segunda-feira, 2 de junho de 2014

DOMINGÃO DO FAUSTÃO E A COPA DO PRECONCEITO - EU NÃO ASSISTO, MAS SEI QUE O PROGRAMA É UMA...

DE FATO, O PRECONCEITO RACIAL É UM GRAVE PROBLEMA NO BRASIL. É POR CONTA DELE QUE VEMOS UMA ÍNFIMA PROPORÇÃO DE NEGROS EM POSIÇÃO DE DESTAQUE NAS CARREIRAS DA MAGISTRATURA, OU NA MEDICINA POR EXEMPLO. O PRECONCEITO É TÃO GRANDE QUE...


...ATÉ EM GRUPO DE DANÇARINAS DE PROGRAMA DE AUDITÓRIO DE QUINTA CATEGORIA É ASSIM. 

PARA, CONTE COMIGO, 1, 2 , 3...28 INTEGRANTES DAS "BAILARINAS DO FAUSTÃO", APENAS UMA É NEGRA DE VERDADE, E UMA É O QUE SE COSTUMA CHAMAR "MULATA".

FICA O REGISTRO DE QUE O BRASIL TEM 50% DE SUA POPULAÇÃO CONTADA COMO SENDO DE NEGROS. NO PROGRAMA DO FAUSTÃO, 90% DAS BAILARINAS SÃO BRANCAS.

Ou seja, é fácil fazer discurso de ocasião e apelo fácil demagógico, dar o exemplo é que são elas. 

Aliás, quem trabalha para uma família que possui um IMPÉRIO DE COMUNICAÇÃO MONOPOLISTA, NASCIDO DURANTE A DITADURA MILITAR, enriquecendo ao longo dos anos, puxando saco de ditador e mentindo e omitindo sobre as barbaridades cometidas durante esse regime, deveria pensar DEZ VEZES em falar sobre CORRUPÇÃO e ÉTICA.

FAUSTÃO, teu programa é uma MERD@, você um BOQUIRROTO, pau mandado de PATRÃO.

=======================================================================
Nota do blogueiro: 

1 - Peço desculpas aos leitores pela agressividade, mas, tem horas que...Ô MEU ! não dá para segurar.

2 - Se eu não assisto o programa, como sei que é uma MERD@ ? Vejo o futebol, e no intervalo tem a "chamada", dá para ver o que vai ser apresentado. Depois, tem o seguinte, o Domingão do Faustão é igual ao BBB, você assiste uma vez, pronto, toda semana é sempre a mesma coisa, ou, sempre a mesma MERD@.

12 comentários:

LRM disse...

"DE FATO, O PRECONCEITO RACIAL É UM GRAVE PROBLEMA NO BRASIL. É POR CONTA DELE QUE VEMOS UMA ÍNFIMA PROPORÇÃO DE NEGROS EM POSIÇÃO DE DESTAQUE NAS CARREIRAS DA MAGISTRATURA,"
*******************
E o único negro que chegou lá o senhor e os "cumpanheiros" o detonaram.

O único negro que chegou lá foi chamado de "capitão do mato".

O único negro que chegou lá foi chamado de "macaco".

O único negro que chegou lá foi chamado de "traidor da raça".

O único negro que chegou lá foi ameaçado de ser pendurado no tronco.

O único negro que chegou lá foi assediado para fazer o jogo das elites dirigentes

O único negro que chegou lá foi humilhado racialmente por todos aqueles que dizem ser contra o racismo.

Desse jeito negro algum vai poder (nem querer) chegar lá.

Portanto, Sr. Bond, este post está eivado em hipocrisia.

LRM disse...

Esta é pro Sr. José Antônio,
um entusiasta da "grande gestão" petista na educação.

Aloísio Mercadante perguntou o que um Museu tem a ver com educação.

Mais espantoso, IMPOSSÍVEL:

http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/politica-cia/leonel-kaz-responde-a-espantosa-pergunta-do-ministro-aloizio-mercadante-sobre-o-que-e-que-museu-tem-a-ver-com-educacao/

BONDeblog S. O. disse...

Senhora Lucia

Eu não ataquei, ofendi, agredi, o Ministro Joaquim Barbosa.

Eu sempre critiquei muitas das decisões e condutas do Ministro Joaquim Barbosa.

Nunca trouxe a questão racial para o debate quanto ao que estava sendo decidido.

Aqui, no meu blog, jamais usei ou permiti que qualquer ataque ou ofensa nos termos que a senhora lista, fossem feita.

Portanto, é a senhora que enche seu comentário de hipocrisia, e tenta mudar o foco do assunto.

O MINISTRO Joaquim Barbosa foi, e é, vítima de preconceito, independente das posições que assuma, mas, não da minha parte. Eu jamais questionei o ministro nesse campo.

H.P. disse...

FICAR COM NEGRO?
Que saia justa heim Serginho?

ALTAS HORAS - GLOBO.

"No “Altas horas” do último sábado, o lutador Jon Jones(MMA - USA) roubou a cena durante a sua participação no programa. Entre as pérolas(pra direita, fazer perguntas verdadeiras é "pérola" - nosso) que disse, as que mais chamaram a atenção foram durante a participação da sexóloga Laura Miller.

Quando questionado se tinha alguma pergunta sobre sexo, ele disparou (em inglês): “Pergunte a ela (Laura Miller) com que frequência ela faz sexo e se ela já ficou com um cara negro”.

Sem graça, a sexóloga tentou contornar dizendo que “… é normal esse tipo de pergunta, mas que isso era pessoal”, e diante da insistência na pergunta por parte do lutador ela só pôde dizer: “que saia justa, em Serginho?” levando a plateia as gargalhadas(tvfoco.com.br)...".

*************

Na volta. A DIREITA MENTE E MENTE DESCARADAMENTE. Uma das "táticas" da direita, feito bandidos, é jogar para os outros seus crimes e seus preconceitos.

Unknown disse...

OI acho legal postar o assunto, mas isto vemos em todos os programas, e mesmo as negras ou mulatas acabam virando uma beyonce da vida, sou mais por atitude, acho que os próprios negros não se valorizam aqui no Brasil, aposto que as 3 dançarinas ae namoram ou são casadas com brancos, assim como qq jogador de futebol. Comparando com a NBA ou até jogadores negros que jogam na Europa vejo como eles se valorizam, vemos os jogadores da NBA negros em sua esmagadora maioria casados com negras e aqui no nosso país os maiores ídolos, como Pelé, Seu Jorge, ets casados com brancas. Olha o caso da Lupita Nyong'o 26 anos e tá mostrando ao mundo quem ela é, e ela é linda, inteligente e engajada com MUITA atitude e sem ficar no mimimi como ficam algumas atrizes "semi"negras do nosso país que tem papel de destaque em novelas, filmes e não se engajam no debate e nem abrem a boca para reclamar. No brasil negro só é maioria no futebol, assim como na seleção francesa ou na Holandesa.
Mas gostei do artigo e gostaria que vc mostrasse que o racismo no Brasil vai muito, muito além da cor de pele. E exemplos temos aos montes. Seria muito interessante um estudo via blog sobre o assunto , eu mesmo quando criança sofria isso uma vez acompanhei minha mãe que trabalhava no hospital São Paulo e foi visitar sua chefe e quando fomos subir tivemos que usar o elevador de serviço.. na escola eu tinha uma espécie de bolsa afinal minha mãe tinha que fazer bico de faxina e um patrão dela me colocou em sua escola particular onde não tinha nenhum negro, ao sair de lá fui para uma outra escola, desta vez pública e muito boa por sinal (tinha dentista, biblioteca, psicologo), e eu só tinha um amigo negro, e se me lembro na escola toda tinham 3... nordestinos eu só conhecia no balcão de algum estabelecimento, enfim o buraco é muito, muito embaixo, claro que melhorou muito olhando para trás mas foram décadas, infelizmente um progresso muito lento e a questão é de educação, onde cresci em São Paulo era comum ter amigos negros, não existia esse papo "é de cor" lembrando agora me deu muita saudade, no exército mesmo foi onde conheci mais negros. Mas isso me fez pensar... eu não tive amigos nordestinos antes dos 16, nunca conheci um índio, etc.. Voltando as dançarinas, é do povo, quem consome as revistas das branquelas peladas ?

E o pior, o pior de tudo, Quantos negros temos na politica ? Negros de verdade, não falo de mulatos, morenos

Talvez isso explique tudo.

José Antônio disse...

"Esta é pro Sr. José Antônio,
um entusiasta da "grande gestão" petista na educação.

Aloísio Mercadante perguntou o que um Museu tem a ver com educação.

Mais espantoso, IMPOSSÍVEL
"

Concordo com a Senhora, D. Lucia: MAIS ESPANTOSO, IMPOSSÍVEL.

Fiquei deveras espantado com esse seu comentário.

Imaginava-a com um pouco mais de discernimento.

Achava que a senhora sabia que os museus, seja de administração federal petista, seja de administração estadual tucana ou de outros partidos, não são dependentes de verbas do Ministério de Educação nem, das respectivas Secretarias de Educação.

Como diria o Mino Carta, até no reino mineral é sabido que as verbas para os funcionamentos dos museus federais provêm do Ministério da Cultura e aquelas destinadas aos museus estaduais, das respectivas secretarias de cultura.

O seu espanto, D. Lucia, ocorreu por que ficou faltando em seu comentário uma palavrinha... cultura.

Ou então a senhora iria querer que os professores das Universidade Federais de Medicina tivessem seus salários pagos com verbas do Ministério da Saúde?

Nem quando o Serra foi Ministro da Saúde isso ocorreu, D. Lucia.


LRM disse...

Sr. José Antônio,
Não foi uma questão de verba, mas de verbo.

Leia a resposta que o Leonel Kaz deu ao ministro Mercadante. Excelente.

http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/politica-cia/leonel-kaz-responde-a-espantosa-pergunta-do-ministro-aloizio-mercadante-sobre-o-que-e-que-museu-tem-a-ver-com-educacao/

LRM disse...

Sr. Bond,

O senhor não vai negar que o ministro JB sofreu ataques racistas de partidários do PT. O senhor não entrou no círculo mas tangenciou essa curva por diversas vezes, e sequer fez algum post para reprovar esses ataques.

BONDeblog S. O. disse...

Senhora Lucia

O Ministro Joaquim Barbosa sofreu ataques da senhora que escreveu aí na caixa de comentários que ele foi escolhido por Lula pra fazer média e que ele não possuía condição de ser ministros. Quem usou a palavra "COTAS" de forma pejorativa não fui eu.

Sempre me posicionei aqui de forma clara contra todo tipo de preconceito. Racistas existem, INFELIZMENTE, em todos os partidos políticos e torcidas de futebol. Não é um problema só do PT.

José Antônio disse...


Qualquer "resposta" ao Mercadante, sobre esta questão, se mostra de má fé ou ignorância, uma vez que a pergunta feita foi retirada do contexto, mais do que evidente.

Esse Kaz também sabe, mas finge ignorar, que o Ministério da Educação não é responsável pela manutenção dos museus.

Quanto aos ataques racistas, eventualmente sofridos pelo JB, lembro que ele abriu, certo ou errado, um processo por este motivo contra o Nobláblá.

Que eu saiba, nenhum "petista racista" foi alvo da ira processual do Ministro JB. E olhem que ele não simpatiza com o PT.

LRM disse...

Sr. Bond,
não me recordo de ter dito que o ministro JB não tinha condições de ser ministro. Certamente devo ter dito isso sobre o Toffoli. E ainda que tivesse falado isso do JB, hoje o ministro provou que teve todas as condições técnicas e morais para exercer o cargo. Fez história, isso é inegável.

Sr. José Antônio,
O JB não teve como processar esses petistas racistas porque eles são uma legião de covardes, que atacam anonimamente e fogem.

José Antônio disse...


"O JB não teve como processar esses petistas racistas porque eles são uma legião de covardes, que atacam anonimamente e fogem."

Todo racista é um covarde. Alguns atacam anonimamente e fogem. Alguns, também, deturpam e distorcem propositalmente o que outros disseram só para causar confusão.

Pode ser que haja racistas no PT. Certamente, pela formação do partido, não constituem a maioria.

O PT nunca foi um partido racista.

Agora, o JB, com todo o poder que tinha nas mãos, assim como processou o Nobláblá - por racismo - poderia processar muitos mais se tivesse como provar. Ou se ao menos, pudesse invocar a teoria do "domínio do fato".

Se não processou, não foi por que os "racistas" eram anônimos e fugiram.

Não venha com novas teorias que não ficam de pé, D. Lucia.



EM DESTAQUE - LEIA AGORA

JOÃO DORIA E ACMN LEVAM UMA MERECIDA CHUVA DE OVOS EM SALVADOR - EM VÍDEO

OS OVOS CHOCARAM E APODRECERAM ASSIM QUE TIVERAM CONTATO COM A CABEÇA DOS DOIS PREFEITOS LEIA A MATÉRIA AQUI

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS