quinta-feira, 10 de julho de 2014

DILMA ROUSSEFF EM ENTREVISTA A CNN - SÓ UM JOGO DE FUTEBOL !



Dilma parabeniza chanceler por goleada da Alemanha

A presidente Dilma Rousseff parabenizou a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, pela goleada de 7 a 1 imposta pelo seu país à seleção nas semifinais da Copa do Mundo de 2014 e reconheceu que a equipe germânica jogou "muito bem". "Isso não é uma guerra. É apenas um jogo, e é por isso que o futebol nos atrai tanto. Então eu vou cumprimentar Angela Merkel e dizer-lhe que, sim, seu país jogou muito bem. Eles merecem ser parabenizados", declarou Dilma, em entrevista à rede norte-americana CNN. 

Na primeira parte da conversa, que foi divulgada ontem (9), Dilma já havia dito que nem em seus "piores pesadelos" imaginou que a seleção pudesse perder por uma margem tão grande, mas ressaltou a capacidade do Brasil de crescer nas adversidades. "Ser capaz de superar uma derrota é uma qualidade de uma grande seleção e de um grande país", salientou. 

Ainda falando de esporte, Dilma disse que a nação precisa parar de exportar jogadores para que seus estádios voltem a ficar lotados e o futebol local possa se desenvolver. "Exportar jogadores significa que nós desistimos da principal atração para manter os estádios cheios de torcedores" ressaltou. 

Recentemente, a presidente se reuniu com líderes do Bom Senso F.C, movimento que reúne atletas do país todo em busca de melhorias no futebol brasileiro. No encontro, ela se comprometeu a ajudar o grupo nas suas reivindicações.

Política

Na entrevista, Dilma também lembrou o período da ditadura militar no Brasil, quando foi torturada, e destacou que não vai usar os mesmos métodos de regimes totalitários para combater a criminalidade. "Você não pode deixar isso mudar sua visão de mundo, sua ideologia. Eu resisti. A tortura faz a gente viver a vida com mais intensidade", acrescentou. 

A mandatária ainda declarou à CNN que não aceitará que seu país e os brasileiros sejam espionados, em referência ao escândalo de monitoramento por parte dos Estados Unidos contra nações do mundo inteiro.

Um comentário:

José Antônio disse...


Alemanha pede que principal agente americano em Berlim deixe o país

"DAS AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS
10/07/2014 10h25 - Atualizado às 12h33

O governo alemão pediu aos Estados Unidos que o chefe da agência de inteligência americana em Berlim deixe o país, disse nesta quinta-feira (10) um deputado aliado da chanceler Angela Merkel.

O porta-voz do governo, Steffen Seibert , confirmou a informação. "Pedimos ao representante dos serviços secretos americanos na embaixada dos Estados Unidos que abandone a Alemanha", disse em nota.

A Casa Branca se recusou a comentar a notícia da expulsão, mas ressaltou que os vínculos entre os serviços de inteligência dos dois países são vitais.

"Vimos as informações e não fazemos nenhum comentário sobre um suposto assunto de inteligência", disse a porta-voz do Conselho de Segurança Nacional, Caitlin Hayden.

"Mas nossa relação de segurança e inteligência com a Alemanha é muito importante e mantém alemães e americanos a salvo", completou Hayden.

O embaixador americano em Berlim não quis comentar o caso, mas disse que a cooperação entre EUA e Alemanha é "essencial".

Clemens Binniger, deputado alemão que faz parte da comissão do Parlamento que fiscaliza as agências, disse que "o governo pediu que o representante das agências de inteligência dos EUA na Alemanha deixe o país como resposta a falha em ajudar a responder diversas alegações, a começar pela NSA e até os últimos incidentes".

As relações entre os dois países ficaram estremecidas depois de uma série de denúncias feitas pela Alemanha sobre a espionagem feita por Washington.

Entre os casos citados pelos deputado estão as denúncias recentes que um espião da BDA (a agência de inteligência alemã) e um militar do Exército passaram informações ao governo americano.

O agente foi preso no dia 9 de julho.

Além disso, Berlim também reclama da espionagem feita pela NSA (Agência de Segurança Nacional) americana contra a chanceler Angela Merkel, como revelado por Edward Snowden.
"

http://www1.folha.uol.com.br/mundo/2014/07/1483785-alemanha-pede-que-principal-agente-americano-em-berlim-deixe-o-pais.shtml

A Folha dá a notícia apenas parcialmente. A essas alturas já são dois os implicados em espionagem a favor dos EUA.

Angela Merkel está percebendo que a relação de "amizade" entre a Alemanha e os EUA não passa de um mero protocolo de intenções.

O risco, é ela se voltar para o seu fornecedor de gás que necessita ser bem tratado a pão-de-ló.

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

JOÃO DORIA E ACMN LEVAM UMA MERECIDA CHUVA DE OVOS EM SALVADOR - EM VÍDEO

OS OVOS CHOCARAM E APODRECERAM ASSIM QUE TIVERAM CONTATO COM A CABEÇA DOS DOIS PREFEITOS LEIA A MATÉRIA AQUI

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS