segunda-feira, 9 de junho de 2014

MARQUETEIRO DE EDUARDO CAMPOS ATACA AÉCIO NEVES E ACABA DEMITIDO - CAMPANHA POLÍTICA DE BAIXO NÍVEL


Baixando o nível

Com esse título, o colunista Lauro Jardim da Revista Veja, aborda o comentário debochado e ofensivo feito pelo agora ex-marqueteiro de Eduardo Campos, MARCO BAHÉ (Ele foi demitido 
da chefia de mídias sociais da campanha de Eduardo Campos após a publicação da nota)


Segundo Lauro Jardim "_ A equipe de comunicação social de Eduardo Campos vem se especializando em trapalhadas, enquanto a candidatura do ex-governador segue patinando na casa dos 7% das intenções de voto".

Segue ainda o colunista afirmando:

"_Depois de publicar no Instagram uma foto de Campos rindo dentro de um jatinho no dia em que a greve da polícia convulsionava o Recife, hoje a turma desceu ao último nível da baixaria".

E aí vem a reprodução da PÉROLA publicada no FACEBOOK, que teve como MOTE o nascimento dos filhos de Aécio Neves:

Conclui o clunista da VEJA:

"O coordenador de mídias sociais da campanha de Campos, Marco Bahé, publicou há pouco no Facebook uma frase insinuando que Aécio Neves seria usuário de cocaína.

Diz Bahé no desastroso post:

- Vai ter Coca”, Aécio Neves".
(Atualização: Marco Bahé foi afastado da chefia de mídias sociais da campanha de Eduardo Campos após a publicação da nota acima). 


Excepcionalmente estamos reproduzindo uma matéria publicada na Revista Veja. É que, trata-se de algo grave, e ao mesmo tempo inacreditável. O coordenador de campanha de um dos candidatos à presidência, faz uma alusão / insinuação dessa natureza, de que o adversário é usuário de Droga, perguntando se vai ter "COCA ?" na comemoração do nascimento de seus filhos. Convenhamos que o trocadilho é de uma torpeza sem tamanho, e mostra para além do rótulo a essa altura já inevitável a que Aécio está preso, como a campanha de Eduardo Campos vai mal das pernas. Campos corre o risco de ficar em quarto lugar na votação, perdendo até para o Bispo Everaldo.

Quem tem uma Marina Silva fora de controle como vice e um marqueteiro capaz de tamanha baixaria, nem precisa de adversários.

===================================================================




9 comentários:

LRM disse...

O que é isso, Sr. Bond?

O senhor já fez coisa muito parecida.

BONDeblog S. O. disse...

Senhora LUCIA

diga aí o que fiz de parecido !

aponte o link.

lrm disse...

Sr. Bond,

Deixo que o Sr. José Antônio o faça. Os senhores agiram juntos.

BONDeblog S. O. disse...

Coisa feia em senhora Lucia.

fazer acusação e não apresentar a prova. Acusar e não dar nem o direito de defesa.

Aponte aí o meu erro senhora Lucia. Eu não terei nenhum problema em reconhecer e me retratar.

LRM disse...

Sr. Bond,

Dá um trabalho danado visitar link por link. Mas os senhores sabem muito bem o que fizeram, inclusive debochando do Aécio.

É baile do "Pó Royal", "Pó pará" e outras insinuações.

José Antônio disse...


Caro Bond,

Quem fez coisa parecida, ou pior, foi D. Lucia em relação ao Lula.

Ela deve ter esquecido as inúmeras vezes em que, de forma bastante grosseira, insinuou que o ex-presidente Lula bebia além da conta.

Além de nunca ter sido flagrado publicamente tropeçando nas pernas, o ex-Presidente nunca negou gostar de uma cervejinha ou de uma caninha.

Lula também nunca foi flagrado dirigindo com carteira de habilitação vencida, ainda por cima recusando fazer o teste do bafômetro.

No entanto, D. Lucia, a senhora não apenas fazia alusões como também fazia acusações, não só ao ex-Presidente, mas também ao seu filho, Lulinha. A senhora deve se lembrar disso, não?

Eu também gosto de uma bebida, e provavelmente D. Lucia deve gostar. Se não das que o Lula gosta, ao menos de outras que, aliás, são de uso legalizado.

Eu bebo com moderação e conheço muita gente que bebe bem mais que eu, sem, no entanto, andar trôpego pelas ruas.

Quem não gosta e não bebe, eu sei, é o Bond.

Agora, D. Lucia, vamos convir que quem começou toda essa baixaria com Aécio Neves, foram os aliados do ex-candidato tucano, José Serra.

Aécio Neves, ainda que não tenha nada a ver com o uso da droga, foi marcado pela baixaria de um Editorial do Estadão, publicado durante o auge da disputa da vaga tucana para a candidatura em 2010.

E eu jamais fiz essa alusão que a senhora me atribui. Tenho, sim, comentado o que rola pela Internet e pelos meios de comunicação da grande imprensa.

Assim, comentei o desconforto de Aécio ante as perguntas, em entrevistas, relativas a essa questão, bem como artigos mais recentes de José Serra que insiste em dizer que a cocaína deve fazer parte da pauta das eleições deste ano.

Comentei, também, assunto que foi varrido para debaixo do tapete e que contribui para reforçar no candidato Aécio sua fama. Trata-se da questão do helicóptero apreendido com vários quilos da droga.

O assunto foi muito comentado na Internet, não só por que o helicóptero pertence a alguém muito próximo ao candidato, mas também por que não sua investigação foi abafada, aliás, como tudo o que ocorre em Minas em relação ao Aécio.

Tudo isso, junto e misturado, fez a imaginação popular criar uma marchinha de Carnaval, bastante alegre, por sinal, sobre o episódio.

Comentei também, uma brincadeira que corre na Internet, muito engraçada, a respeito do Vice (atenção, falei Vice) do Aécio.

A senhora pode procurar se, em algum dos meus comentários, fiz alguma alusão gratuita acusando Aécio de ser usuário de drogas ilícitas. A fama que Aécio desfruta hoje, foi criada por obra e graça dos amigos tucanos de José Serra, o candidato Aécio.

José Serra sabia que estava destruindo as chances de seu oponente, não apenas nas eleições de 2010. José Serra fez com o Aécio o mesmo que já tinha feito, em 2002, com a candidatura De Roseana Sarney.

Até hoje, nada ficou apurado sobre o escândalo produzido por José Serra, mas o fato é que, involuntariamente, Serra ajudou a eleger o Lula em 2002, assim como agora ajudará a eleger Dilma.

Ah... o assessor de Eduardo Campos preferiu perder o cargo a perder a piada. Convenhamos que, o trocadilho foi muito criativo, mas inadmissível em uma campanha eleitoral oficial de qualquer candidato.

Esperemos que as baixarias parem por aí. Lula e Dilma já foram vítimas de inúmeras.

Lembra do "som do Lula" e de sua ex namorada levada à televisão?


José Antônio disse...


E, D. Lucia,

Eu já tinha feito meu comentário acima quando a senhora postou o seu último.

Pó pará com a censura, D. Lucia.

Esta expressão foi criada no ninho tucano e a referida marchinha ganhou o primeiro lugar no concurso de marchinhas de carnaval.

Ah, é sim, D. Lucia.

Ah é sim.

Luiz Carlos Toledo disse...

A Polícia Federal (não a polícia mineira) investigou o caso e apresentou como traficante um amigo do piloto. Saiu em todos os jornais e na TV o Delegado que chefiou a investigação afirmando que os Perrelas não estavam implicados no caso e que o piloto agiu sem o conhecimento deles. Blogueiros petistas fingem que não tomaram conhecimento dessas investigações.

BONDeblog S. O. disse...

Sr. Luiz Carlos

A matéria publicada no jornal Estadão sob o TÍTULO: "Pó pará governador" é muito anterior a esse fato dos Perrela e o "HELIPÓPTERO". São fatos independentes, que acabaram por se juntar graças a amizade entre Aécio e os Perrela.

De fato não há nada que ligue Aécio ao caso do helicóptero, e a polícia (FEDERAL) concluiu que a culpa foi do MORDOMO, ou do piloto, que agiu, segundo a polícia à revelia dos patrões. A história toda é muito mal contada, não fecha, as declarações iniciais dos donos do helicóptero foram contraditórias, mas, está decidido pela JUSTIÇA que foi assim e pronto. Por isso é que nunca aqui nesse espaço fizemos qualquer acusação ou cometemos leviandades.

Eu sou contra generalizações tipo "blogueiros petistas" ou blogosfera de esgoto. Sempre que isso acontece, e tentam me jogar na vala comum de comportamentos que não tenho e que muitos dos blogueiros também não tem, eu me dou o direito de rebater.

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

JOÃO DORIA E ACMN LEVAM UMA MERECIDA CHUVA DE OVOS EM SALVADOR - EM VÍDEO

OS OVOS CHOCARAM E APODRECERAM ASSIM QUE TIVERAM CONTATO COM A CABEÇA DOS DOIS PREFEITOS LEIA A MATÉRIA AQUI

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS