proveito político da vitória. Não vai mais. Talvez a Dilma nem tenha coragem de ir ao Maracanã entregrar a taça. Já teríamos uma vaia estrondosa só por isso, agora pode-se ter até algo pior. Não provoque nem abuse da sorte e fique em casa, Dilma!

BONDeblog S. O. disse...

Senhora Lucia

Sua fixação no PT já está ultrapassando o limite do tolerável em termos de sensatez. Cuidado, pois o fanatismo político e o radicalismo de posições, não são bons companheiros.

José Antônio disse...


"O PT, por exemplo, estava sedento por isso. Sonhava em tirar proveito político da vitória."

Quem imaginava que o resultado dos eventos esportivos pudessem influir politicamente, foi a oposição.

Daí que passaram a torcer contra a seleção do Brasil.

Aqui mesmo, no blog, uma comentarista, assegurou que iria torcer pelos Camarões.

O pior de tudo é que essa é uma estratégia burra.

Faz tempo sabemos que vitórias ou derrotas em Copas do Mundo nos anos de eleições, em nada influenciam os seus resultados.

Se a oposição está se regozijando com essa derrota, ela se encontra redondamente enganada.

A oposição ainda não encontrou o seu caminho para ganhar votos. Faz tempo que ela não os ganha, por que faz tempo insiste nos mesmos erros. Não será assim que ela os ganhará.

E, enquanto não os ganhar, continuará na oposição.

À oposição só lhes resta duas opções. Trabalhar em busca de votos ou os tanque nas ruas.

Por isso tem o apoio incondicional do PIG que já não disfarça mais.

LRM disse...

A Alemanha tem 102 prêmios Nobel. O Brasil não tem nenhum. E vcs achando que 7 x 1 foi goleada?

Vejam se a Alemanha parou 30 dias pra ver uma Copa?

Aqui vcs só estão preocupados com PIG, fulecos e outros bichos.

Sr. José Antônio é o ícone do nosso terceiromundismo.

José Antônio disse...


D. Lucia continua escorregando feito sabonete.

Na falta de argumentos para responder o que lhe foi dito acima, partiu para os 102 Prêmios Nobel da Alemanha.

Nós não temos nenhum: a culpa, certamente foi do PT, do Lula e da Dilma.

Ah... sim, e dos tupiniquins.

Cara D. Lucia, a Alemanha teve um, e um só, Hitler.

Muito obrigado. Nós não queremos ter nenhum.

LRM disse...

Que baixaria, hein Sr. José Antônio!

É certo que não queremos um Hitler, mas não duvido nada que o senhor quisesse um Fidel Castro, um Cháves, um Pol Poth, um Stalin e até um Sadan Hussein (este o senhor declarou explicitamente dia desses).

José Antônio disse...

"Sadan Hussein (este o senhor declarou explicitamente dia desses)."

A senhora deve estar salivando ante a atual situação do Iraque e partes da Síria onde forças sunitas pretendem ressuscitar um califado islâmico regido pelas interpretações mais retrógradas do Coorão.

A quantidade de execuções a frio perpetradas por estas tropas não tem nada de paralelo com o que foi a ditadura de Sadam Hussein. A ponto de, vejam só, os EUA e o Irã pretenderem empreender ações conjuntas contra o tal califado.

Sei que a senhora é adepta de banhos de sangue. Adepta da lei de talião. Se dependesse da senhora, o Brasil já teria invadido a Bolívia, Venezuela, Argentina, Cuba, Nicarágua, El Salvador, Irã, China, Coreia do Norte, Rússia, Síria.... além de bombardear a favela do Alemão.

Realmente, D. Lucia, a Senhora é de uma coragem sem par.

Aproveite para saborear as atrocidades cometidas pelo novo Califado Islâmico.


José Antônio disse...


E a baixaria é minha, D. Lucia?

LRM disse...

Sr. José Antônio,

O senhor sempre tecendo mentiras sobre a minha pessoa e sobre coisas que eu nunca disse.

Por isso a sua credibilidade é próxima de zero.

José Antônio disse...


"O senhor sempre tecendo mentiras sobre a minha pessoa e sobre coisas que eu nunca disse"

E quem é que acredita na senhora?

LRM disse...

"E quem é que acredita na senhora?"
*****************
Muito mais gente do que supõe a sua vã inconsciência.

João Paulo Ferreira de Assis disse...

Dona Lúcia permita-me a senhora uma observação:

A senhora também não se ajuda. A senhora tem feito comentários que agridem o nosso sentimento de brasilidade. Eu fiquei tentado a lhe dar uma resposta malcriada. E só a custo eu me levantei da cadeira e fui fazer outras coisas que a minha casa pedia e quando sentei de novo já estava sem o ânimo de lhe responder.

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

JOÃO DORIA E ACMN LEVAM UMA MERECIDA CHUVA DE OVOS EM SALVADOR - EM VÍDEO

OS OVOS CHOCARAM E APODRECERAM ASSIM QUE TIVERAM CONTATO COM A CABEÇA DOS DOIS PREFEITOS LEIA A MATÉRIA AQUI

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS