segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

A SITUAÇÃO DA UNIVERSIDADE GAMA FILHO E A ATUAÇÃO PÍFIA DO MINISTRO ALOIZIO MERCADANTE - DILMA VAI PERDER MUITOS VOTOS POR ISSO !

O MEC PERMITIU A ENTRADA DO GRUPO FINANCEIRO GALILEO - E AGORA LAVA AS MÃOS COM A SAÍDA VIA TRANSFERÊNCIA ASSISTIDA.


Alunos e professores da Universidade Gama Filho estão em Brasília tentando falar com a presidente Dilma Rousseff. Buscam com a autoridade máxima uma saída menos desonrosa e desastrosa para a s suas vidas, visto que, com o Ministro da Educação, e membros do seu ministério, desde 2012, nada conseguiram de efetivo. O MEC se escuda na falácia de que nada pode fazer, mas, todos nós sabemos que pode sim, desde que queira, ou poderia, se tivesse lá atrás dado ao caso gravíssimo da falência anunciada da Instituição de Ensino, a atenção merecida.

ARAPUCAS chamadas de Colégio ou Faculdades, no caso UNIVERSIDADE, não são raras no Brasil. Cobram mensalidades caríssimas, recebem ISENÇÕES DE VULTO, oferecem ensino de baixa qualidade, e, quando afundam, via a má administração ou práticas desonestas, deixando de pagar funcionários, fornecedores e professores, simplesmente fecham as portas. OS ALUNOS QUE SE EXPLODAM.

Resta saber onde o Ministro da Educação acha que vai conseguir colocar os milhares de estudantes da GAMA FILHO. Quantas Faculdades de Medicina - Psicologia - Fisioterapia - Educação Física - Engenharia, entre outras, serão necessárias para poder receber esse MONTE de pessoas, nos vários períodos em que se encontram, com as GRADES CURRICULARES as mais diversas, com as questões de HORÁRIOS disponíveis, PREÇOS PAGOS - BOLSAS e todos os detalhes QUE NÃO SÃO MERAMENTE burocráticos.

Dizem os entendidos, que o Ministro Mercadante vai deixar o MEC para assumir a Coordenação de Campanha para a reeleição da presidente Dilma Rousseff. Será a primeira vez que um coordenador já assume TIRANDO VOTOS, ou alguém acha que, entre ALUNOS - PROFESSORES - FUNCIONÁRIOS da Gama Filho, seus FAMILIARES e AMIGOS, algum voto será dado a presidente Dilma, depois do MEC ter tratado do assunto, dessa forma desleixada e cruel.

Mercadante diz que decisão sobre descredenciamento da Gama Filho sai esta semana
13/01/2014 - Educação - Yara Aquino - Repórter da Agência Brasil


Brasília - O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, informou hoje (13) que até o final desta semana será tomada a decisão sobre o descredenciamento da Universidade Gama Filho, no Rio de Janeiro. A instituição passa por problemas financeiros e teve o vestibular suspenso em dezembro de 2013 pelo Ministério da Educação (MEC).

“Foi feito termo de saneamento de deficiências que não foi cumprido pela instituição, continuamos tendo atrasos de pagamentos. Já suspendemos os vestibulares. Faremos a análise final, ela [a instituição] tem direito a recurso, tem um prazo, e o prazo está se encerrando tecnicamente e a decisão jurídica e técnica será tomada”, disse o ministro ao final de entrevista coletiva para divulgar o balanço do Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

O ministro lembrou que, no caso de descredenciamento de instituições, é feita a transferência assistida dos alunos. “Fazemos uma oferta para que aqueles estudantes das respectivas instituições possam se alocar em cursos compatíveis com aqueles cursos que eles estavam fazendo.”

As polêmicas que envolvem a Gama Filho começaram em 2012, quando o MEC instaurou um processo de supervisão a partir de denúncias de irregularidades, deficiências acadêmicas e insuficiência financeira relacionadas ao início da gestão do grupo Galileo na Universidade Gama Filho.

No início de 2013, com o processo em curso e a assunção de novos controladores do Grupo Galileo, a crise nas instituições se agravou com a deflagração de greve de professores, de funcionários e de estudantes por falta de pagamento dos salários e precarização das condições de oferta em ambas instituições.

No último dia 7, estudantes da Gama Filho ocuparam o auditório MEC durante toda a tarde. No fim do dia, foram recebidos pelo ministro Aloizio Mercadante. Na ocasião, os estudantes foram informados que seria formada uma comissão para discutir a situação.

Edição: Talita Cavalcante
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias, é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil

3 comentários:

Servo disse...

Meu amigo.

Parabenizo pela sua luta e interesse referente ao caso dos estudantes, professores e funcionários da Universidade Gama Filho. Sei do desespero, da decepção de todos estes estudantes e trabalhadores.

Assim quando uma voz se levanta pra bradar e quando alguém coloca o DEDO NA FERIDA, a atitude omissa e nada inteligente do MEC, não posso deixar de registrar.

José Antônio disse...

Caro Bond,

Justiça seja feita. O descaso do MEC com a Gama Filho, e outras privadas, vem desde a época dos governos militares.

No governo FHC a situação piorou bastante pois foram dados incentivos à multiplicação das privadas por todo o território nacional. Criaram-se inúmeras "Gama Filho" por todo o país.

Nos governos petistas, infelizmente, o descaso continuou. Amenizado, talvez, pela criação de diversas Universidades Federais que conseguiram diminuir um pouquinho a enorme diferença entre as vagas nas Federais e as vagas nas privadas.

Portanto, caro Bond, hoje o vespeiro aumentou de tamanho e é necessário saber qual será o estadista, de verdade, com a coragem para colocar a mão neste problema que já vem de longa data.

Com tudo o que o governo petista já tem, progressivamente, enfrentado, ainda existem muitos vespeiros crescendo de tamanho, e que ainda não foram atacados pelos governos petistas.

Hora de arregaçar as mangas.

Sabemos, por experiência, que aqueles que antecederam ao governo petista, não só se omitiram, mas fizeram questão de agravar os problemas.

BONDeblog S. O. disse...

José

O problema do ensino no Brasil, é semelhante ao das concessões de canais de meios de comunicação.

Os "amigos" receberam muitos presentes, dos militares, de SARNEY, Collor e até de FHC, mas aí, em termos de presente já não havia muito o que dar. A "contribuição" de FHC para aumentar esse drama foi, principalmente o de destruir o ensino superior público e em nível técnico.

Eu sei que é difícil enfrentar essa raça. Mas, não se admite a omissão durante 3 anos do governo federal através do MEC.

EM DESTAQUE - LEIA AGORA

JOÃO DORIA E ACMN LEVAM UMA MERECIDA CHUVA DE OVOS EM SALVADOR - EM VÍDEO

OS OVOS CHOCARAM E APODRECERAM ASSIM QUE TIVERAM CONTATO COM A CABEÇA DOS DOIS PREFEITOS LEIA A MATÉRIA AQUI

AS DEZ MAIS LIDAS NO MÊS