sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

AZEREDO É JOGADO ÀS FERAS PELO PSDB - AÉCIO NEVES "NÃO SABE SE ELE DEVE SER EXPULSO DO PARTIDO"

MENSALEIRO TUCANO É TRATADO COMO UM ESTORVO POR SEUS "AMIGOS"


Agora que Eduardo Azeredo renunciou ao mandato de Deputado Federal pelo PSDB de Minas Gerais, a Direção Nacional do Partido revelou que está em estudo a hipótese dele ser expulso da sigla.

De forma COVARDE e até DESUMANA, os TUCANOS vão esperar a decisão do STF, que deve sair dentro de 10 dias aproximadamente, se o processo contra AZEREDO continua no STF ou se vai para a 1a. INSTÂNCIA.

Se for mantido o julgamento no STF, Eduardo Azeredo receberá o "tiro de misericórdia" e será expulso, visando reduzir ao mínimo possível a repercussão e estragos que o caso vai trazer para a CANDIDATURA de AÉCIO NEVES. Caso Azeredo receba um PRÊMIO do STF, e seu caso seja remetido para a 1a. INSTÂNCIA, e fadado a cair no esquecimento e até prescrever, é provável que o assunto seja esquecido.

E ainda há quem pense que os "TUCANOS" não são "AVES POLÍTICAS DE RAPINA".

O QUE DIZ O GLOBO SOBRE O ASSUNTO

Segundo o Jornal, pelo menos em público, o senador Aécio Neves e seus aliados têm evitado o ex-deputado Eduardo Azeredo. Um dia após a renúncia de Azeredo ao cargo de deputado federal, os tucanos fizeram um evento para lançar a pré-candidatura ao governo de Minas de Pimenta da Veiga. Segundo o jornal, o nome de Azeredo não foi citado em nenhum momento.

Durante o evento, as principais autoridades do Palácio da Liberdade estiveram ao lado de correligionários do grupo político do senador. Entre os que discursaram no palanque montado para 200 pessoas, não houve, segundo o jornal, menção à renúncia.

Questionado quanto a ausência de Azeredo, Pimenta da Veiga declarou que "Azeredo não compareceu porque está fora da vida pública". 

Já Aécio, em rápida e tumultuada entrevista coletiva, segundo ainda o jornal, foi evasivo sobre o futuro partidário de Azeredo. Perguntado se o PSDB deve expulsar Eduardo Azeredo, respondeu:

- Não sei dizer !

10 comentários:

LRM disse...

Que triste hein, Azeredo? O Sr. Bond, blogueiro petista, está até do seu lado. Ele quer que o PSDB se solidarize com os acusados de corrupçao, assim como o PT faz com os seus. Aproveite! Saia do PSDB e filie-se ao PT! Vc vai poder se envolver em todas as maracutaias do planeta e terá ao seu dispor uma rede de defensores automáticos que irão clamar por toda a eternidade a sua inocência, até ela ela ser aceita como verdade. E se vc vier a ser preso e multado ainda vai chover na sua conta bancária um capilé de respeito, maior até do que o mensalão.
Eis porque todos querem ser PT.

Anônimo disse...

Com licença,

Parece que LRM confunde apoio à corrupção, e aprovação de algum ato ilegal, com a posição de se manter uma amizade com alguém com quem se conviveu por toda a vida.

Me parece que o blogueiro, não pediu, ao menos não li e nem entendi assim, que o PSDB se posicionasse de forma absoluta em apoio ao ex-Deputado Azeredo, mas, sim, que tivessem com ele, em público, a mesma conduta que tem em ambiente reservado.

Pensar em expulsar Azeredo nesse momento é uma covardia.

Gostei do blog, gostei de poder comentar sem ter que fazer confirmação com aquelas letras e números que não se consegue entender. Voltarei, com a devida licença, em outras oportunidades.

Hanemman

José Antônio disse...

Caro Bond,

Aos poucos o teu blog vem atraindo gente que sabe debater, lúcida, educada e serenamente, e que percebe que este espaço é bastante aberto e propicio a isto.

De minha parte dou as boas vindas ao senhor Hanemman.

Que volte muito mais vezes.

Mas fique preparado que, assim como o amigo se sentiu em casa para fazer seu comentário, há aqui também alguns trolls que se sentem à vontade, não para debater com opiniões contrárias, mas sim para ofender e/ou distorcer as palavras do blogueiro e dos outros comentarista, além de espalhar inverdades, esperando que alguma delas pegue.

Infelizmente, às vezes, o odor fica insuportável.

José Antônio disse...


Agora, Bond, sobre o assunto do post, percebe-se claramente o modus operandi tucano.

Maracutaias são aceitas desde que não sejam descobertas. Uma vez descobertas, aquele que teve o flanco mais exposto deve se defender sozinho. Ainda que a maracutaia tenha sido gerada e urdida por todos os demais, beneficiando, até mesmo, igualmente a todos.

Não sei se Azeredo sabia disso quando nela entrou nesta. Meu palpite é que, não só sabia, como também já cometeu o mesmo tipo de covardia cuspindo no prato de quem comeu.

Ao contrário do que possam pensar as almas "plumadas", sobreviventes do tucanato, ao invés de lhes dar ares de austeridade, demonstram bem que são pessoas inconfiáveis. Na hora em que a casa cai, é cada um correndo, tentando tirar o seu da reta.

Apesar de Azeredo não ser nenhum santo, sinto pena de vê-lo abandonado às feras por seus "amigos". Espero, sim, que tenha direito a um julgamento justo (mas no STF) e não seja condenado por antecipação como ocorreu com os réus petistas.

Dois erros não configuram um acerto.

Além do mais, é uma oportunidade para Azeredo dizer tudo o que sabe.

Justiça se faz assim. O contrário é justiciamento.

Já o blogueiro rottweiler, RA, em um ato falho, torce para que o processo de Azeredo seja transferido para primeira instância em MG.

Segundo o raciocínio de RA, é a "única chance de Azeredo ser julgado antes de ser condenado".

RA não percebe que com isso ele admite que os julgamentos da AP 470 pelo STF foram políticos. Todos os réus petistas foram devidamente condenados antes do seu julgamento. Por pressão da mídia e, principalmente, por pressão dele próprio.

Ele tem consciência de como todo o processo causou indignação em parcelas pensantes da sociedade, inclusive e principalmente de juristas não simpatizantes do PT.

Ele sabe que há uma parcela que vai pressionar o STF a fazer com Azeredo o mesmo que o supremo fez com os réus petistas.

Ele sabe que o STF é susceptível às pressões. A mídia demonstrou isso muito bem.

Ele sabe que, se as pressões tiverem o mesmo grau de intensidade, o STF terá que ceder a elas para não dar a impressão de parcialidade.

Em suma, ele sabe que, hoje, o STF não é uma instância de julgamento imparcial.

Mas... isso tudo são as justificativas usadas da boca para fora, para dar uma impressão, ainda que tosca, de defesa dos direitos dos réus, por acaso um tucano.

No fundo, nas entrelinhas e de maneira inconfessável, RA, joga para, levando o julgamento de Azeredo para a primeira instância em MG, o caso se prolongue o suficiente para que Azeredo, hoje com 66 anos, venha a ter seus crimes prescritos tão logo complete 70. Assim como já aconteceu com outros implicados no mesmo processo.

RA não bate prego sem estopa.

Tolos são os que nele acreditam e vivem repetindo, feito papagaios, suas papagaíces.

José Antônio disse...

Bond, nada como um dia após o outro.

O rottweiler fofo, RA, escreve no dia 19:

"É assim mesmo que deve agir um partido da ordem, afinal de contas. Ainda que o PSDB pudesse ter sido mais claro em tratar das diferenças entre o caso petista e o caso mineiro, fez bem em não transformar em ré a Justiça. Não tinha por que repetir a pistolagem moral do petismo contra o Poder Judiciário."

http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/azeredo-renuncia-para-ver-e-consegue-ao-menos-ser-julgado-antes-de-ser-condenado-ou-se-petista-e-preso-entao-se-declare-o-fim-da-inocencia-no-pais/

RA tenta demonstrar que os tucano são mais, digamos, republicanos que os petistas. Enquanto os petistas, por se sentirem injustiçados, reclamaram da maneira como foram condenados, sem direito a um julgamento imparcial, os éticos tucanos tucanos não transformaram, nas palavras de RA, a justiça em ré. Parece até que este foi o caso dos condenados petistas.

Já vimos lá em cima, em meu comentário, que as coisas não são bem assim. As contradições do rottweiler apenas se acumulam, embora para seus leitores, ele seja considerado o suprassumo da inteligência editorial.

Mas vamos adiante, façamos de conta que as coisas ocorreram tal como diz o rottweiler fofo...

Não é que ontem, Azeredo desmente cabalmente tudo o que o rottweiler fofo disse?

Vejam o que diz matéria do estadão de ontem e atualizada hoje:

"O agora ex-deputado Eduardo Azeredo (PSDB), que renunciou ao mandato na Câmara sob acusação de participar do mensalão mineiro, escreveu uma carta de reflexão obtida pelo Estado, em que ataca as alegações finais feitas pelo Procurador Geral da República, Rodrigo Janot. O tucano afirma que a peça jurídica contém "motivação política" e a classifica como "um conjunto de erros e deliberadas omissões" e "um atentado à democracia". Parte do texto seria lida em plenário na Câmara, mas por pressões políticas Azeredo desistiu de se defender na tribuna."

Afinal, ao investir violentamente contra o Procurador Geral da República, o réu tucano está ou não transformando a justiça em ré?

Segundo o rottweiler fofo, jamais!

De fato, Azeredo não repete "a pistolagem do petismo", palavras "suaves" do rottweiler fofo. Azeredo e Azevedo apenas fazem mão, daquilo que sabem muito bem fazer, a pistolagem pig-tucana contra o poder judiciário.

Aguardemos os desdobramentos. Por enquanto Genoíno, Dirceu, Delubio, João Paulo Cunha estão presos.

Roberto Jefferson está solto.

Azeredo sequer foi julgado.

Walfrido dos Mares Guia já teve seus crimes prescritos.

E o rottweiler fofo saliva.

José Antônio disse...

Esqueci de colocar o link para a reportagem do estadão:

http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,azeredo-ve-motivacao-politica-na-acusacao-de-janot,1132564,0.htm

Ao final da reportagem podemos ler o que pensa Azeredo:

"Na carta em que Azeredo se defende já se pode observar o caminho a ser seguido por seus advogados na condução do julgamento. Ele aponta "questões" que supostamente indicam que Rodrigo Janot teria produzido suas alegações finais movido por questões políticas."

Azeredo se mostra tão "fofo" quanto seu rottweiler defensor.

José Antônio disse...

Desculpe-me Bond e demais comentaristas/leitores, mas as notícias, hoje são um prato cheio para comentários:

Do Estadão de ontem:

Aécio visita Azeredo e pede que 'respeitem o drama' do ex-deputado

http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,aecio-visita-azeredo-e-pede-que-respeitem-o-drama-do-ex-deputado,1132580,0.htm

Eu também concordo. Resta pedir à Revista Veja que não mande um repórter invadir a residência ou um hotel onde, eventualmente esteja hospedado o Eduardo Azeredo, para tentar obter "escandalosas informações das atividades suspeitas de Azeredo".

"Pré-candidato do PSDB à Presidência, o senador Aécio Neves (PSDB) pediu nesta quinta-feira, 20, que "respeitem o drama" do ex-deputado Eduardo Azeredo, réu no julgamento do mensalão mineiro. Aécio fez uma visita de cortesia ao ex-governador mineiro em sua residência, em Belo Horizonte, junto com uma cúpula do PSDB"

Mais ainda na mesma reportagem do Estadão:

"Questionado sobre a possiblidade do ex-governador mineiro subir em seu palanque na campanha presidencial, Aécio respondeu irritado: "Isso não é uma pergunta cabível. Não tenho o menor constrangimento em dizer que ele é um homem de bem"."

Fofos!

José Antônio disse...

Roberto Jefferson inicia campanha para arrecadar dinheiro e pagar multa de R$ 720 mil

http://oglobo.globo.com/pais/roberto-jefferson-inicia-campanha-para-arrecadar-dinheiro-pagar-multa-de-720-mil-11670605

Tendo em vista os grandes lucros, obtidos com publicidade, através das vendas dos jornais, revistas e programas televisivos, nada mais justa que uma parcela desse lucro seja devolvida ao inventor da palavra "mensalão".

A postos PIG para ajudarem seu grande herói.

Quase conseguiram o tão almejado e ainda não desistido golpe.

José Antônio disse...


Bicudos não se entendem:

Serra diz que não há descontrole fiscal no Brasil

SILVIA AMORIM
Enviado por Rádio do Moreno -
21.2.2014 | 10h57m

"Serra contraria análise de Aécio sobre economia. Em palestra, ex-governador de São Paulo diz que não há descontrole fiscal, como afirmou o senador mineiro, Aécio Neves.

SÃO PAULO - O ex-governador de São Paulo José Serra (PSDB) fez ontem análises sobre o quadro econômico brasileiro que se contrapõem ao que tem pregado o pré-candidato tucano à Presidência, o senador Aécio Neves (MG). Em teleconferência para consultores financeiros, ele disse que não vê no Brasil situação econômica "calamitosa" nem "descontrole inflacionário e fiscal".
— Eu não vejo que o quadro econômico seja tão calamitoso quanto se divulga. Não significa que estamos bem, mas o que não vejo é que seja tão calamitoso — disse Serra, ao começar a análise da conjuntura econômica.
Inicialmente, ele avaliou que não há no país um descontrole da inflação, ao contrário do que têm defendido o PSDB e o próprio Aécio desde o ano passado. O tema foi um dos destaques do programa nacional do partido em 2013 e tem sido usado pelo PSDB para tentar desgastar a imagem do atual governo.
— Há uma perda por ensaio e manobra em relação à inflação, mas não há o risco de descontrole inflacionário — avaliou Serra na palestra.
O tucano também afirmou que a situação na área fiscal do governo federal não é de descontrole nem de calote:
— Há perda de manobra na área fiscal, mas não há perspectiva de descontrole na área fiscal e muito menos de calote. Não há isso.
"

http://oglobo.globo.com/pais/moreno/posts/2014/02/21/serra-diz-que-nao-ha-descontrole-fiscal-no-brasil-525240.asp

BONDeblog S. O. disse...

José

Boa tarde

Será que o Ministro Gilmar Mendes vai colocar suspeita sobre a arrecadação de Roberto Jefferson ?

Será que o MP vai investigar ?

Sobre o Serra e a política econômica eu andei procurando a matéria que você postou como comentário.

Vou publicar um post

Um abraço

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

JOÃO DORIA E ACMN LEVAM UMA MERECIDA CHUVA DE OVOS EM SALVADOR - EM VÍDEO

OS OVOS CHOCARAM E APODRECERAM ASSIM QUE TIVERAM CONTATO COM A CABEÇA DOS DOIS PREFEITOS LEIA A MATÉRIA AQUI

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS