domingo, 9 de março de 2014

MERVAL PEREIRA E REVISTA ÉPOCA "RIFAM" JOAQUIM BARBOSA

DIREITA COMEÇA A ABANDONAR "NAVIO DA CANDIDATURA DE JOAQUIM BARBOSA"

PV e PSB ficam mal na foto: “Não recebo ninguém aqui. Em primeiro lugar, acho que não seria apropriado eu, como presidente do Supremo, sair por aí fazendo negociações políticas. No dia em que sair daqui, estarei livre para fazer isso. Enquanto eu estiver aqui, não. Em segundo lugar, não dou nem nunca dei espaço para esses donos de partido ficarem… não, nunca. São abordagens indiretas. A maior parte do que sei é pela imprensa.”

MERVAL ONTEM

Não concordo com a teoria da conspiração que denuncia um plenário manipulado, ...

Tanto a formação de quadrilha quanto a lavagem de dinheiro – outro crime que possivelmente será anulado pelo novo plenário na análise dos embargos infringentes – são de definição controversa, e é perfeitamente natural a interpretação da lei em sentido contrário...

A maioria “feita sob medida” a que se referiu pejorativamente o presidente do STF, ministro Joaquim Barbosa, foi formada circunstancialmente, mas não tem nada de anormal.

REVISTA ÉPOCA

O interlocutor observou que Joaquim não teria aptidão para entrar na política, ainda mais depois de conhecer, no processo do mensalão, as sujas entranhas dos partidos brasileiros.

Num momento em que o Supremo está dividido pelos traumas do mensalão, existe apenas uma unanimidade entre todos os ministros da Corte – uma unanimidade que se estende à Procuradoria-Geral da República e aos amigos de Joaquim. Caso, por alguma razão insondável, Joaquim mude de ideia e resolva entrar na política, será um desastre para ele, para o Supremo e para a legitimidade do julgamento do mensalão. Mas os ministros mais próximos dele, assim como todos os seus poucos amigos de confiança, têm certeza de que ele diz a verdade quando garante que não dará o salto de 300 metros. Nem o de 100.

MERVAL PEREIRA HOJE

O SISTEMA FUNCIONA
...
Não creio que os dois novos ministros indicados pela presidente Dilma tivessem algum tipo de compromisso com o governo ou com o PT, e só votaram contra a formação de quadrilha por terem esse ponto de vista muito antes de se verem no julgamento do mensalão.

...Porém, nunca é demais lembrar que os dois ministros indicados por Dilma para substituí-los só votaram por que o plenário acatou a tese da existência dos embargos infringentes com o voto de desempate do decano Celso de Mello, um dos juízes mais duros contra os mensaleiros durante o julgamento...

4 comentários:

José Antônio disse...


Curiosamente, Bond, o Merval foi bem mais comedido do que a Míriam Leitão.

Esta última quase apelou para algum tipo de "atitude" extra constitucional para impedir que os julgamentos no STF fossem decididos pela maioria dos seus participantes.

No meu entender, foi um vergonhoso flerte com o golpe que o Merval Pereira soube se esquivar com uma certa esperteza.

Miriam Leitão endossou, sem muito refletir, a teoria conspiratória difundida pelos rottweilers como o RA.

Míriam Leitão, desde 2010, marinou. Ela continua apoiando a chapa Marina Silva, portanto tem que se contentar com Eduardo Campos.

Merval Pereira, entretanto, parece que continua tucano. A baixada de bola do Merval talvez seja explicada pela necessidade de evitar que o Eduardo Azarado tenha o mesmo destino que Zé Dirceu, Genoíno e Delúbio Soares.

Se for isso, as coisas começa a fazer algum sentido. Míriam Leitão está c... e andando para a sorte dos tucanos. Só que ao detonar o STF, Míriam chama os milicos.



José Antônio disse...


Bond, a partir da minha observação acima, vou estender um pouco mais a minha avaliação sobre os cronistas do PIG:

Míriam Leitão: Marina Silva, logo Eduardo Campos;

Merval Pereira: Aécio-Tucano. Joaquim Barbosa, neste caso, passa a ser um complicador;

RA e Estadão: Serra-Tucanos. Darão apoio apenas simbólico ao Aécio. Ressentimentos fortes sobraram das campanhas anteriores. Não esperam grande coisa de Aécio e não darão apoio significativo. Se Joaquim Barbosa se apresentar, ganham o apoio de ambos;

Noblat: Eduardo Campos. Joaquim Barbosa, também é um complicador;

Eliane Cantanhede: Tucana com uma certa desconfiança de Aecim... Sabe que Serra está fora e quem não tem cão caça com gato;

Dora Kramer: Tucana. Preferiria o Serra, mas, assim como a Cantanhede, vai apoiar Aécio.

As duas últimas, tal como RA e o Estadão, podem dar apoio a JB se este se apresentar e o Aécio continuar se mostrando fraco.

Supostamente, todos acima, repudiariam um retorno militar.... mas não ponho a minha mão no fogo por ninguém, exceto, talvez, pela Míriam Leitão que, por ter sido torturada, ao menos conscientemente não compactuaria com um retorno dos milicos.

BONDeblog S. O. disse...

José

Boa noite

O Ministro Joaquim Barbosa não será candidato agora. No futuro, com certeza sim. Talvez em 2018 tentando uma vaga de SENADOR.

Todos estes colunistas apoiam qualquer um que concorra com os candidatos do PT. Perderam as três últimas eleições e, tudo indica, perderão a próxima.

Eu só estou é intrigado com a mudança de posição do MERVAL. Aí tem !

José Antônio disse...


É, Bond...

Eu acho que o que apontei acima explica esse movimento de peças do Merval.

Merval está tentando proteger o Eduardo Azarado para não contaminar a candidatura Aécio.

Um novo julgamento no STF, com o mesmo rigor com que foram julgados os petistas, seria a pá de cal nas pretensões tucanas.

Luis Barroso e Teori Zavascki não poderão, por uma questão de coerência, serem muito duros com o Azarado.

Assim, é melhor, por enquanto, não embarcar na tese reinaldiana de teoria de conspiração.

Merval, entretanto, deixou dúvidas, e em aberto, suas avaliações sobre as futuras nomeações para o STF.

A candidatura atual de JB não é útil nem para Aécio, nem para o Merval, embora pudesse, em teoria, levar as eleições para um segundo turno.

Mas quem disse que o Aécio quer um segundo turno se ele ficar em terceiro ou, até mesmo, quarto lugar?

Desconfio que JB não tem combustível para almejar qualquer coisa em 2018. Nem mesmo a vaga de Senador.

Estará fora do noticiário positivo a partir de novembro e somente será lembrado pela sua truculência.

Se almejar alguma coisa tem que ser agora onde pode decidir até o início de abril. Só que ainda tem muitas barreiras para serem ultrapassadas. Acho que não vai tentar e se tentar não deve conseguir.



EM DESTAQUE - LEIA AGORA

JOÃO DORIA E ACMN LEVAM UMA MERECIDA CHUVA DE OVOS EM SALVADOR - EM VÍDEO

OS OVOS CHOCARAM E APODRECERAM ASSIM QUE TIVERAM CONTATO COM A CABEÇA DOS DOIS PREFEITOS LEIA A MATÉRIA AQUI

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS