quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

DIREITO HUMANOS - COMISSÃO DA CÂMARA TEM NOVO PRESIDENTE

BOLSONARO É DERROTADO


Em votação apertada, Assis do Couto é eleito presidente da CDH
Bolsonaro manteve candidatura avulsa e perdeu por dois votos de diferença

Em votação apertada, o deputado Assis do Couto (PT-PR) foi escolhido presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados. Ele venceu o deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ), que se lançou em candidatura avulsa, por 10 votos a 8.

O 1º vice-presidente do colegiado será o deputado Nilmário Miranda (PT-MG). Os 2º e 3º vices serão definidos posteriormente.

Partido com a maior bancada na Câmara, o PT tem prioridade na escolha das comissões que presidirá, mas, no ano passado, abriu mão da Comissão de Direitos Humanos. 

O colegiado acabou sendo comandado pelo deputado Pastor Marco Feliciano (PSC-SP), o que gerou protestos de grupos que o acusavam de homofobia. “Não poderíamos deixar que a comissão caísse em mãos erradas”, disse o novo líder do PT, deputado Vicentinho (SP).

Perfil

Com raízes no campo, Assis do Couto tem como bandeira o fortalecimento da agricultura familiar no País. Está em seu terceiro mandato de deputado federal e, nesta legislatura, atuou como titular da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural; e da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado.

Com Agência Câmara

2 comentários:

H.P. disse...

O DIREITO DOS "HUMANOS" SE DROGAREM. POR QUE NÃO?

SE LIBERAR NÃO PRECISA MATAR!

Ele anda meio esquecido, mas está entre DOIS MIL E TRES MIL DEFUNTOS.

Um "santo" homem(fabricador de anjos), ele é só mais uma vitima do sistema e da não liberação total das drogas. Se todas elas forem liberadas, ele abre uma "micro" empresa, tendo como público alvo as crianças/adolescentes, recolherá todos os impostos devidos, com milhares e milhares de empregados, chamados de "narquinhos" andantes. Um "doce" de pessoa.

DA ANSA

O narcotraficante mais procurado pela polícia do México e dos Estados Unidos, o líder do Cartel de Sinaloa, Joaquín Guzmán, conhecido como El Chapo, que foi detido neste final de semana, admitiu ter matado entre 2.000 e 3.000 pessoas.

Entre suas vítimas, estaria o mafioso Ramón Arellano. Ele, no entanto, negou ter sido responsável pela morte do cardeal Juan Jesús Posadas, em maio de 1993, informou a emissora local Televisa.

Anônimo disse...

SILÊNCIO TOTAL!

Globo e os "liberdade de expressão", voces não falam nada a respeito disso, dos narcotraficantes e seus defuntos? Ou pode estragar o negócio da "descriminilização"(liberou geral), das MORFINAS, das COCAINAS, das MACONHAS, das ESTRICNINAS, dos CRACK, das BIRITAS, dos FUMO, não, FUMO NÃO, cigarro pra eles NÃO PODE. Faz mal. Tem que ser proibido até a céu aberto. Ué? Cigarro não pode? O resto pode? É que cigarro faz mal pro esporte das crianças. Ai eles tem razão claro. E o resto?

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

JOÃO DORIA E ACMN LEVAM UMA MERECIDA CHUVA DE OVOS EM SALVADOR - EM VÍDEO

OS OVOS CHOCARAM E APODRECERAM ASSIM QUE TIVERAM CONTATO COM A CABEÇA DOS DOIS PREFEITOS LEIA A MATÉRIA AQUI

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS