quarta-feira, 23 de julho de 2014

DEPUTADO DENUNCIA COMPRA DE APOIO PELO PSB DE EDUARDO CAMPOS EM PERNAMBUCO - R$ 6 MILHÕES POR UM MINUTO DE PROPAGANDA ELEITORAL

Folha agora vai para cima de Eduardo Campos


Deputado denuncia oferta de propina por apoio a candidato de Campos

Oferta teria sido feita pelo Pros e pelo PP em meados de junho, em um valor de R$ 6 mi

O deputado José Augusto Maia (Pros) acusa seu partido e o PP de terem oferecido propina em troca de apoio ao candidato de Eduardo Campo (PSB) ao governo de Pernambuco, Paulo Câmara. Maia, que não teria aceitado a proposta de integrar a coligação, não quis informar o valor da "vantagem financeira", alegando não ter provas e se referindo a uma "proposta indecorosa", mas teria informado a outros deputados que se tratava de um montante de R$ 6 milhões. As informações foram publicadas na Folha de S. Paulo nesta quarta-feira (23).

A oferta teria sido feita diretamente pelo presidente nacional do Pros, Eurípedes Jr., e pelo líder da bancada do PP na Câmara, Eduardo da Fonte. Maia foi afastado da chefia do Pros em Pernambuco. Ele apoiava Armando Monteiro (PTB) ao governo do Estado e pretende informar os valores da propina à justiça.

"Estou dizendo que foi uma proposta, com outras palavras, de vantagem financeira. Não estou dizendo as cifras, mas para bom entendedor o silêncio é o bastante, né? No juízo eu quero, aí eu vou dizer", disse Maia à Folha de S. Paulo.

Os políticos citados por Maia ao jornal paulista negaram as informações, assim como a campanha eleitoral de Paulo Câmara. Eduardo Campos não quis comentar. Câmara foi secretário da Fazenda no governo de Eduardo Campos em Pernambuco.

Maia já havia comentado sobre a proposta na tribuna da Câmara na última quinta-feira (17), afirmando que havia sido destituído do Pros por não aceitar fazer parte da coligação do candidato de Campos. O valor da proposta teria circulado em um papel durante uma reunião, em um hotel em Recife, no dia 12 de junho. No mesmo dia, Maia foi destituído e seu partido anunciou apoio ao PSB, que deve conferir a este mais de 1 minuto e meio na propaganda eleitoral na TV. Uma outra proposta teria sido feita em reunião posterior, do PP, no dia 16 de junho.

2 comentários:

José Antônio disse...


Na Folha de S. Paulo de Hoje (e provavelmente no Globo e outros jornais onde o Elio Gaspari mantém duas colunas semanas)

A explicação de Aécio não decola

http://www1.folha.uol.com.br/colunas/eliogaspari/2014/07/1489899-a-explicacao-de-aecio-nao-decola.shtml

"Desde domingo, quando o repórter Lucas Ferraz contou que a Viúva construiu uma pista de pouso asfaltada no município de Cláudio (MG), a 6 km da fazenda centenária do ramo materno da família de Aécio Neves, o candidato tucano à Presidência da República ofereceu explicações insuficientes para satisfazer a curiosidade de uma pessoa que pretenda votar nele em nome do seu compromisso com a gestão e a transparência. Situações desse tipo afloram em campanhas eleitorais, e a maneira como os candidatos lidam com elas instrui o julgamento que se faz deles.

O campo de aviação de Cláudio fica a 120 km do aeroporto de Confins e a 36 km da pista bem equipada de Divinópolis. Lá estão as terras da família Tolentino, na qual nasceu Risoleta, avó de Aécio e mulher de Tancredo Neves. Ela morreu em 2003, deixando no espólio a fazenda da Mata, recanto onde seu neto às vezes se refugia. A obra custou R$ 13,9 milhões ao governo do Estado e foi concluída em 2010, quando ele o governava. No ano anterior, segundo o IBGE, a receita orçamentária realizada do município foi de R$ 26,3 milhões.

Aécio respondeu com uma generalidade: "Tudo foi feito com a mais absoluta transparência e correção". Juntou uma redundância: "O aeroporto foi construído em área pertencente ao Estado, não havendo, portanto, investimento público em área privada". Finalizou com uma precipitação: "Já foi tudo explicado".

Por enquanto, há em Cláudio uma pista de 1 km, capaz de receber jatinhos de até 50 lugares, sem equipamento ou homologação da Anac. Falta explicar é a necessidade de a Viúva ter construído essa nova pista naquelas terras. A área foi desapropriada em 2008. Sem isso, a obra não poderia ter sido custeada pelo governo do Estado. Os Tolentino disputam o valor oferecido pelas terras (R$ 1 milhão). Uma peritagem, ainda que tardia, poderá resolver a questão. O próprio candidato argumenta que "aeroportos locais, que não possuem voos comerciais, ou pistas de pouso fechadas são prática comum em aeroportos públicos no interior do país, como forma de evitar invasões (...) que possam oferecer riscos à segurança dos usuários". Tem toda razão e leva ainda o mérito de expor uma questão relacionada com os investimentos públicos em pistas que só recebem aviões privados. Talvez Cláudio precisasse de uma. Do jeito que está, recebe irregularmente uns dois aviões por semana. O ex-governador informa também que não se tratou de construir uma nova pista, mas apenas de modernizar outra, de terra, feita em 1983, quando seu avô era governador e um Tolentino, prefeito da cidade. A Viúva não deve ter ficado com essa conta, pois a terra era privada.

A comodidade de uma pista de pouso paga e mantida pela Boa Senhora é o objeto do desejo de todo fazendeiro. Tome-se, porém, o exemplo de Paul Mellon, um finíssimo bilionário que vivia entre seu haras da Virgínia e o mundo. Comprou um avião e, para seu conforto, construiu um aeroporto dentro de suas terras, em Upperville. Lá, avisa-se: "Uso privado. É necessária autorização para pousar".

Mellon fez o aeroporto com o dinheiro dele. A pista de Cláudio, como diria Armínio Fraga, foi construída com o "meu, o seu, o nosso".
"


José Antônio disse...

O Estadão (Serra?) produziu reportagem, ontem na qual Aécio não sai bem na fita.

Aécio defende obra, mas não diz se usou aeroporto

http://politica.estadao.com.br/noticias/eleicoes,aecio-defende-obra-mas-nao-diz-se-usou-aeroporto,1532518

Alguns trechos:

"No rápido pronunciamento, Aécio acusou o PT de estar por trás da divulgação do caso. "A campanha começou como nossos adversários gostam: com mentiras e ataques à honra. Essa é uma praxe dos nossos adversários do PT", afirmou."

(...)

"O caso do aeroporto abalou a campanha tucana. Aécio cancelou sua agenda nesta terça e passou o doa em Belo Horizonte articulando sua defesa. Ele desembarcou em São Paulo no começo da noite e participou de um encontro com a deputada federal Mara Gabrilli (PSDB-SP) no comitê central de sua campanha. Embora digam oficialmente que não há crise na campanha, aliados do senador admitem reservadamente que o sinal amarelo foi aceso depois que o caso foi repercutido pelo Jornal Nacional, da Rede Globo.

A estratégia para sair da defensiva já foi traçada: culpar a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) pelo vazamento e o PT pela propagação da história e por tentar politizar a denúncia. "Esse assunto ocorreu em 2010. A denúncia foi feita, claro por vazamento de algum órgão do governo que tenha a informação e controla o funcionamento do aeroporto", disse o senador José Agripino (DEM-RN), coordenador da campanha de Aécio, sem citar nominalmente a agência.
"

Pelo visto, Aécio aprendeu rapidamente com seu inimigo íntimo, tucano, José Serra, a fabricar bolinhas de papel atiradas por petistas.

A culpa das suas falcatruas é do PT.

Mara Gabrilli é aquela deputada tucana que em vistoria às condições de detenção de José Dirceu na Papuda, afirmou que "Dirceu recebe tratamento diferenciado, em uma cela com televisão e micro-ondas."

http://g1.globo.com/politica/noticia/2014/04/petista-e-oposicionista-divergem-sobre-regalias-de-dirceu-em-prisao.html

Em artigo reproduzido pelo 247 Brasil, Gabrilli afirma: "Em comparação à maioria das celas, que são menores e cercadas apenas por grades e sem qualquer possibilidade de alguma privacidade, a de José Dirceu é pouco mais ampla e fechada por paredes, permitindo a ele momentos íntimos longe dos olhares dos guardas e de quem circula pelos corredores."

http://www.brasil247.com/pt/247/brasilia247/138644/Em-artigo-Gabrilli-insiste-em-privil%C3%A9gio-de-Dirceu.htm

Prendam os petistas. Papuda com eles, continua a dizer a "Raínha de Copas" e seus seguidores, tucanos.

É nítida a síndrome de Demóstenes Torres ao ser pego em flagrante ato de hipocrisia.

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

JOÃO DORIA E ACMN LEVAM UMA MERECIDA CHUVA DE OVOS EM SALVADOR - EM VÍDEO

OS OVOS CHOCARAM E APODRECERAM ASSIM QUE TIVERAM CONTATO COM A CABEÇA DOS DOIS PREFEITOS LEIA A MATÉRIA AQUI

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS