sexta-feira, 4 de abril de 2014

JOSÉ GENOINO TEM APOSENTADORIA POR INVALIDEZ NEGADA

Duas coisa são necessárias ressaltar na situação do ex-deputado José Genoino. A primeira diz respeito ao pedido de aposentadoria por invalidez, que pela terceira vez foi negada por uma JUNTA MÉDICA. É pouco provável que exista algum erro de avaliação nessa decisão, visto que exames e reavaliações foram feitos durante esse período de tempo. Assim, José Genoino ficará com a parte da aposentadoria por tempo de serviço, no valor de R$ 20 MIL, o que convenhamos é um bom valor, principalmente se comparado com a média do que ganham os demais aposentados do Brasil.

A outra situação diz respeito a questão da prisão domiciliar. O fato de não ser inválido, não significa que Genoino possa cumprir pena em PRESÍDIO. Ainda que os médicos digam que ele não tem uma cardiopatia grave, a situação da PRISÃO com as condições que todos conhecemos, não oferecendo a segurança necessária para garantir a integridade física/saúde, de quem apresenta graves alterações de PRESSÃO ARTERIAL e toma medicação com EFEITOS COLATERAIS sérios, necessitando além disso de alimentação apropriada, exporia o condenado a um risco, desnecessário, e que não acrescentaria nada em termos de JUSTIÇA, antes seria apenas uma forma de exacerbar sua punição.

Justiça se faz com calma, bom senso, ponderação, técnica, critério, NUNCA USANDO O FÍGADO E A VINDITA.

Câmara nega aposentadoria integral a Genoino
Carolina Gonçalves e Karine Melo - Agência Brasil - 04.04.2014 

O pedido de aposentadoria por invalidez do ex-deputado José Genoino (PT-SP) foi negado hoje (4) por uma junta médica da Câmara dos Deputados. Foi a terceira vez que, depois de analisar exames e as condições físicas do ex-parlamentar, os médicos concluíram que Genoino não apresenta quadro de cardiopatia grave e que não há nada que o impeça de trabalhar.

Com a decisão definitiva, Genoino deixa de receber o benefício integral de R$ 26,7 mil pagos aos parlamentares no exercício do mandato. No entanto, continuará recebendo aposentadoria por tempo de contribuição - R$ 20 mil por mês.

No laudo divulgado no início da tarde, a junta formada por quatro médicos concluiu que ele não é portador de invalidez que o impossibilite de trabalhar. Os médicos chegaram à conclusão depois de analisar exames médicos complementares solicitados a Genoino.

Ex-presidente do PT, José Genoino (PT-SP) é um dos condenados na Ação Penal 470, o processo do mensalão. Ele renunciou ao mandato em dezembro do ano passado.

Genoino passou por uma cirurgia de correção da dissecção da aorta em julho de 2013, e os médicos identificaram melhora no quadro clínico do ponto de vista cardiovascular. Mas, quatro meses depois, o ex-presidente do PT passou mal e foi internado no Instituto de Cardiologia do Distrito Federal com suspeita de infarto.

O pedido de aposentadoria integral estava sob avaliação médica. A expectativa era que a decisão fosse concluída até o final de fevereiro, mas os médicos pediram mais um exame, conhecido como angiorressonância de tórax.

Editor: Beto Coura

2 comentários:

LRM disse...

A VEJA desta semana traz mais reportagem bombástica que os petistas, como de hábito, vão dizer que é falsa, sobre o dep. André Vargas, aquele do jatinho do doleiro. O escândalo é grande, coisa de uns 150 milhões, e envolve o ministério da Saúde e o senhor Padilha, candidato do Lula ao governo de SP.

Os petistas vão espernear, como sempre, mas esse deputado vai ter que renunciar, ou será cassado.

Conselho ao PT: fique quieto, senão a casa toda cai.

LRM disse...

Como lembra a “Carta ao Leitor” da edição de VEJA desta semana, costuma haver uma relação diretamente proporcional entre o ódio à liberdade de imprensa e o apreço pela lambança. Ou por outra: os que têm muito a esconder costumam ser os mais entusiasmados com a censura. E não seria diferente com o deputado André Vargas (PT-PR), ex-secretário nacional de Comunicação do PT, entusiasta do “controle social da mídia” (que é a expressão a que recorrem vigaristas para designar a censura), membro da tropa de choque que saiu em defesa dos mensaleiros e, por um bom tempo, chefe político da rede do subjornalismo delinquente que chama a si mesma, num rasgo de sinceridade, de “blogs sujos”. Pois é… O meteórico André Vargas meteu os pés pelos pés e foi flagrado pela Polícia Federal prestando serviços àquele que pode ser chamado, sem favor, de seu sócio: o doleiro Alberto Youssef, preso na operação Lava-Jato. O plano era encher o bolso de dinheiro, fazer a “independência financeira” às custas dos cofres públicos. Reportagem na edição de VEJA desta semana põe um ponto final na questão e, tudo indica, na meteórica carreira de Vargas. Parece que a questão agora é saber se ele renuncia já ou espera a cassação do mandato. Como se sabe, não existe mais voto secreto para proteger gente da sua estirpe.
****************
Verdade seja dita: o Sr. Bond criticou esse sujeito. Vamos ver a se a crítica perdura ou será revertida em nome da sua ideologia, já que agora a VEJA entrou na parada.

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

JOÃO DORIA E ACMN LEVAM UMA MERECIDA CHUVA DE OVOS EM SALVADOR - EM VÍDEO

OS OVOS CHOCARAM E APODRECERAM ASSIM QUE TIVERAM CONTATO COM A CABEÇA DOS DOIS PREFEITOS LEIA A MATÉRIA AQUI

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS