segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

IPTU EM SÃO PAULO É CASO DE POLÍCIA - GESTÕES DE JOSÉ SERRA E GILBERTO KASSAB PERDERAM R$ 10 BILHÕES

EXISTEM ASSALTANTES E ASSALTANTES


Uns roubam com armas, geralmente são violentos e levam celular, relógio, pouco dinheiro e até o veículo das vítimas. Outros formam MÁFIAS, e ROUBAM MILHÕES, atuam na MACIOTA, desviando dos COFRES PÚBLICOS dinheiro que seria utilizado na saúde, educação e segurança. É o caso da MÁFIA dos FISCAIS da Cidade de São Paulo, que a GESTÃO de FERNANDO HADDAD começa a conseguir desarticular. Descobrindo que durante ANOS, eles ASSALTARAM os cidadãos de São Paulo, sem que os então prefeitos JOSÉ SERRA (PSDB) e Gilberto Kassab (PSD) tivessem "competência" para lhes parar as ações criminosas.


84 EMPRESAS DESVIARAM JUNTO COM FISCAIS CORRUPTOS, BILHÕES DE REAIS

"O Ministério Público de São Paulo e a Controladoria-Geral do Município (CGM) investigam 84 empresas suspeitas de integrar um esquema de cobrança de propina para zerar dívidas milionárias do IPTU, ocultação de reformas de grandes empreendimentos para reduzir o cálculo do tributo e até rebaixamento do padrão de construções de luxo para diminuir o valor venal do imóvel. Esse esquema beneficiou shoppings, igrejas e até universidades e era coordenado pela mesma quadrilha de fiscais da prefeitura que desviou mais de R$ 500 milhões do Imposto Sobre Serviços (ISS). 

Segundo a denúncia, em alguns casos o recolhimento do tributo caiu pela metade. “Não é possível estimar ainda o prejuízo aos cofres públicos. A investigação está só no início, mas dá para ter a ideia de que são muitos milhões de reais desviados”, diz o promotor Marcelo Mendroni, do Grupo de Atuação Especial de Combate aos Delitos Econômicos.

A julgar pelas cifras contabilizadas em 2009 por uma Comissão Parlamentar de Inquérito da Câmara Municipal da cidade, o rombo seria bilionário. A CPI concluiu que, entre 2003 e 2008, durante as gestões de José Serra (PSDB) e Gilberto Kassab (PSD), cerca de três milhões de metros quadrados de construções estavam irregulares e R$ 10 bilhões teriam sido drenados dos cofres públicos. 

No ano passado, quando a Câmara Municipal autorizou Haddad a aumentar o imposto, o plano original previa que a arrecadação do IPTU teria aumento de 72% até 2017. Isso significaria uma elevação da receita anual do município próxima de R$ 4 bilhões. Se os desvios estiverem perto da casa dos R$ 10 bilhões e ao menos metade dessas verbas drenadas pela corrupção for recuperada, a prefeitura terá em caixa dinheiro para realizar investimentos em áreas como saúde e educação."

Colaboração: Leitor José Antonio

Um comentário:

José Antônio disse...

Bond,

Pelo o que eu entendi, todo esse rombo é apenas municipal.

Imagine na cop... digo, no estado!

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

JOÃO DORIA E ACMN LEVAM UMA MERECIDA CHUVA DE OVOS EM SALVADOR - EM VÍDEO

OS OVOS CHOCARAM E APODRECERAM ASSIM QUE TIVERAM CONTATO COM A CABEÇA DOS DOIS PREFEITOS LEIA A MATÉRIA AQUI

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS