quinta-feira, 19 de junho de 2014

FELIPÃO PADRÃO FIFA DRIBLA COLUNISTA DE O GLOBO / FOLHA - PIG FAZ O MAIOR GOLAÇO...CONTRA !!!!

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK - SÓ RINDO !!!!!!!


Vladimir Palomo - Sósia de Felipão
Jornalões publicaram pedido de desculpas pelo erro cometido. O verdadeiro Felipão não deu entrevista alguma e nem estava no Avião - Ponte aérea Rio - São Paulo. Quem estava na poltrona 25E era o sósia de Felipão, só que o colunista de O Globo não se deu conta disso e engrenou uma entrevista EXCLUSIVA- verdadeiro furo de reportagem. Só hoje o pessoal de O Globo e da Folha se deram conta do "FURO", melhor "ROMBO" que cometeram. Nota: O Sósia foi corretíssimo com o colunista Mario Conti, visto que ao se despedir no desembarque, lhe deu um cartão de visita com seu nome. Nem isso adiantou. No jargão do jornalismo isso é o que se chama de 'BARRIGA'. Convenhamos, uma barriga desse tamanho faz tempo que não se via, se é que em algum momento já se viu.


Felipão sobre Neymar: ‘Se tivéssemos três como ele, a Copa seria uma tranquilidade'
Colunista do GLOBO conversa com técnico da seleção durante voo para São Paulo

POR MARIO SERGIO CONTI
18/06/2014 21:19 / ATUALIZADO 18/06/2014 21:47


SÃO PAULO - Neymar e Luiz Felipe Scolari foram os últimos passageiros a embarcar no avião, às 17h30 de ontem. Como o voo da ponte-aérea, do Rio para São Paulo, estava lotado, ambos se espremeram em poltronas entre passageiros, Felipão na 25E e Neymar na fileira da frente.

- Vê se dorme, moleque - disse o técnico ao jogador. Neymar desligou o celular, mas não dormiu, apesar de apenas um passageiro ter-lhe pedido um selfie durante o voo. Tampouco Felipão pregou o olho. Um tanto apreensivo com o céu carregado, ele respondeu de bom grado tudo que lhe foi perguntado.

- “Acho que, até agora, os melhores times foram a Holanda e a Alemanha - disse.

- Eles vão dar trabalho. A Itália também. Ela sempre chega às semifinais. É como o Brasil: tem tradição, empenho, torcida.

O zero a zero com o México não o abalou:

- Pode ter sido até positivo, na medida em que jogou um pouco de água fria no oba-oba, na ideia de que é fácil ganhar uma Copa.

Num campeonato de nível tão alto, ele acha imprevisível fazer prognósticos.

- Quem diria que a Espanha sairia da Copa logo de cara? - indagou.

O mesmo raciocínio ele aplica à seleção sob a sua responsabilidade.


- O Oscar fez uma excelente partida na estreia, mas não foi bem no segundo jogo - disse, mastigando um salgado de gosto insosso.

- O Neymar foi bem, mas não teve a genialidade da partida anterior. São coisas que acontecem. E quem esperaria que o goleiro mexicano defendesse todas? - indagou.

Felipão concordou com o raciocínio que Neymar parece mais centrado, não se joga tanto no chão ou faz demasiado teatro:

- É verdade, ele está mais objetivo. Mas pode melhorar ainda mais. Não dá para apressar muito esse processo: ele é muito moço, tem que aprender as coisas na prática.

ELOGIOS A NEYMAR

Mas não tem dúvidas:

- Se tivéssemos três como ele, a Copa seria uma tranquilidade.

O avião deu solavancos e o técnico comentou:

- Isso sim é que é um especialista, repare como o piloto conduz o avião com mão firme, fazendo mil coisas ao mesmo tempo.

O que seria mais difícil: pilotar um avião ou a seleção nacional?

- Não tem comparação, avião é muito mais difícil. O piloto lida com vidas humanas, é responsável por elas. Se a seleção perder, será muito triste para o Brasil, para os jogadores, a minha família e eu. Mas ninguém corre risco de morte.

Felipão se disse satisfeito com o ambiente geral da Copa. Não esperava que tantos mexicanos e chilenos viessem, nem que as torcidas se confraternizassem.

- Até os argentinos estão se dando bem com os brasileiros. Pelo menos até agora.

TÉCNICO APROVA AEROPORTOS

Felipão também disse que os estádios são bons e a organização dos jogos funciona.

- E te digo: tive dúvidas, mas os aeroportos onde estive até agora estão uma maravilha.

Contou que ninguém do governo o procurou, em momento algum. E ouviu com agrado o relato de meu encontro recente com um ministro, seu fã atilado.


- Pelo que ouço dizer, o governo está torcendo pela seleção, e a oposição nem tanto. Acho uma bobagem misturar futebol e política. Eu mantenho essa separação custe o que custar, não dou uma palavra sobre política.

Os xingamentos a Dilma no jogo de abertura, portanto, não lhe dizem respeito.

Perguntado se lia comentários de especialistas nos jornais, ou ouvia o que diziam na televisão, Scolari sorriu:

- Até papagaio fala.

Ao ouvir os nomes de alguns, ex-jogadores e ex-técnicos, repetiu, divertido:

- Papagaio fala!

Felipão terminou de tomar a caixinha de suco de laranja e se se explicou melhor:

- Os comentários são necessariamente frios, distantes. A experiência de jogar no Maracanã lotado, de cobrar um pênalti, de ouvir vaias, são coisas que mexem com o jogador, com o indivíduo. Não é questão de aplicar uma receita.

Para o treinador, as variáveis envolvidas numa partida são inúmeras, não é possível reduzí-las ou quantificá-las.

Deu como exemplo a seleção da Alemanha:

- Ela está na Bahia, no sol, entre mulatas lindas. Claro que isso os influencia.

Felipão riu de novo:

- Desconfio que alguns deles nem voltarão para a Alemanha.

ZAGA, O PRINCIPAL PROBLEMA

Se não acompanha os comentaristas da imprensa, ele está ciente de dificuldades táticas e de entrosamento na seleção.

- O principal problema é a zaga. Ela cai para o lado, quando deveria ir em frente, buscar o jogo lá na frente.

O que mais o irritou até agora foram os boatos, divulgados pela imprensa europeia, que o Brasil já ganhou a Copa, já que a Fifa teria orientado juízes a facilitarem a vida da seleção.

- Mais que um absurdo, é um desrespeito. Você imagina comprar a Itália, a Alemanha? Isso não existe.

O avião sobrevoava São Paulo, coberta por nuvens.

- É como descer a serra de Santos com um nevoeiro fechado, sem enxergar nada. Esse comandante sabe tudo.

Neymar e o técnico tinham participado da gravação do programa “Zorra Total”, no Projac, o estúdio da Globo em Jacarepaguá.

- Não gosto de passar muito tempo longe de São Paulo: veja que cidade interessante - apontou o treinador.

Felipão estava curioso em saber como seu filho se saíra numa prova naquele dia. Ele estuda Economia nas Faculdades São Judas Tadeu, e pegara uma recuperação.

- Mas o garoto vai bem, é estudioso.

Perguntei se toparia dar uma entrevista ao programa “Diálogos”, da GloboNews.

- Claro, vamos lá. Só que ando meio ocupado... - disse, rindo.

Pegou sua carteira, tirou um cartão de visitas e me entregou, afirmando:

- Mas isso pode te ajudar por enquanto.

O cartão de visitas dizia:

“Vladimir Palomo – Sósia de Felipão – Eventos”.

Depois das gargalhadas, apertou a mão e disse:

- Deus te proteja.
=======================================================================


Nota do Blog: As matérias de O GLOBO protegidas e não autorizadas à serem reproduzidas, estão sempre acompanhadas de advertência nesse sentido, ou simplesmente não há como copiar. Não é o caso dessa matéria, e por isso entendemos ser permitido, citando evidentemente o link e autoria.

A presente matéria trata-se de uma entrevista concedida pelo sósia do treinador Felipão ao colunista de O Globo / Folha - que não se deu conta do que estava acontecendo.

4 comentários:

Blog do DitaMakarov disse...

puta merda kkkkkkkkk

LRM disse...

Os senhores ainda acham que a Copa anda perfeita? O tal do "PIG" anda a esconder tudo.

http://veja.abril.com.br/noticia/esporte/copa-das-copas-rebaixou-padrao-fifa-veja-lista-das-falhas

José Antônio disse...

D. Lucia, francamente!!!

Então a Veja iria deixar de encontrar defeitos na Copa?

A Copa não está perfeita, mas está sendo elogiadíssima por toda a imprensa esportiva internacional.

E a Veja não tem moral para falar nada sobre a Copa. É só reler as previsões catastrofista que fizeram sobre a conclusão dos estádios...

Quem cita a Veja para tentar esconder o êxito da Copa demonstra muito pouca perspicácia.

A Senhora, assim, mostra toda a sua parcialidade. Nem o Aécio será capaz de falar mal da Copa.

Que vergonha, D. Lucia? Que vergonha?

José Antônio disse...


D. Lucia,

Atualize-se.

A Copa já é um sucesso.

Volte, agora os olhos para as Olimpíadas e comece a urubuzar desde agora.

Fazem doze anos que vocês urubuzam e não conseguem acertar uma:

- Como vai ser se o o Presidente for o Lula e ele tiver que falar com a Rainha da Inglaterra ou com o Presidente dos EUA?

- O que vai acontecer com as nossas casas se o Lula ganhar as eleições? Teremos que dividir com outras famílias?

- Putz! O Lula ganhou. Vamos ter inflação galopante.

- Cadê os 10 milhões de empregos que o Lula prometeu?

- Bolsa família? Isso só cria vagabundo que não quer trabalhar. Ideia de um apedeuta.

- É verdade que o governo Lula está tendo êxito. Mas é por que ele está fazendo igualzinho ao FHC.

- O governo Lula está sendo melhor avaliado do que o de FHC por que o Lula encontrou um cenário internacional sem as crises que ocorreram nos 8 anos anteriores.

- Ah... agora com a crise internacional (2008), o Lula vai ver o que é bom para a tosse.

- O Lula disse que a crise aqui vai ser uma marolinha. Deixa a ela chegar aqui para ele ver a marolinha.

- A marolinha já fez o Brasil entrar em recessão. Oba!

- A recessão acabou antes de começar. Mas no ano que vem a coisa vai piorar.

- O Lula vai brigar por um terceiro mandato. É a sede do poder.

- Deu na Forbes que o Lulinha é um dos homens mais ricos do mundo. Comprou um jatinho e uma fazenda enoooorme.

- O Lula vai querer eleger um poste que foi terrorista. Vai perder para o Serra, o mais preparado.

- Se a Dilma ganhar as eleições ela será presa tão logo pisar em território norte-americano.

- A Dilma ganhou as eleições. Ela vai ser fantoche do Lula.

- O Lula vai querer disputar as eleições de 2014 no lugar da Dilma por que ele sabe que ela não tem chance.

- O Lula não confia na Dilma e estimula o movimento o volta-Lula.

- Vai ter apagão; vai ter epidemia de dengue;

- Não vai ter Copa; não vai ter aeroporto; não vai ter hotel; vai ser uma grande bagunça; o Brasil não tem condições de organizar um evento deste porte; não vai dar certo;

- A Dilma não ganha outra vez. Em 2014 quem ganha é o Aécio.

- Xiiii. A Dilma ganhou mais uma vez. Agora ela vai ver a herança maldita que seu primeiro governo promoveu.

- Imagine na Olimpíada.

- Não vai ter Olimpíada; não vai ter pistas de atletismo; não vai ter piscina; não vai ter rede de vôlei; não vai ter cesta de basquete; não vai ter medalhas; vai ser um horror.

- Em 2018 a Dilma vai querer um terceiro mandato.

- Lula vai brigar com a Dilma por que ele também quer concorrer em 2018.

- O PT vai lançar a Gleisi Hoffmann em 2018 para perder por que sabe que se o Lula for candidato ele perde.

- Imagina se a Gleisi Hoffman ganha.

- Xiii a Gleisi Hoffmann ganhou...

- Vai ter confisco na poupança.

- A festa dos 200 anos da independência é eleitoreira e não vai dar certo.

----

Que tal mudar o disco?

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

JOÃO DORIA E ACMN LEVAM UMA MERECIDA CHUVA DE OVOS EM SALVADOR - EM VÍDEO

OS OVOS CHOCARAM E APODRECERAM ASSIM QUE TIVERAM CONTATO COM A CABEÇA DOS DOIS PREFEITOS LEIA A MATÉRIA AQUI

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS