quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

TRABALHO ESCRAVO - O MARANHÃO DE ROSEANA, DENTRO DO ESTADO DE SÃO PAULO DE GERALDO ALCKMIN


O Congresso está devendo que a PEC do Trabalho Escravo seja implementada. Não se admite que em pleno SÉCULO XXI, no maior Estado do país, numa região que nada tem de afastada ou erma, ainda exista a escravidão, e que crianças e adultos sejam forçados a trabalhar, sem alimentação, acomodação. segurança e remuneração. Onde anda a fiscalização do governo de Geraldo Alckmin ? Foi preciso uma ação da Polícia Rodoviária Federal para que esse trabalho fosse realizado.

Se o fato ocorresse no Maranhão de Roseana Sarney, já seria absurdo, ocorrendo no Estado de São Paulo de Geraldo Alckmin, é INADMISSÍVEL.

Sete adolescentes estão entre trabalhadores resgatados em São Paulo
22/01/2014
São Paulo
Camila Maciel - Repórter da Agência Brasil Edição: Nádia Franco

São Paulo – Mais 15 trabalhadores foram resgatados hoje (22), no segundo dia da força-tarefa formada por órgãos de fiscalização trabalhista para identificar pessoas em condição análoga à escravidão em carvoarias no interior paulista. Ontem (21), integrantes do Ministério do Trabalho e Emprego (MPT), da Polícia Rodoviária Federal e do Ministério Público do Trabalho libertaram 19 trabalhadores adultos e sete adolescentes. As operações, que contam com 100 agentes da Polícia Rodoviária, devem durar pelo menos uma semana.

No primeiro dia da operação, foram fiscalizados dez estabelecimentos nas cidades de Pedra Bela, Joanópolis e Piracaia, que ficam na divisa com o sul do estado de Minas Gerais. De acordo com o MPT, as pessoas resgatadas nesta quarta-feira estavam em duas fazendas em Piracaia, pertencentes à empresa Carvão Cacique, sediada em Bragança Paulista. Entre as irregularidades encontradas estavam a falta de registro profissional, inclusive com pessoas há mais de dez anos nessa condição, e a retenção dos documentos de um trabalhador.

Segundo os participantes da operação, os salários eram pagos somente a cada três meses. Com isso, eles contraíam dívidas no mercado na cidade. Embora o dono do armazém não tivesse vínculo com o fazendeiro, foram constatadas dependência financeira e necessidade de o trabalhador ficar na região por causa da dívida. Além disso, não havia equipamentos de segurança, banheiro ou água potável. O MiPT informou que as frentes de trabalho foram suspensas e que os direitos dos resgatadps serão assegurados, inclusive verba rescisória e seguro-desemprego.

Ontem, seis carvoarias foram fechadas por falta de condições de trabalho. As crianças e os adolescentes, que trabalhavam com quebra de carvão, ensacamento, pesagem e costura de sacos, entre outras atividades, foram afastados do local. “Identificamos riscos de acidentes, alojamentos precários, fiação expostas, maquinário irregular, exposição a material químico”, enumerou a procuradora-chefe do MPT em Campinas, Catarina von Zuben.

Ela informou que já havia relatos de trabalho degradante na região, mas eram denúncias esparsas em uma área de difícil acesso. “Foi por intermédio da Polícia Rodoviária Federal que se iniciou essa operação, inclusive com denúncia de extração de madeira irregular”, disse a procuradora. Segundo Catarina, entre os estabelecimentos fiscalizados, alguns eram ilegais, outros, não, mas a maioria funcionava de forma precária. “Houve casos de pequenas famílias que sequer tinha registro, CNPJ [Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica], ou autorização para exploração [de madeira].”

Controladas por grupos familiares, as carvoarias repassavam o produto a compradores, que revendiam a mercadoria, explicou a procuradora. Em outros casos, o próprio estabelecimento ensacava e vendia o carvão para grandes redes de supermercado de São Paulo. “Estamos fazendo o mapeamento para identificar os compradores”. Havia ainda carvoarias que ensacavam o produto enquanto intermediários negociavam a mercadoria com outros maiores. O objetivo da operação é identificar toda a cadeia e investigar a derrubada irregular de árvores nativas da Mata Atlântica.

A empresa Carvão Cacique foi procurada pela Agência Brasil para comentar a operação, mas, até a publicação desta reportagem, não houve retorno.

7 comentários:

H.P. disse...

ISSO É O "DEDO" DO DEMÔNIO!
ISSO É A DIREITA E SUA MIDIA EM AÇÃO!
ISSO É A SOMA DE TODA PODRIDÃO HUMANA!
ISSO É O CAPITALISMO!

Em são paulo, não há necessidade de se deslocar muito não. Basta ir para o centro de são paulo para ver "fervilhar" a escravidão. Desde crianças, passando por Bolivianos e de muitos outros países, e claro, como não poderia faltar, o mercado, tão lucrativo, de escravas "brancas". ***************************

A DIREITA(PSDB/DEM/PPS - ASSECLAS) E SUA MIDIA(GLOBO - ASSECLAS), são bons mesmos para o que segue:

ZERO HORA

Os efeitos colaterais causados pelo desmoronamento do império de Eike Batista atingiram um personagem importante da economia brasileira. Acionistas minoritários da petroleira OGX (que mudou de nome para Óleo e Gás Participações) entraram com uma ação na Justiça na úktima sexta-feira contra o empresário, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e o ex-ministro da Fazenda Pedro Malan(DO GOVERNO DO PSDB, DO GOVERNO FHC DO PSDB - nosso).

Eles cobram o ressarcimento dos prejuízos que tiveram com a queda das ações da petroleira, que está em recuperação judicial, e também pedem uma indenização por danos morais.

Malan, que foi ministro da Fazenda entre 1995 e 2002(DO GOVERNO DO PSDB, DO GOVERNO DO FHC DO PSDB - nosso) e membro independente do Conselho de Administração da OGX, é acusado de "omissão e negligência" por "não se informar, fiscalizar, investigar, se opor ou denunciar as irregularidades cometidas pela empresa", conforme o documento obtido pelo Broadcast, serviço em tempo real da Agência Estado.

— Ele foi irresponsável no exercício de suas funções — comentou Aurélio Valporto, integrante do grupo de acionistas.

O processo é o segundo de uma série, de acordo com Valporto. A ação tem sete autores, segundo a petição inicial...".

H.P. disse...

O PSDB IMPORTA SALAFRÁRIOS(até isso):

Folha de são paulo.

Místico - O Indiano Ravneet Singh, que prestou consultoria para a campanha de JOSÉ SERRA(PSDB) em 2010, FOI PRESO NOS EUA. Ele é acusado pelo FBI de facilitar doações ilegais de mais de US$ 500 mil para candidatos na cidade de San Diego".

Na volta. Fica a pergunta: E SE FOSSE MARQUETEIRO DE LULA? Como a Globo(que absolutamente nada falou a respeito) estaria tratando o caso?
E ai seus "liberdade de expressão" da Veja? Fala ai PASPALHOS!


Anônimo disse...

CUIDADO! VOCE PODERÁ SER LEGALMENTE ASSASSINADO! O "MÉDICO" LEGISTA AGUARDA, O MÉDICO QUE VAI CUIDAR DE VOCE, ACABAR A CONSULTA!

A MÁFIA DE BRANCO, DOS JALECOS BRANCOS, DO ENSINO PADRÃO DIREITA CAPITALISTA BRANCA, QUE ODEIA, PRINCIPALMENTE, OS MÉDICOS NEGROS SOCIALISTAS, informam:

CBN-GLOBO

QUARTA, 22/01/2014, 18:10
60% dos médicos formados em mais de 30 escolas em SP não sabem tratar, segundo o Cremesp
Mesmo assim, eles vão poder trabalhar. O alto índice de reprovação no exame do conselho da categoria é alarmante...".

José Antônio disse...

"60% dos médicos formados em mais de 30 escolas em SP não sabem tratar, segundo o Cremesp
Mesmo assim, eles vão poder trabalhar. O alto índice de reprovação no exame do conselho da categoria é alarmante...".


Sabemos todos que isso vem de longa data.

Foi intensificado no reinado tucano de FeagáDeus I, com a multiplicação de privadas que se auto-intitulam Faculdades de Medicina.

Essas privadas todas estão com a tampa aberta, exalando mau cheiro.

Quando o MEC resolve começar a tampá-las, "a culpa é do Mercadante".


José Antônio disse...

O caso das privadas, acima, não se resumem apenas às Escolas de Medicina.

As de Direito, Engenharia, Administração, Informática... também.

Para as de Direito, felizmente existe o exame da Ordem que reprova maciçamente os "adevogados" que se formam nas privadas.

Infelizmente, as outras áreas estão sob trevas totais. Ninguém sabe o tamanho do buraco.

Que o MEC não ceda à pressão das privadas. Ou elas são sanitizadas e param de exalar mau cheiro, ou que sejam fechadas.

Pais de alunos e alunos também são responsáveis, pois muitos acreditam que ao pagarem suas mensalidades a essas privadas, estão comprando seus diplomas à prestação.

Quem quiser um diploma decente, busque conhecer antes a faculdade onde irá estudar.

E, se não for para estudar, não reclamem depois, quando a privada for fechada antes de receberem o diploma.

H.P. disse...

ELES SÃO OS ESCRAVOCRATAS! ELES ARREBENTAM COM NOSSA PÁTRIA! ELES SÃO O VERDADEIRO CUSTO BRASIL.

TODO MENTIROSO OU MENTIROSA NÃO PASSA DE CANALHA E MERECE, NO MÍNIMO, CADEIA!

ELES MENTEM E NÓS OS DESMASCARAMOS!

MIRIAN LEITÃO-

23.1.2014 | 8h36m
BOM DIA BRASIL
Carga tributária subiu 10 pontos percentuais em três governos
A arrecadação de impostos no ano passado chegou a R$ 1,138 trilhão, um aumento de 4% em relação a 2012. A Receita ser eficiente na cobrança de impostos é uma coisa boa, o que os contribuintes gostariam de ver é a mesma eficiência na aplicação dos impostos.

Em todos os governos a carga tributária aumentou. No de Fernando Henrique até agora, subiu de 26% do PIB para 36%; foram 10 pontos percentuais em três governos. Vai chegar um momento em que a carga tributária terá que parar de subir, porque os contribuintes não vão aguentar..".

MIRIAM, PRESTA ATENÇÃO, OLHA O GOVERNO DE VOCES GLOBO-FHC:

Publicado em 06/11/2010 pelo(a) Wiki Repórter Johan, Fortaleza - CE
Por Daniel Bramatti,
Na contramão do que têm dito os principais líderes de seu partido, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) afirmou recentemente que as críticas ao aumento da carga tributária são "choradeira".

"Aumento de carga tibutária... essa coisa é choradeira. Está mal gasta porque paga juros e déficit. Mas um país como o Brasil tem que ter uma carga de 30% se não tem educação, saúde", disse o tucano, em depoimento para o livro "Os Cabeças-de-Planilha - Como o Pensamento Econômico da Era FHC Repetiu os Equívocos de Rui Barbosa", do jornalista Luís Nassif. A obra foi lançada ontem em São Paulo.

FHC deu a declaração ao ser questionado sobre a "herança" do período em que governou. Ao ouvir a resposta, Nassif rebateu: "Não tem pequena empresa que sobreviva com essa carga tributária." E FHC rebateu: "Ué, distribua melhor. Como vai ter um Estado moderno, em um país pobre, sem tributo?"

Quando FHC assumiu o governo, em 1995, o país tinha carga tributária equivalente a 29,46% do PIB. Oito anos depois, ela havia sido elevada para 35,53% do PIB. Apesar de arrecadar mais impostos - e de obter quase US$ 30 bilhões com as privatizações-, o governo tucano deixou o país mais endividado. Em oito anos, a dívida em relação ao PIB subiu de cerca de 27% para 49%, aproximadamente...".

Anônimo disse...

Muito feio, vc se diz blogueiro Progressista e discrimina o Maranhao, pior que isso, vc ataca a Globo, mas acredita piamente na campanha difamatória que ela vem fazendo contra o Maranhao e contra a família Sarney que vc só conhece da mídia.
A questão relevante: não acredite na Globo, cresça e se retrate com maranhenses como eu, que ate acreditava em seus posicionamentos de esquerda.
Muito feio vc.

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

JOÃO DORIA E ACMN LEVAM UMA MERECIDA CHUVA DE OVOS EM SALVADOR - EM VÍDEO

OS OVOS CHOCARAM E APODRECERAM ASSIM QUE TIVERAM CONTATO COM A CABEÇA DOS DOIS PREFEITOS LEIA A MATÉRIA AQUI

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS