terça-feira, 1 de julho de 2014

HABITAÇÃO - UM DOS MAIORES LEGADOS DE 12 ANOS DE GOVERNO DO PT


CONJUNTO ZÉ KETI - CENTRO - RIO DE JANEIRO

No lugar onde funcionava o PRESÍDIO DA FREI CANECA, o Programa MINHA CASA MINHA VIDA, em parceria com o governo do Rio de Janeiro, construiu DOIS RESIDENCIAIS com 998 moradias para população de baixa renda. São aproximadamente 4.000 pessoas que deixam habitações em condições degradantes e inseguras, ou a casa de parentes onde estavam encostadas, que recebem a oportunidade de mudar de endereço e vida. Muitas delas esperam por esse momento desde quando perderam tudo por conta de temporais e deslizamentos.

Nos últimos anos, a construção de moradias decentes, ainda que simples, reduziu de forma significativa o déficit habitacional no Brasil. Por outro lado, para o brasileiro de melhor renda, houve crédito farto e com taxas accessíveis aos financiamentos imobiliários. Muita gente comprou ou está comprando a sua casa própria, deixando o aluguel, que é uma das formas mais perversas de manifestação do capitalismo selvagem, pelos valores extorsivos cobrados e pelas condições draconianas impostas por senhorios e imobiliárias.

Por certo, o Minha Casa Minha Vida, é um dos maiores legados dos 12 anos de governo do PT. O Programa pode prosseguir e até ser ampliado a partir de janeiro de 2015, dependendo do resultado das próximas eleições para presidente da República


Dilma: Minha Casa, Minha Vida tem sentido de recomeço para famílias sem casa própria


Na inauguração de 998 unidades habitacionais do Minha Casa, Minha Vida, nesta segunda-feira no Rio de Janeiro, a presidenta Dilma Rousseff considerou o programa como recomeço para famílias. Ela ressaltou a localização dos residenciais Zé Keti e Ismael Silva, além do acesso dos moradores a outros serviços públicos.

“Acho que aqui é um recomeço para muitas famílias que podem olhar o futuro e lembrar o seguinte: agora tem uma moradia. Na hora que colocar a chave na fechadura, abrir a porta e entrar, é isso que vocês têm: um lar a ser construído. E quando tem um lar, também vai ter futuro melhor, vai cuidar melhor das crianças, vão ter uma educação melhor. Aqui vocês vão ter todas essas garantias. Aqui vai ter escola, creche, vai ter todos os equipamentos sociais e na verdade, estão perto de tudo. Fica na verdade no centro do Rio. Por isso, é um recomeço e é também caminho para o futuro”, analisou.

Dilma reforçou ainda a continuidade do Minha Casa, Minha Vida para atender pessoas que ainda acessaram a casa própria. A presidenta lembrou das 3,750 milhões de moradias entregues desde 2009, e com estes resultados o governo adquiriu experiência para ampliar a meta na terceira etapa, a partir de 2015.

Zé Kéti e Ismael Silva

Os residenciais receberam investimento de R$ 31,4 milhões para 499 moradias em cada um. Ao todo, foram quase 4 mil pessoas beneficiadas no Rio de Janeiro. Os empreendimentos contam com 32 unidades adaptadas a pessoas com deficiência. Estão localizados a três quilômetros do centro da cidade e a quatro quilômetros do Aeroporto Santos Dumont, com disponibilidade de transporte público.

Um comentário:

LRM disse...

MINHA CASA MINHAS DÍVIDAS.

Boa parte dos que entraram neste programa não estão conseguindo pagar. Muitos imóveis parecem ter sido construídos pela construtora do Sérgio Naia e já estão em petição de miséria, com rachaduras e infiltrações. Milícias também agem nesses empreendimentos explorando os moradores, tudo sem qualquer proteção do governo.

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

JOÃO DORIA E ACMN LEVAM UMA MERECIDA CHUVA DE OVOS EM SALVADOR - EM VÍDEO

OS OVOS CHOCARAM E APODRECERAM ASSIM QUE TIVERAM CONTATO COM A CABEÇA DOS DOIS PREFEITOS LEIA A MATÉRIA AQUI

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS