domingo, 4 de maio de 2014

GUIDO MANTEGA ENQUADRA E DESMONTA ARMÍNIO FRAGA E OS TUCANOS QUE PROMOVEM O DESEMPREGO



Todo mundo é muito bem intencionado antes de colocar a mão na massa. Queria ver na prática se resolve mesmo. A inflação é uma questão difícil no Brasil, mas os governos Dilma e Lula tiveram os melhores desempenhos nessa área. Em sua gestão, o ex-presidente do BC Arminio Fraga (principal assessor econômico do presidenciável Aécio) não cumpriu em vários anos a meta de inflação. Ele praticou taxas elevadíssimas de juros, e a inflação ultrapassava a meta. Uma inflação de 12,5% foi a herança que recebemos do governo anterior e de Arminio Fraga, cogitado para ser ministro. Ele não tem muito o que dizer em matéria de inflação. Pode prometer.

GUIDO MANTEGA

=================================================================

A íntegra da matéria em que O GLOBO tenta colar no governo DILMA a pecha de quem aumenta impostos, e o Ministro da Fazenda Guido Mantega rebate, desmente e explica como o governo Dilma, e antes o de Lula, conseguiram manter a INFLAÇÃO sob controle, gerar emprego e melhorar a vida e a renda do trabalhador, e aumentar o poder de compra do salário mínimo, você pode ler AQUI, e a parte em que Guido Mantega enquadra e desmonta os factóides dos candidatos de oposição, sobre inflação e crescimento AQUI.

MANTEGA aproveitou ainda para ALERTAR sobre o TARIFAÇO que os oposicionistas sinalizam que fariam caso chegassem a vencer as eleições de 2014. Seria uma medida que causaria INFLAÇÃO e DESEMPREGO.

 

9 comentários:

H.P. disse...

NAS COMPETENTES MÃOS DO PROF. GUIDO, FICARAM AS PERGUNTAS:

1 - CADÊ A IMPAGÁVEL DIVIDA EXTERNA DA DIREITA/PSDB?
2 - CADÊ A ASTRONOMICA DIVIDA COM O FMI FEITA NA ERA DA DIREITA/ PSDB?

AS RESPOSTAS AS PERGUNTAS ACIMA(obs. um dos Marinhos estavam lá, sentado à direita de Mantega, sempre com cara de boçal, mas ouvindo):

Manchetes dos principais jornais em 21 de fevereiro de 2008

O GLOBO

- Brasil reúne recursos para pagar toda dívida externa
- Sem a adoção de nenhuma das propostas históricas do PT para o problema (moratória, auditoria ou plebiscito), a dívida externa deixou oficialmente de ser um peso para a economia brasileira. A ação ortodoxa do Banco Central nos últimos anos, acumulando reservas enquanto a economia mundial se expandia, fez com que o país tenha hoje mais recursos em moeda estrangeira do que dívidas a pagar, tanto no setor público quanto na área privada. O BC anunciou ontem que o país dispõe de US$ 187,5 bilhões em ativos. Com isso, seria possível pagar a dívida e ainda sobrariam US$ 4 bilhões. O ex-presidente do Banco Central Carlos Langoni diz que, com isso, torna-se mais fácil para o país obter o grau de investimento. (págs.1 e 25 a 27)


O ESTADO DE SÃO PAULO

- Brasil vira credor internacional
- Pela primeira vez na história, o Brasil deixou de ser devedor e passou a credor internacional, informou ontem o Banco Central. Em janeiro, os ativos brasileiros no exterior superaram em cerca de US$ 4 bilhões o total da dívida externa pública e privada. "Estamos superando um longo período caracterizado por vulnerabilidade e
crise, causadas principalmente pela dificuldade em honrar o passivo externo do País", afirmou o presidente do BC, Henrique Meirelles, por meio de nota oficial. Em 2003, no início do governo Lula, a dívida externa líquida era de US$ 165,2 bilhões e foi caindo ano a ano. O principal motivo dessa reversão foi o aumento das reservas brasileiras, representadas por investimentos financeiros feitos pelo País no exterior. A mudança aumenta a expectativa de que o Brasil ganhe das agências internacionais de risco o chamado grau de investimento. O anúncio surpreendeu técnicos do Ministério da Fazenda, que só esperavam que o País se tornasse credor em março. (págs. 1 e B1 a B4)

FOLHA DE SÃO PAULO

- Brasil passa de devedor a credor externo
- Na tentativa de mostrar que o Brasil está bem preparado para enfrentar as turbulências do cenário internacional -e que, por isso, mereceria mais confiança do mercado financeiro e de agências de classificação de risco-, o Banco Central anunciou ontem que o país "zerou" sua dívida externa pela primeira vez na história. Segundo o BC, os ativos que governo e setor privado possuíam no exterior ao final de janeiro já superavam o valor de todo o endividamento contraído em outros países. Isso significa que o Brasil seria capaz de pagar toda a dívida externa usando só as aplicações que tem no exterior, o que sinaliza menor dependência dos fluxos internacionais de capital. Segundo relatório publicado pelo BC na internet, em janeiro os ativos brasileiros no exterior superavam a dívida externa em cerca de US$ 4 bilhões, revertendo o quadro observado até dezembro do ano passado, quando, ao contrário, o endividamento era maior do que as aplicações em US$ 4,4 bilhões. (Página 1)

LRM disse...

Hoje fui à padaria comprar o meu tradicional frango assado com farofa. Como burguesa que sou, não posso abrir mão dessa fina iguaria. Eis que o frango passou de 17 reais, na semana passada, para 22 reais. Estamos falando de uma aumento de uns 30%.
Nas últimas semanas tenho ido a diversos supermercados. O pão Wickbold, que eu pagava 3,90 reais em 2011, hoje pago 8 reais. Estamos falando de 100% de aumento em 3 anos. Um suco de laranja em 2011 custava 2,50. Hoje sai por mais de 6 reais, quase 3 vezes mais. Laticínios em geral subiram 70% no período. Serviços de pedreiro, bombeiro e pintura subiriam mais de 150%.
O governo diz que a inflação não passou de 20% em 4 anos. Os senhores Bond e José Antônio concordam ( o que eles discordam desse governo?).

Sendo assim, peço ajuda a esses valorosos senhores no sentido de me indicarem mercados, mercearias ou biroscas onde eu possa comprar mantimentos pela inflação oficial e não pela real, que já beira uns 40% ao ano, em media.

Agradeço encarecidamente.

José Antônio disse...


Sugiro à D. Lucia que frequente a padaria, a birosca e a mercearia e o supermercado gerenciados pelos çábios tucanos.

Lá obterá ótimos preços que "não sobem tão vertiginosamente como agora."

Seu gerente, Armínio Fraga, é bom de lábia. Ele faz os clientes se sentirem bem quando lhes enfia, goela a baixo, todo o seu arsenal contido em sua bolsa de maldades.

E seus clientes ainda lhe ficam muito agradecidos.

LRM disse...

Sr. José Antônio,
Devo concluir pelas suas palavras o óbvio, e o que toda a população está sentindo. A inflação verdadeira é bem diferente da oficial. Eis porque a gerentona está caindo nas pesquisas e o Aécio subindo.

Contra fatos não há argumentos. Qualquer pessoa que faz compras e paga contas sabe a quantas anda a inflação. Esse bobo da corte do Mantega já deveria ter sido demitido há muito tempo, pois além de bobo, com cara de bobo, é um incompetente. Só está no poder porque o seu padrinho, preso na Papuda, ainda tem muita influência.

Agora com as redes sociais ficou um pouco mais difícil enganar tantas pessoas simultâneamente. Anote aí: em outubro, quando a inflação REAL estiver mais alta ainda, e novos escândalos estourarem, Aécio corre o risco de vencer ainda no 1o turno. E posso apostar um caminhão de escândalos ainda por estourar. Aguarde para ver!

O sinal amarelo no PT já estava acesso há muito tempo. Agora é o vermelho que acaba de acender. :)

BONDeblog S. O. disse...

Curioso, senhora Lucia.

Eu corto cabelo num salão que não reajusta o preço já vai mais de um ano.

Paguei esse mês menos pelo óleo de soja que compro em quantidade para uma doação, que aqui em casa nós fazemos.

De fato, alguns produtos como os pães - e os laticínios - subiram bastante. Eu substituí o queijo Minas que costumava comprar, por uma marca mais barata. O preço do trigo subiu (importado), e o do LEITE também, vem aí a entressafra e essa seca que não passa.

A inflação, se a senhora não sabe, e parece, pelo seu comentário que não sabe, é medida pelo conjunto de produtos, uns sobem outros descem (o preço), além da comparação de um mês para outro, é assim no mundo todo.

Bem , quanto a indicação de MERCADO, sugiro o GUANABARA da Maxwel. Eu compro no GUANABARA do Engenho de Dentro, é um dos que tem melhor preço. Evite essas mercearias pequenas, eles cobram mais caro.

H.P. disse...

A direita é tão incompetente que não conseguem fazer compras nem para a própria casa. Imaginem no governo?

LRM disse...

Sr. Bond,

É no Guanabara da Maxwell onde os preços mais subiram.....

José Antônio disse...

"Aécio corre o risco de vencer ainda no 1o turno."

Eu diria que se este risco de fato existir, ele não é do Aécio, mas, sim, do Brasil.

Anônimo disse...

SEU BURRO E IGNORANTE. VAI ESTUDAR.

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

JOÃO DORIA E ACMN LEVAM UMA MERECIDA CHUVA DE OVOS EM SALVADOR - EM VÍDEO

OS OVOS CHOCARAM E APODRECERAM ASSIM QUE TIVERAM CONTATO COM A CABEÇA DOS DOIS PREFEITOS LEIA A MATÉRIA AQUI

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS