terça-feira, 3 de junho de 2014

JOAQUIM BARBOSA DESMENTE IMPRENSA SOBRE AMEAÇAS - FACTÓIDE PARA ATACAR O PT

Diversos veículos de imprensa tentaram dar um peso enorme na decisão do Ministro Joaquim Barbosa em se aposentar, ao fato de supostas ameaças recebidas pelo ainda presidente do STF. 

Barbosa desmentiu o fato anteriormente, e agora reafirma essa negativa.

Nossa imprensa opta sempre pela 'arte de desinformar e manipular os fatos', insiste em versões fantasiosas, que não se sustentam, e faz verdadeiros malabarismos para apresentar uma versão que atenda aos seus interesses inconfessáveis, no presente caso, atacando o PT.

Joaquim Barbosa nega que tenha recebido ameaças: 'Imagina !"

Ministro presidiu sessão do CNJ nesta terça-feira
Luiz Orlando Carneiro

Brasília - O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Joaquim Barbosa, presidiu a primeira parte da sessão plenária do Conselho Nacional de Justiça, na manhã desta terça-feira (3/6), mas nada adiantou sobre a data em que deve formalizar o seu pedido de aposentadoria precoce. “Há uma tramitação. Não é assim tão simples. Tem (ainda) uns 15 dias”, respondeu à pergunta de um repórter.

Ele disse ainda que não tem nenhum caso polêmico do qual seja relator para levar a julgamento pelo plenário. E que vai continuar a presidir as sessões normalmente, até que seja formalizada a aposentadoria.

À pergunta de se houve, realmente, alguma ameaça anônima que tenha precipitado a sua decisão respondeu negativamente: “Imagina!”, exclamou.

5 comentários:

José Antônio disse...

O relatorio de 2014 da empresa de Joaquim Barbosa em Miami !

Será que a causa dessa renúncia inesperada não estaria sendo provocada pela grande maracut... digo, trapalhada que JB aprontou ao "comprar" um apartamento em Miami por apenas US 10,00?

Há muitas irregularidades nessa história e que necessitariam da maiores explicações por parte do Ministro.

O texto completo de Miguel do Rosário está no "Tijolaço":

http://tijolaco.com.br/blog/?p=17955

"Os brasileiros que se limitam a se informar pela grande mídia ainda não sabem que Joaquim Barbosa, presidente do STF, comprou um apartamento em Miami usando uma “corporation”, aberta em seu nome. E que usou um apartamento funcional como endereço sede da empresa, uma prática terminantemente proibida pelo Estatuto do Servidor.

No ano passado, essa denúncia correu nas redes sociais, a partir de blogs, que divulgaram os documentos de Barbosa em cartórios de Miami. O Globo não deu nada. Hoje o Globo diz que Barbosa renunciou porque recebeu um telefonema no qual uma voz diz a ele “que sua hora está chegando”.

Nada disso. Barbosa renunciou porque fez uma besteira atrás da outra. A mídia tentou blindar ao máximo, mas felizmente temos a blogosfera.

Pois bem, temos uma novidade. Mesmo depois de tantas denúncias, Barbosa não atualizou o endereço da Assas JB Corporation. O relatório de 2014 mostra que o endereço do apartamento funcional continua lá, firme e forte.

Antes, uma interpretação amiga poderia até considerar que Barbosa usou o endereço de um apartamento funcional como sede de sua “empresa” criada em Miami por um descuido. Agora não há mais essa desculpa. Barbosa foi negligente e continua sendo. Agora é quase um desafio à lei. Ele pode tudo.

Confira neste link, o relatório anual da Assas JB Corp para 2014, divulgado ao final de abril.

http://search.sunbiz.org/Inquiry/CorporationSearch/SearchResultDetail/EntityName/domp-p12000044121-42bd6d68-4e0e-4a63-978a-29d568f74b86/Assas%20JB/Page1

Detalhe, ele ainda é presidente do STF e ministro. O uso de um apartamento funcional para fins empresariais ainda é ilegal, portanto.
"


A imprensa, ao contrário de toda a sua excitação em prender "mensaleiros", não parece muito interessada em investigar os "comos e porquês" dessa estranha transação.

De onde vêm (vieram?) os recursos (US$ 10,00)? Como um Ministro do STF cria uma empresa e dá como localização seu endereço em apartamento funcional em Brasília?




BONDeblog S. O. disse...

José

Boa tarde

Tudo isso nós também divulgamos por aqui. Em resposta a um comentário de quem se assinou 'brasileiro indignado', eu coloquei todas estas questões.

Grande abraço

José Antônio disse...


Valeu, Bond, desculpe-me se andei comendo mosca... rsrs..

Agora uma notícia sobre a Europa e que nos interessa a todos, pois dependendo do resultado das eleições de outubro poderemos estar a caminho de tragédia parecida:

OIT: Medidas de austeridade na Europa levam 800 mil crianças à pobreza

"GENEBRA - As medidas de austeridade adotadas pelos governos de países da Europa a partir de 2008, levaram, como um dos efeitos mais visíveis, 800 mil crianças para a pobreza. Os dados constam de um relatório da Organização Internacional do Trabalho (OIT) divulgado nesta terça-feira.

Em 2012, 123 milhões de pessoas nos 27 Estados-Membros da União Europeia, ou 24% da população, estavam em risco de pobreza ou exclusão social e cerca de mais 800 mil crianças viviam na pobreza do que em 2008”, lê-se no Relatório sobre Proteção Social no Mudo 2014/2015, no capítulo Erosão do Modelo Social Europeu.

Segundo o documento, o aumento da pobreza e da desigualdade resultou não apenas da recessão global, mas também de decisões políticas específicas de redução das transferências sociais e de limitação do acesso a serviços públicos de qualidade, que se somam ao desemprego persistente, salários baixos e impostos mais altos.

“Em alguns países europeus, os tribunais declararam os cortes inconstitucionais”, prossegue o relatório, apontando os casos de Portugal, da Letônia e Romênia, e acrescentando a iniciativa do Parlamento Europeu de investigar a legitimidade democrática das medidas de ajustamento e do seu impacto social em Portugal, na Irlanda, no Chipre, na Espanha, Eslovênia, Grécia e Itália.

O custo do ajustamento foi transferido para as populações, já confrontadas com menos empregos e rendimentos mais baixos há mais de cinco anos. Os ganhos do modelo social europeu, que reduziu significativamente a pobreza e promoveu a prosperidade no pós-2ª Guerra Mundial foram erodidos por reformas de ajustamento de curto prazo”, informa o relatório.

O relatório da agência da ONU para o Trabalho, com sede em Genebra, destaca, no entanto que, contrariamente à ideia generalizada, a austeridade não atingiu apenas os países europeus. “As medidas de contenção orçamentária não se limitaram à Europa. Em 2014, nada menos que 122 governos reduziram a despesa pública, 82 deles de países em desenvolvimento”, informa.

Essas medidas, tomadas depois da crise financeira e econômica de 2008, incluíram reformas dos regimes de aposentadoria, dos sistemas de saúde e de segurança social, supressão de subsídios, reduções de efetivos nos sistemas sociais e de saúde.

Atualmente, segundo o documento, mais de 70% da população mundial não tem uma cobertura adequada de proteção social, definida como um sistema de proteção social ao longo da vida que inclua o direito a prestações familiares e para menores, seguro contra desemprego, em caso de maternidade, doença ou invalidez, aposentadoria e seguro saúde.

Em matéria de saúde, o relatório indica que 39% da população mundial não têm acesso a um sistema de cuidados de saúde, porcentagem que sobe para 90% nos países pobres. Segundo a OIT, faltam cerca de 10,3 milhões de profissionais de saúde no mundo para garantir um serviço de qualidade a todos os que necessitam.

Sobre as pensões, a OIT indica que 49% das pessoas que atingiram a idade para se aposentar não recebem qualquer pensão. Dos 51% que recebem, todavia, muitos têm pensões muito baixas e vivem abaixo do limite de pobreza. Em relação ao desemprego, só 12% dos desempregados de todo o mundo recebem seguro desemprego, porcentagem que varia entre 64%, na Europa, e menos de 3% no Oriente Médio e na África.
"

http://www.valor.com.br/internacional/3572932/oit-medidas-de-austeridade-na-europa-levam-800-mil-criancas-pobreza

BONDeblog S. O. disse...

José

O amigo está sempre atento.

Quanto a esta questão aí da AUSTERIDADE...minha nossa, é dura essa realidade.
E isso é o que querem trazer para o Brasil.

Se em países que já possuem uma certa rede de proteção social o estrago é grande, imagina aqui onde só nos últimos onze anos demos passos importantes nesse sentido.

Jbmartins-Contra o Golpe disse...

Ja tivemos a escuta sem audio do Ministro Gilmar Mendes....
Hoje seria a ameaça sem sem ameaçando.

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

JOÃO DORIA E ACMN LEVAM UMA MERECIDA CHUVA DE OVOS EM SALVADOR - EM VÍDEO

OS OVOS CHOCARAM E APODRECERAM ASSIM QUE TIVERAM CONTATO COM A CABEÇA DOS DOIS PREFEITOS LEIA A MATÉRIA AQUI

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS