sábado, 31 de maio de 2014

PESQUISA GERP / O DIA PARA GOVERNADOR DO RIO DE JANEIRO - MAIO/2014

CRIVELLA MANTÉM LIDERANÇA - GAROTINHO ENCOSTA - 
LINDBERGH SOBE UM PONTO


PEZÃO CAI NA MARGEM DE ERRO - CESAR MAIA DESABA

Garotinho encosta em Crivella em nova pesquisa eleitoral

Na rodada de maio do Gerp, Crivella venceria no segundo turno qualquer adversário. Lindbergh e Pezão não avançam

Rio - O senador Marcelo Crivella (PRB) e o deputado federal e ex-governador Anthony Garotinho (PR) disputariam o segundo turno, se as eleições para o governo do Rio fossem hoje. Pesquisa do Instituto Gerp aponta que os dois pré-candidatos cresceram no último mês e estão embolados na disputa pela preferência do eleitorado fluminense. O levantamento foi realizado entre os dias 23 e 29 de maio e tem margem de erro de 3,39 pontos percentuais. 


Crivella mantém-se na primeira posição, com 23% das intenções, contra 20% de Garotinho. O ex-governador e atual deputado do PR foi o que apresentou o maior crescimento de um mês para o outro, com sete pontos percentuais. Já o senador do PRB cresceu menos, no mesmo período, ganhando cinco pontos percentuais. “Esta segunda pesquisa mostra alguns dados interessantes. Apesar de Crivella vencer todas as simulações de segundo turno com os demais candidatos, Garotinho vem atropelando e, se o senador decidir sair da disputa, o ex-governador assume uma boa frente”, avalia Gabriel Pazos, presidente do Gerp.


“Neste momento, é possível perceber que há dois candidatos com uma certa vantagem. Já Lindbergh, apesar de ter uma candidatura considerada competitiva e com o apoio do ex-presidente Lula, ainda não deslanchou. César Maia é que perdeu densidade, e Pezão tem dificuldades para ter uma candidatura mais competitiva”, avalia ele.

7 comentários:

José Antônio disse...


Bond,

Apenas duas pesquisas é muito pouco para fazer comentários mais sólidos.

Acho muito estranha a subida, tipo foguete, do Garotinho com apenas um mês de intervalo.

Possível? Sim, mas não há nenhum fato político que tenha ocorrido para explicá-la.

Vamos às taxas de rejeição:

Constata-se que, entre os três primeiros colocados, Crivella e Lindberg possuem as taxas mais baixas de rejeição. Sendo que este último é o único cuja taxa de rejeição não subiu.

O campeão em rejeição é, disparado, o Garotinho.

Isso pode sugerir que se houver segundo turno, não seria improvável que Garotinho ficasse fora dele.

Por enquanto há uma taxa muito elevada entre os que disseram "nenhum deles - 18%, e não sabe/não respondeu - 17%.

Isso dá 35%.

A campanha ainda não começou e não podemos descartar os efeitos cumulativos da participação nos programas partidários na televisão, muito menos dos efeitos do maior cabo eleitoral do país.

Fora isso, não conheço esse Instituto e não sei qual a sua credibilidade e índice de acertos em eleições anteriores.

Minha impressão é que fazer muitas conjecturas, neste momento, com tão poucos dados, além de 35% que não se definiram, é quase como fazer uma pesquisa na rua onde eu moro.

Observo que, se não houver nenhuma mudança de última hora, a parcela conservadora da sociedade só terá como candidato o Crivella, já que Cesar Maia já foi rifado com antecedência pelas suas gestões anteriores. Crivella, entretanto, não goza de muito prestígio entre as camadas conservadoras da elite.

Muita água deve ainda rolar embaixo da ponte.

Certamente, esta não será a ordem de votação no dia 05 de outubro.

BONDeblog S. O. disse...

José

O GERP faz pesquisa em parceria com O Dia tem tempo.

Não costuma apresentar resultados muito fora do que de fato as urnas decidem. Entretanto, há uma questão aqui no Rio que é muito "interessante". Trata-se do voto evangélico. Quem diz que não sabe em quem vai votar, por certo quando souber, não vai escolher nem Crivella nem Garotinho no primeiro turno.

Eu acho que, entra ou Crivela ou Garotinho, e mais um que pode ser o PEZÃO ou LINDBERGH.

José Antônio disse...


Ou quem sabe Pezão E Lindbergh?

LRM disse...

Eu estou de acordo com a análise do Sr. Bond. Haverá um 2o turno entre Crivella e possivelmente Lindebergh, que deve beijar de novo a mão do Lula em cadeia nacional para conseguir os votos da população ignorante, embora não se possa deixar de lado o poder do PMDB e a força, ainda que decadente, das UPPs para colocar o Pezão na disputa.

LRM disse...

Sabem que, no fundo, tenho pena de Dilma. A inflação está voltando, a violência aumentando, risco de apagão, corrupção institucionalizada, Petrobrás uma bagunça..... e ela nem pode colocar a culpa no governo anterior.

BONDeblog S. O. disse...

Bom dia !

Anônimo disse...

Não sei como vcs têm a cara de pau de publicar uma pesquisa manipulada dessa...já começa pelo índice altíssima de margem de erro, 3,30,...como acreditar em um instituto que uma hora publica uma coisa e na outra concerta? Na boa, é achar que o povo do Rio de Janeiro é idiota! Na verdade é o mais politizado do Brasil, sabe muito reconhecer quem já fez e quem teve oito anos e só fez besteira....fora quem é senador quase oito anos e pouco fez pelo Rio...Acho que vcs estão desesperados rsrsr!

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

JOÃO DORIA E ACMN LEVAM UMA MERECIDA CHUVA DE OVOS EM SALVADOR - EM VÍDEO

OS OVOS CHOCARAM E APODRECERAM ASSIM QUE TIVERAM CONTATO COM A CABEÇA DOS DOIS PREFEITOS LEIA A MATÉRIA AQUI

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS