sábado, 1 de março de 2014

BRASIL - HÁ 50 ANOS

O GOLPE


8 comentários:

LRM disse...

E acho que caminhamos firmemente para um novo golpe, onde o petismo será atroz e vítima ao mesmo tempo. Temo que a paciência da sociedade esteja no limite, assim como a dos ucranianos e venezuelanos,

LRM disse...

Quiz dizer "algoz"e não atroz.

José Antônio disse...

D. Lucia, já se passaram 11 anos e se fosse para o PT dar um golpe e ser o "algoz", ele já o teria feito há muito tempo.

Quanto vir a se tornar "vítima, suponho ser uma ameaça. E ameaças deste tipo nunca devem ser minimizadas.

Faz tempo a senhora anda incitando a quebra da lei e o emprego de métodos violentos para alcançar aquilo que a senhora não consegue enxergar possível através da legalidade das urnas.

Portanto, D. Lucia, reservo-me ao direito de me proteger dessas suas ameaças, de ordem física, que, sublinhe-se, não têm sido proferidas apenas pela senhora.

Receio muito uma radicalização com o objetivo de transformar o legítimo debate político em uma situação de guerra civil; como na Ucrânia, ou das repetidas tentativas de golpe, como na Venezuela.

Em ambos os casos com ativa participação de forças e interesses estrangeiros no processo de desestabilização dos referidos governos, legitimamente escolhidos por suas respectivas populações.

Ao menos em um caso, o da Ucrânia, embora não possamos descartar que o mesmo não esteja ocorrendo na Venezuela, as forças anti governamentais são compostas por notórias organizações de cunho nazi-fascista.



LRM disse...

"D. Lucia, já se passaram 11 anos e se fosse para o PT dar um golpe e ser o "algoz", ele já o teria feito há muito tempo."
******************
Engano seu, Sr. José Antônio. O golpe já estava em curso quando Roberto Jefferson denunciou o MENSALÃO. Aí foi tudo por água abaixo. O MENSALÃO era o instrumento facilitador do golpe, pois estava conseguindo pela via argentária o que os militares fizeram com as armas. Há setores hoje no país bastante revoltados com o que está acontecendo, especialmente o aparelhamento do judiciário, que vai ficando cada vez mais evidente. Eu não apoio soluções violentas, assim como também desaprovo a inação. Não gosto de ver o "gigante" dormindo e isso para o senhor soa como "golpismo". Cada um entende como quiser.

Sim, eu quero as manifestações de rua, mas sem os Black Blocs, grupelho que acaba dando razão a quem não tem, leia-se: governo.

A sorte do PT é que o partido sempre manda aumentar o soldo dos militares nas horas de crise, e isso arrefece os ânimos. Mas nem todos os militares são argentários, e os clubes militares andam em polvorosa. Se houver um golpe militar o PT é quem vai pagar o preço mais alto. Por isso sugiro moderação nos artigos e nos ataques à democracia e aos poderes.

José Antônio disse...


"Por isso sugiro moderação nos artigos e nos ataques à democracia e aos poderes."

O espírito autoritário se manifesta mais uma vez. Agora, na forma de uma simples "sugestão".

Devemos "moderar" nossa opinião ou nossa crítica, pois isso pode ser considerado (confundido seria melhor) com ataques à democracia e aos poderes.

Lembro que quem tem feito sistemáticos ataques à democracia e aos poderes é a própria autora da "sugestão" autoritária.

Ou ameaçar "tacar" coquetéis molotov no Congresso Nacional não é um ataque à democracia e aos poderes? No caso o legislativo.

Ou será que atacar a honradez de Ministros as decisões do STF quando as decisões por estes tomadas lhe são desfavoráveis não é também um ataque à democracia e aos poderes? No caso o judiciário.

Ou "propor" a extinção de um partido político legalmente constituído que exerce pela vontade do povo a Presidência da República, e do qual a autora, da "sugestão" ameaçadora, não gosta, não seria uma ataque à democracia e aos poderes? No caso o executivo.

Que tipo de "democracia" sugere a autora dessas ameaças? A do cabresto? Seremos livres para escrever o que "pensamos" desde que aquilo que escrevemos não seja do desagrado dessa senhora?

Caso a desobedeçamos, poderemos ser vítimas de coquetéis molotov? Ou de qualquer outro atentado à nossa integridade física? Ou de golpes militares?

Ela quer retornar à época do AI-5 com censores por toda a parte?

Sim, a "democrata" acima já se declarou favorável ao retorno dos militares. Se for pelas urnas nada a objetar. Que façam suas campanhas, aqueles já aposentados, uma vez que os da ativa estão impedidos constitucionalmente de exercerem atividades políticas.

Ou esta senhora quer atropelar a Constituição? Isso, na opinião dela, certamente não constitui um ataque à democracia e aos poderes.

Essa senhora se acha acima dos outros. Com direitos que só ela pode possuir e que os demais não merecem. Isso se chama, na melhor das hipóteses, hipocrisia.

Essa senhora, dia sim, outro também, vem aqui fazendo ataques sistemáticos à democracia e às instituições. Inclusive com ameaças à integridade física de pessoas e do patrimônio público.

E ainda diz querer distância dos black blocs? Não passa de uma "Sininho" que, pela idade, já deveria ter crescido e amadurecido.

Preocupante, sim.

Pelas suas constantes apologias ao crime e à violência, a Polícia Federal já deveria estar mantendo-a sob intensa observação.

LRM disse...

"Pelas suas constantes apologias ao crime e à violência, a Polícia Federal já deveria estar mantendo-a sob intensa observação."
*********************************
Esse "democrata" aí em cima quer a polícia em cima dos opositores. Nada diferente dos ditadores.

Claro, sou uma ameaça ao sistema.

Sou uma ameaça aos corruptos no governo.

Sou uma ameaça aos que, diariamente, açoitam um ministro negro, exatamente porque esse Ministro negro é duro com os criminosos do PT e vem fazendo a faxina que o país precisa.

Sou uma ameaça à infiltração golpista nos poderes da república.

Sou uma ameaça à todos os inimigos da moralização e das boas práticas políticas.

Sou uma ameaça àqueles que se mantém no poder comprando votos.

Venha me prender Polícia Federal! Mas me diga antes: que fim levou a Delegada que investigava o envolvimento do Lula com o mensalão.

LRM disse...

Veja, Sr. José Antônio, como as milícias fascistóides de esquerda, que o senhor defende, fizeram com um cidadão brasileiro, exatamente porque não gostam do que ele pensa:

"Nem o Vladimir Putin nem as hostes do ódio me deixam quieto, no Carnaval, entre o silêncio da montanha e o marulho. Entro no meu e-mail e lá está uma mensagem de Olavo de Carvalho, que me foi enviada, e a outros amigos seus, ontem, dia 28 de fevereiro. Reproduzo. Volto em seguida.

Prezado Reinaldo,

Tão logo o deputado Marco Feliciano denunciou na Câmara a campanha de assassinato de reputação que eu vinha sofrendo (vídeo aqui), a militância do crime, decerto mobilizada por alguma Excelência em pânico, mudou de tática e passou a tentar bloquear a minha conta no Facebook para que, diante do assalto multitudinário à minha pessoa e à minha honra, não me restasse nem mesmo este miserável e último recurso de defesa que é espernear na internet.

O ardil consiste simplesmente em entrar na minha conta desde um IP qualquer que não seja o meu, acionando automaticamente o Facebook para que bloqueie a conta e inicie um procedimento de verificação.

Tentaram isso ontem usando um IP registrado numa cidade da Índia.

Como eu consegui restaurar a conta, aperfeiçoaram o sistema. Fornecem ao Facebook, não sei como, um número de telefone falso ou imaginário (hoje foi +33 7 87 16 56 82), de modo que o código para restauração da conta é enviado a esse número e não chega jamais a mim. Assim, torna-se impossível reativar o acesso à minha página.

A coisa é de uma sordidez que desafia a imaginação. Se quer saber, nem mesmo me surpreende que apelem a esse recurso, ou talvez, mais tarde, a outros mais abjetos ainda. A mentalidade dessa gente faria os porcos vomitarem, se lhes fosse servida no cocho.

Ainda não sei bem o que fazer diante desse descalabro, mas creio que solicitar um inquérito à Polícia Federal não seria má ideia. Tentarei fazer isso.

Se você puder divulgar o episódio pela sua coluna, ficarei grato. Estou pedindo o mesmo a outros articulistas.

Obrigado desde já e um abraço do

Olavo de Carvalho"

José Antônio disse...

Ora, D. Lucia... está claro que quem cometeu esse ataque ao Astrólogo, Olavo de Carvalho, foi o Lula + o Zé Dirceu.

E. D. Lucia, não confunda oposição ao governo com apologia ao crime. Há uma grande diferença. E a senhora, embora queira parecer tonta, sabe muito bem qual é.

Se ainda assim for necessário, até mesmo, seu novo guru, Joaquim Barbosa, saberá explicar-lhe qual é a diferença.

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

JOÃO DORIA E ACMN LEVAM UMA MERECIDA CHUVA DE OVOS EM SALVADOR - EM VÍDEO

OS OVOS CHOCARAM E APODRECERAM ASSIM QUE TIVERAM CONTATO COM A CABEÇA DOS DOIS PREFEITOS LEIA A MATÉRIA AQUI

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS