sábado, 26 de julho de 2014

E AGORA AÉCIO NEVES ? DESAPROPRIAÇÃO DO TERRENO DO TITIO PODE CUSTAR 21,5 MILHÕES AOS COFRES DE MINAS GERAIS


CLIQUE PARA VER O TAMANHO DA CONTA AMPLIADA

A LDO DO ESTADO  DE MINAS GERAIS PARA 2015, RESERVA RECURSOS DA ORDEM DE R$ 21 MILHÕES POR CONSIDERAR "POSSÍVEL" PERDER A AÇÃO NA JUSTIÇA E TER DE INDENIZAR O TIO TOLENTINO PELO TERRENO DA CIDADE DE CLAUDIO.

8 comentários:

José Antônio disse...


Pelo o que já apareceu desde o artigo de domingo passado, na Folha, é possível acreditar que muito mais ainda virá por aí.

As revistas semanais, até agora, fingiram, que nada está acontecendo.

Mas está começando a ficar difícil continuar ignorando até onde pode ter ido a sensação de impunidade que acometeu o paladino da direita e da extrema-direita.

Aguardemos. Amanhã é domingo e acho que haverá mais revelações.

Agora que a Folha começou não pode mais recuar sob pena de total desmoralização.

Aguardem os próximos capítulos.

BONDeblog S. O. disse...

Sr. José Antonio

O senhor pode me informar se a Revista Veja publicou alguma coisa sobre essa situação do Aeroporto de Cláudio, em que Aécio Neves aterrissou sem acionar o trem de pouso, depois de bombardeado pelo fogo amigo de um míssil disparado pela Folha ?

Moderador

José Antônio disse...

Prezado Moderador,

Eu não leio essa revista que o senhor menciona...

Mas passei por uma banca onde ela, parece, estava encalhada.

Vi a capa e, apesar de ser uma notícia importante, nada havia nela que indicasse a existência de alguma reportagem em seu interior.

Como esta revista, as demais semanais que estavam ao seu lado também nada mencionavam na capa.

Vamos ver na semana que vem... Quem sabe?

BONDeblog S. O. disse...

Boa madrugada

Talvez a senhora LRM possa dizer se a revista VEJA traz alguma matéria / informação sobre esse caso.

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
BONDeblog S. O. disse...

Anônimo sem educação...deletado. ô que alegria, pensei que iria transmitir o cargo sem a oportunidade de rifar um destes bobalhões.

José Antônio disse...


Editorial da Folha de S. Paulo, hoje, sobre o programa ProTolentino de Aécio Neves, quando Governador das Geraes:

Editorial: o pouso do tucano

DE SÃO PAULO
27/07/2014 02h02

"O senador mineiro Aécio Neves, candidato do PSDB à Presidência da República, dedicou boa parte dos últimos dias à tentativa de justificar a construção de um aeródromo em Cláudio (MG), num terreno desapropriado pelo governo do Estado durante a gestão do tucano.

Revelado por esta Folha no último domingo, o episódio desde logo chamou a atenção. Primeiro, porque as terras pertenciam a Múcio Tolentino, tio-avô de Aécio e ex-prefeito de Cláudio. Depois, porque o uso da pista de pouso, pronta em 2010, dependia da autorização dos familiares do senador.

Com 1 km de comprimento e condições de receber aeronaves turbo-hélice de pequeno e médio porte (até 50 passageiros), o aeródromo custou R$ 13,9 milhões aos cofres públicos, sem contar a indenização pela desapropriação. O valor oferecido pelo Estado, R$ 1 milhão, é até hoje discutido na Justiça.

De acordo com a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), a pista ainda não teve sua operação liberada ao público. Mesmo assim, Fernando Tolentino, um dos filhos de Múcio, afirmou que ao menos um avião a utiliza por semana.

Entre os usuários estaria o próprio Aécio Neves. Seu refúgio favorito, a Fazenda da Mata, situa-se a 6 km dali. Nas inúmeras explicações que deu ao longo da semana, o tucano não confirma nem nega que tenha aterrissado em Cláudio. O candidato também se eximiu de dizer por que as chaves do local ficavam nas mãos de seus parentes.

Há mais, contudo. Nova reportagem desta Folha mostrou que, em 2001, o tio-avô de Aécio sofreu o bloqueio judicial da área onde está o aeródromo. O Ministério Público pede o ressarcimento dos gastos na construção de uma pista de pouso de terra em 1983, quando Tancredo Neves era o governador mineiro, e Múcio, prefeito de Cláudio.

Para quem não podia dispor de parte das terras, a desapropriação não chega a ser mau negócio. E a indenização, paga com recursos de Minas, poderá ser usada por Múcio para, caso seja condenado, quitar sua dívida com o governo mineiro.

Diante desses fatos, soam no mínimo inverossímeis as declarações de Aécio segundo as quais seus familiares não teriam se beneficiado pela obra. Também caem em descrédito as justificativas técnicas apresentadas pelo tucano.

Pela narrativa oficial, o aeródromo tem importância para as indústrias locais, e a pavimentação da pista de terra representava a opção mais econômica para o Estado.

Mais econômico, na verdade, teria sido não fazer obra nenhuma. A demanda por voos em Cláudio é pequena, e o aeroporto de Divinópolis fica a 50 km de distância.

Ainda que todo o processo tenha sido feito de maneira legal, como sustenta Aécio Neves, restará uma pista de pouso conveniente para o tucano e seus parentes, mas de questionável eficiência administrativa. Não é pouca contradição para um candidato que diz apostar na união da ética com a qualidade na gestão pública.
"

----

Alguém poderia confirmar se é verdade que o prazo para a substituição de candidatos à Presidência, por parte dos partidos políticos, expira em setembro?

Tudo indica que Aécio está sendo minado pela elite paulista.

Serra já foi chamado do banco para o aquecimento?

CONSTITUINTE JÁ disse...

Õ, BOND, o DNIT tá desapropriando 0,7 Ha de minha propriedade. Pls, alguém tem os telefones do avaliador do terreno do Tio-avô????

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

JOÃO DORIA E ACMN LEVAM UMA MERECIDA CHUVA DE OVOS EM SALVADOR - EM VÍDEO

OS OVOS CHOCARAM E APODRECERAM ASSIM QUE TIVERAM CONTATO COM A CABEÇA DOS DOIS PREFEITOS LEIA A MATÉRIA AQUI

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS