quinta-feira, 6 de março de 2014

PÁGINA ILEGAL DO FACEBOOK COM PROPAGANDA ANTECIPADA DE EDUARDO CAMPOS SAI DO AR



TSE manda tirar do ar página com propaganda eleitoral de Campos
Agência Brasil - 06.03.2014

O ministro Admar Gonzaga, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), determinou que a rede social Facebook retire do ar uma página com propaganda eleitoral a favor do governador de Pernambuco, Eduardo Campos. O ministro entendeu que a página faz propaganda antecipada de uma provável candidatura de Campos a presidente nas eleições de 2014. Segundo a assessoria de Campos, a página não pertence a ele.

O pedido para retirar a página do ar foi feito pelo procurador-geral eleitoral, Eugenio Aragão. Segundo o procurador, frases e imagens enaltecem Campos, divulgam uma possível pré-candidatura, fora do período permitido por lei para divulgação, além de desequilibrar a futura disputa. A propaganda eleitoral é permitida a partir do dia 6 de julho do ano da eleição.

Gonzaga concordou com os argumentos apresentados pelo procurador e determinou que o Facebook retire a página do ar. “Nos termos da jurisprudência desta corte, deve ser entendida como propaganda eleitoral antecipada qualquer manifestação que, previamente aos três meses anteriores ao pleito e fora das exceções previstas, leve ao conhecimento geral, ainda que de forma dissimulada.”, decidiu o ministro.

“Em sede liminar, é possível vislumbrar, a partir da documentação carreada aos autos, a realização de propaganda eleitoral antecipada, por meio de postagens de imagens e mensagens realizadas em perfil público hospedado pelo Facebook, que dão conta da futura candidatura do primeiro representado [Eduardo Campos] ao cargo de Presidente da República no ano de 2014”, disse o ministro, segundo informações publicadas no site do TSE. O ministro argumentou ainda que a página não é restrita e pode ser acessada por qualquer internauta.

Editor Carolina Pimentel

10 comentários:

Anônimo disse...

Dois presidentes nordestinos: Castelo Branco e Lula (Um Cearense e um Pernambucano).

Ao ver Lula defendendo seu filho que recebeu R$ 15 milhões de reais da TELEMAR para tocar sua empresa, Élio Gáspari publicou essa história tirada do fundo do baú:

Em 1966 o presidente Castello Branco leu nos jornais que seu irmão, funcionário com cargo na Receita Federal, ganhara um carro Aero-Willys, agradecimento dos colegas funcionários pela ajuda que dera na lei que organizava a carreira. O presidente telefonou mandando que ele devolvesse o carro.

O irmão argumentou que se devolvesse ficaria desmoralizado em seu cargo. O presidente Castelo Branco interrompeu-o dizendo: Meu irmão, afastado do cargo você já está. Estou decidindo agora se você vai preso ou não'.

E o Lula ainda alega que não existe ninguém 'neste país' com mais moral e ética do que ele...

José Antônio disse...


Lá vem o professor Altair com seus velhos e surrados factóides.

Mude o disco, Professor. Mude o disco.

Como vocês querem ganhar alguma eleição assim?

Anônimo disse...

O cavalheiro José Antônio deve estar certo. Nos dias de hoje não se ganha mais eleições com base na ética e na moral. Os "espertos" é que fazem sucesso no país.

Chamar de factóide um artigo do Elio Gaspari é de uma calhordice sem fim.

Sorte é que o cavalheiro não consegue desmentir os fatos. Do contrário o Brasil estaria perdido.

Anônimo disse...

E agora? Vão dizer que é montagem ou factóide?

É petista (Hélio Bicudo) criticando o PT e a compra escancarada de votos.

http://www.youtube.com/watch?v=Et9OrjTelc8

H.P. disse...

PARA O CONHECIMENTO DOS COXINHAS DESPOLITIZADOS E PAPAGAIOS PAGOS DA DIREITA MIDIÁTICA.

G1 Brasília
A Procuradoria da República do Distrito Federal (PR-DF) divulgou nota nesta sexta-feira (9) na qual afirma que dois inquéritos que apuravam irregularidades nos negócios de Fábio Luís Silva, filho do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, foram arquivados. A Procuradoria diz que, em ambos os casos, não havia provas para o prosseguimento das apurações.
A informação sobre arquivamento da investigação foi publicada na edição desta sexta do jornal “Folha de S.Paulo”.

Anônimo disse...

BOM DIA

CURIOSO RACIOCÍNIO TEM O SENHOR ANÔNIMO DO PRIMEIRO COMENTÁRIO DO POST.

Então, um general que participa de um golpe militar, toma o poder à força, usurpando o cargo de presidente, vale muito por ter mandado o seu irmão devolver um automóvel ?

Quanta balela essa de que militares de então eram muito éticos.

Todos eles colocaram a parentada toda nas estatais que criaram. Encheram as diretorias e conselhos de administração de amigos e amantes, sugaram, junto com civis igualmente golpistas, o que puderam e o quanto puderam, e ficam esses saudosistas do arbítrio, propalando inverdades, para ser educado e não faltar com o devido respeito.

Como alguém que sabe, e não há como dizer que não sabe, que os EUA tinham um plano de invasão do nosso país em 64, pode admitir isso, pode apoiar isso ?

Que brasileiros são esses ?

Haneman




H.P. disse...

Essas são as "propostas" de governo da oposição midiática partidária:
O LULA roubou e o filho dele também. O cidadão que fala a verdade, que era petista, falou mal do PT. Sou ex-petista, e sei o que eles fazem. Só votava no LULA agora não voto mais. Presidente Dilma não pode vestir vermelho. Gueis? Credo. Negros? Tenho até amigos que são negros, mas credo não quero saber não. Mais médicos? nada disso não, e minha grana. Briguei com minha sogra, tenho vergonha de ser brasileiro. O chefe brigou comigo, destesto o Brasil. Não vai dar certo. Meu carro quebrou, odeio o Brasil. Hino Nacional no começo do futebol? E por isso que no Brasil nada vai pra frente....

Essas, as acima, são as propostas de governo da oposição.

H.P. disse...

SR. AÉCIO NEVES - PSDB.
SR. EDUARDO CAMPOS - PSB.

NÃO ESTARIA NA HORA, JÁ PASSOU DELA, DE OS SRS. FAZEREM O MESMO?

"SAN JOSE - COSTA RICA, 06 Mar 2014 (AFP) - O candidato da oposição, Luis Guillermo Solís, deu um enorme passo para conquistar a presidência da Costa Rica, após a decisão desta quarta-feira do governista Johnny Araya de abandonar o segundo turno eleitoral, previsto para o dia 6 de abril.

"A sensatez indica, agora mais do que nunca, que é preciso encarar a realidade (...) e faço saber hoje minha decisão de abandonar a campanha à Presidência da República", disse Araya, do Partido Libertação Nacional (PLN).

A Constituição Política proíbe a renúncia de candidatos à presidência, o que exigirá a realização do segundo turno para ratificar a vitória de Solís, esclareceu o presidente do Tribunal Supremo de Eleições (TSE), Luis Antonio Sobrado.

"A prudência aconselha a não gastar milhões em propaganda, reuniões e mobilizações. Acatamos as normas constitucionais, mas me absterei de qualquer atividade eleitoral. O processo continuará até 6 de abril", assinalou Araya, ex-prefeito de San Jose.

José Antônio disse...

"O cavalheiro José Antônio deve estar certo. Nos dias de hoje não se ganha mais eleições com base na ética e na moral. Os "espertos" é que fazem sucesso no país. "

Estive afastado do computador e, ao retornar, vi que vários comentaristas responderam, à altura, a esse anônimo Professor Altair.

Vamos para frente, professor Altair, mude o disco. Skip!

Mostre-nos por que devemos dar o nosso voto a essa oposição que, já tendo sido governo, de tão corrupta precisava de um Engavetador Geral da República.

Diga-nos que propostas tem essa oposição em relação à Educação, Cultura, Pesquisa e Desenvolvimento, Saúde, Política Industrial (Oh!!! Palavrão!!), Inserção Internacional do Brasil, Energia, Integração, Infraestrutura, Desconcentração de Renda, Salário Mínimo, Liberdade e Multiplicidade de Informação, Pequenas e Médias Empresas, Conflito entre Capital e Trabalho, Aposentadorias, Reforma Agrária, entre tantos outros temas importantes para o Brasil...

Dispensamos ouvir suas propostas em favor do sistema financeiro internacional, empresas multinacionais, grandes latifúndios, alinhamento automático aos interesse estadunidenses, entrega a preço de banana do petróleo extraído do pré-sal, etc...

Quem sabe, com um bom papo, vocês nos convençam a depositar nosso voto de confiança na oposição?


LRM disse...

Diz o artigo 73 da Lei Eleitoral: é proibido aos agentes públicos “ceder ou usar, em benefício de candidato, partido político ou coligação, bens móveis ou imóveis pertencentes à administração direta ou indireta da União, dos Estados, do Distrito Federal, dos Territórios e dos Municípios.”

Certas leis implicam com muita gente. Mas pouca gente implica com certas ilegalidades. Preocupados em assegurar ao povo brasileiro a felicidade de mais quatro anos de presidência petista, Dilma, Lula e Cia. converteram o Palácio da Alvorada em comitê reeleitoral.

O Alvorada já sediou pelo menos quatro encontros de campanha. Num deles, em outubro do ano passado, Dilma reuniu-se por cinco horas, em pleno horário de expediente, com Lula, o marqueteiro João Santana, o presidente do PT Rui Falcão, o ex-ministro Franklin Martins e o ministro Aloizio Mercadante.

Além de financiar o palácio, o conforto, a água mineral, o cafezinho, o serviço de copa e o garçom, os contribuintes brasileiros —inclusive os que votam em Eduardo Campos e Aécio Neves— pagaram os salários de Dilma e Mercadante para que eles trocassem os negócios da nação pelas articulações partidárias.

Nesta Quarta-Feitas de Cinzas, o grupo voltou a carnavalizar o Alvorada. Além dos personagens de sempre, participaram da conversa Edinho Silva, futuro tesoureiro do comitê, e Giles Azevedo, que deixará a chefia de gabinete de Dilma para integrar-se formalmente à campanha.

Dilma e Lula já nem se preocupam em maneirar. A pretexto de silenciar o zunzunzum do ‘volta Lula’, divulgou-se nas redes sociais e no site do Instituto Lula um retrato da ilegalidade. Nele, Dilma e Lula estreitam suas diferenças num aperto de mãos na biblioteca do Alvorada. Lindo. Porém, ilegal.

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

JOÃO DORIA E ACMN LEVAM UMA MERECIDA CHUVA DE OVOS EM SALVADOR - EM VÍDEO

OS OVOS CHOCARAM E APODRECERAM ASSIM QUE TIVERAM CONTATO COM A CABEÇA DOS DOIS PREFEITOS LEIA A MATÉRIA AQUI

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS